Mostrando postagens com marcador plenitude de Deus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador plenitude de Deus. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Refúgio dos pecadores

 

Refúgio dos pecadores

- Neste dia, o Paraíso alegra-se ao contemplar o Corpo Glorioso da vossa Mãe Celeste, no qual se reflete o esplendor da Santíssima Trindade.

- Olhai para Mim, vós também, e Eu vos iluminarei.

- Nos momentos de tentação, de luta e de desânimo, olhai para Mim e sereis encorajados e ajudados.

- Quando vos acontece cair, ou sentir o peso da derrota,

quando vos encontrardes submergidos pelo mal e pelo Pecado, vinde a Mim e Eu vos darei amparo.

- Hoje, olhando com Olhos Misericordiosos para os Meus filhos pecadores, digo:

Sou a vossa Mãe Celeste e convido-vos a todos a vos abrigardes sob o Meu Manto Imaculado, para serdes protegidos e conduzidos a Jesus, o vosso Salvador.

- Sou o Refúgio dos Pecadores.

- No momento em que a fúria do Meu adversário se desencadeia e consegue arrastar a tantos com a força do mal que Triunfa, Eu convido-vos, Meus filhos prediletos, a imolar-vos e a rezar pela Conversão e Salvação de todos os Pecadores.

- Sede vós mesmos, comigo, o Refúgio dos Pecadores, dos pobres, dos doentes, dos desesperados, dos Pequeninos, dos abandonados.

- Do Meu Corpo Glorioso reflito a Minha Luz sobre o vosso corpo mortal;

do Meu Coração Imaculado comunico o Meu Amor ao vosso coração enfermo;

da Minha Alma bem aventurada faço descer a Minha Plenitude de Graça sobre as vossas almas feridas.

- É assim que vos transformo hoje porque quero ser também através de vós Refúgio para todos os Meus pobres filhos Pecadores.

- Vinde, portanto, a Mim e Eu vos consolarei e conduzirei pelo Caminho Seguro que vos leva ao Paraíso, onde alcançareis, na Luz e na Alegria de Deus, o fim de toda a vossa existência humana.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 15.08.81

Clique aqui e veja também:

Voltai ao vosso Redentor

No Nome de Maria

Mãe do Segundo Advento

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Vinde, Espírito Santo 81

 

Vinde, Espírito Santo

- Sou a Esposa do Espírito Santo.

- A Minha poderosa função de Medianeira entre vós e o Meu Filho Jesus se exerce, sobretudo, em obter-vos o Espírito de Amor, em superabundância, do Pai e do Filho.

- Por este Fogo Divino será Renovada e Transformada a Igreja.

- Por este Fogo de Amor será Renovado o Mundo inteiro.

- Sob o Seu Poderoso Sopro de Vida abrir-se-ão finalmente os Novos Céus e a Nova Terra.

- No Cenáculo do Meu Coração Imaculado, disponde-vos a receber este Divino Espírito.

- O Pai vo-Lo doa para vos associar intimamente a Sua própria Vida e para que em vós possa resplandecer, de maneira cada vez mais perfeita, a Imagem do Filho, no Qual pôs toda a Sua complacência.

- Jesus vo-Lo comunica como o fruto mais precioso da Sua própria Redenção, como Testemunha da Sua Pessoa e da Sua Divina Missão.

- Também nesta longínqua terra em que se encontra hoje (Tananarive / Madagascar), trazido por Mim, para fazer Cenáculos com tantos dos Meus filhos, vês já difundido o Evangelho, através da preciosa Obra dos Missionários.

- Agora todo o mundo deve ser levado a Plenitude da Verdade, ao Evangelho de Jesus, a Única Igreja querida e fundada por Cristo; e isto é tarefa do Espírito Santo.

- A Igreja deve abrir-se ao Seu Fogo Divino, de maneira que, completamente Purificada, esteja pronta para receber o Esplendor do Seu Novo Pentecostes, preparando-se assim para a Segunda Vinda Gloriosa do Meu Filho Jesus.

- Hoje convido-vos a entrar todos no Cenáculo do Meu Coração Imaculado, esperando receber em Plenitude o Espírito de Amor que vos é dado como Dom pelo Pai e pelo Filho.

- O Meu Coração Imaculado é a Porta de Ouro através da qual este Divino Espírito passa para chegar até vós.

- Por isso vos convido a repetir frequentemente:

“Vinde, Espírito Santo, vinde por meio da poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, vossa amadíssima Esposa”

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 07.06.81

Clique aqui e veja também:

Vinde, Espírito de Amor

Tempo do Espírito Santo

Maria sustenta o corpo e a alma

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

 

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

No Sepulcro Novo

No Sepulcro Novo

Sábado Santo:

- Hoje, o Corpo do Meu Filho Jesus repousa no Sepulcro Novo, no sono da morte.

- No Meu Seio Virginal, onde o Verbo do Pai Se depôs, após o Sim que pronunciei no momento da Anunciação, depõe-Se o Seu Espírito.

- E sinto-Me Mãe Dolorosa e feliz,

ferida e aplacada,

mergulhada num oceano de dor e envolvida num manto de paz,

abalada pelo pranto e recomposta por uma interior e Divina Bem Aventurança.

- Enfim, tudo se cumpriu.

- Agora, velo em Ato de Oração incessante, enquanto:

o Meu Coração se abre a certeza da Ressurreição do Meu Filho Jesus,

a Minha mente se ilumina a Luz da Sua profecia e

a Minha pessoa vive inteiramente nesta expectativa deste Seu Glorioso momento.

- É o dia da Minha Materna solidão.

- É o dia da Minha imensa dor.

- É o dia fecundo da Minha firme esperança.

- É o Meu primeiro dia da Minha Nova e Espiritual Maternidade.

- Entrai, filhos prediletos, no Berço do Meu Coração Imaculado e preparai-vos, vós também, para o momento do vosso Novo Nascimento.

- No Sepulcro Novo, onde jaz, só por este dia o Corpo sem vida do Meu Filho Jesus, deponde o homem que deve morrer em vós.

- Deponde o homem do pecado e do vicio, do ódio e do egoísmo, da avareza e da luxuria, da Soberba e do orgulho, da discórdia e da incredulidade.

- Morra hoje em vós, tudo aquilo que herdastes do primeiro homem.

- E saia finalmente para a Luz o Homem Novo que nasce no Sepulcro Novo, onde Cristo Ressuscitou no Esplendor Glorioso da Sua Divindade:

- O Homem Novo da Graça e da Santidade.

- O Homem Novo do amor e da comunhão.

- O Homem Novo da misericórdia e da pureza.

- O Homem Novo da humildade e da caridade.

- O Homem Novo da docilidade e da obediência.

- O Homem Novo da luz e da santidade

- O Homem Novo formado no Sepulcro Novo, que toma vida no momento Jubiloso da Ressurreição de Cristo.

- Este vosso Novo Nascimento se dá no Berço do Meu Coração Imaculado, ao Meu lado, vossa terna Mãe, e é assim que Eu inicio a nova missão da Minha Maternidade Espiritual e Universal.

- Só este Homem Novo, que nasce no Mistério Pascal de Cristo, é que pode abrir de par em par a porta do Sepulcro em que jaz hoje toda a humanidade já morta, para fazê-la ressurgir para a Nova Era de Graça e de Santidade, que Cristo Ressuscitado vos trouxe no momento da Sua Vitória sobre o pecado e sobre a morte.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 25.03.89

Clique aqui e veja também:

Confiança e Esperança

Segunda Páscoa na Glória

Anúncio da Nova Era

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Glória de Maria

 

Glória de Maria

- Com que alegria acolhi o Ato de Consagração ao Meu Coração Imaculado, neste dia do teu aniversário.

- Peguei o teu coração e o trouxe ainda mais para dentro do Meu Materno Jardim e o depositei na Fornalha Ardente de Amor do Coração Divino do Meu Filho Jesus.

- Este teu coração já nos pertence totalmente e queremos fazer dele um instrumento perfeito do Nosso Puríssimo Amor.

- Peço-te que ames cada vez mais.

- Ama cada dia, em cada momento da tua vida.

- Nada perturbe a Pureza e a intensidade do teu amor.

- Ama a Santíssima e Divina Trindade,

Glorificando o Pai,

Imitando o Filho,

Acolhendo o Dom do Espírito Santo.

- Ama, com o Coração Divino de Jesus, todos os teus irmãos, especialmente os mais pequeninos, os mais pobres, os últimos, os desesperados, os marginalizados, os pecadores.

- Sê tu o Raio Luminoso do Meu amor materno e misericordioso.

- Ama os teus irmãos Sacerdotes, especialmente os mais fracos, os mais frágeis, aqueles que caem, aqueles que estão presos pelas correntes das paixões, em particular do Orgulho e da Impureza.

- Imola-te por eles, cada dia, no Silêncio, no Escondimento, na Humildade, na Docilidade.

- Torna-te a doce e mansa vitima, imolada por Mim, para o bem e pela Salvação de todos os Sacerdotes.

- Ama sempre, sem jamais te cansares:

- Cada coisa seja feita por ti, só por amor.

- O caminho que deves percorrer por Mim, por amor.

- A Cruz que deves levar, por amor.

- O trabalho pesado que te compete fazer, por amor.

- Os Cenáculos que levas avante, por amor.

- Os países que atravessas, por amor.

- Os continentes longínquos onde chegas, por amor.

- A Oração Intensa que te peço, por amor.

- O Sofrimento que cada dia te peço, por amor.

- O cansaço que se apodera de ti, por amor.

- A exaustão que te prostra, por amor.

- Os teus limites que te mortificam, por amor.

- Os defeitos que te acompanham, por amor.

- Toda a tua vida que Me dás, por amor.

- Só então serás aqui na terra a Glória de Maria.

- Só então poderás cumprir a missão que te confiei e farás florescer na tua pessoa, na tua vida e na tua Obra o Jardim das Minhas maiores e extraordinárias maravilhas.

- Com o Meu Papa,

com todos os Sacerdotes, meus prediletos,

com os filhos a Mim Consagrados,

abençoo-te com amor e alegria.

[Que neste dia, todas as minhas ações sejam: Por Maria, com Maria, em Maria e para Maria,

a fim de mais perfeitamente as fazer:               Por Jesus, com Jesus, em Jesus e para Jesus.

Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem Maria §257-265]

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 22.03.88

Clique aqui e veja também:

Peço a todos a Consagração

Consagração a Jesus Cristo por Maria

Amar no sofrimento

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Na hora da vossa morte

 


Na hora da vossa morte

- Filhos prediletos, hoje vos recolheis em oração, recordando os vossos irmãos que vos precederam com o sinal da fé e dormem agora o sono da paz.

- Como é grande o número dos Meus prediletos e dos filhos Consagrados ao Meu Coração Imaculado que já entraram no repouso do Senhor.

- Muitos deles participam da plenitude da alegria, na perfeita posse de Deus e, juntamente com os exércitos dos Anjos, são Luzes que brilham na eterna bem aventurança do Paraíso.

- Muitos encontram-se no Purgatório, com a certeza de estarem salvos para sempre, mas encontram-se ainda no sofrimento purificador, porque a sua posse de Deus ainda não é plena e perfeita.

- Hoje quero dizer-vos que estes vossos irmãos estão particularmente perto de vós e constituem a parte mais preciosa do Meu Exército Vitorioso.

- O Meu Exército é um só, como uma só é a Minha Igreja, reunida na alegre experiência da Comunhão dos Santos.

- Os Santos intercedem por vós,

iluminam o vosso caminho,

ajudam-vos com o seu puríssimo amor,

defendem-vos das astuciosas insídias que o Meu adversário vos arma e

esperam, ansiosos, pelo momento em que se encontrarão convosco.

- As almas do Purgatório rezam por vós, oferecem os seus sofrimentos pelo vosso bem e são ajudadas, pelas vossas orações, a libertarem-se daquelas imperfeições humanas que lhes impedem de entrar na Felicidade Eterna do Paraíso.

- Os Santos que viveram na terra a Consagração ao Meu Coração Imaculado, compondo uma coroa de amor para aliviar as dores da vossa Mãe Celeste, formam aqui no Paraíso a minha mais bela coroa de glória.

- Eles estão ao lado do Meu trono e seguem a vossa Mãe Celeste para onde quer que vá.

- As almas do Purgatório, que fizeram parte do Meu Exército na terra, gozam agora duma particular União Comigo, sentem de maneira especial a Minha Presença, que adoça a amargura do seu sofrimento e abrevia o Tempo da sua Purificação.

- Sou Eu mesma que vou ao seu encontro para as acolher nos Meus Braços, para as introduzir na Luz incomparável do Paraíso.

- Assim, estou sempre ao lado de todos vós, meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração, durante a vossa dolorosa peregrinação terrena, mas estou de modo especialíssimo ao vosso lado na hora da vossa morte.

- Quantas vezes, recitando o Santo Terço, Me repetistes esta oração:

“Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte

- Esta é uma invocação que Eu escuto com grande alegria e é sempre atendida por Mim.

- Se como Mãe, estou ao lado de cada um dos Meus filhos, na hora da morte estou particularmente junto de vós que sempre vivestes, por meio da vossa Consagração, no Refúgio Seguro do Meu Coração Imaculado.

- Na hora da vossa morte, estou perto de vós com o Esplendor do Meu Corpo Glorioso, acolho as vossas almas nos Meus Braços Maternos e levo-as diante do Meu Filho Jesus, para o seu Juízo Particular.

- Pensai como deve ser alegre o encontro com Jesus para aquelas almas que Lhe são apresentadas pela sua própria Mãe.

- Isto porque Eu as cubro com a Minha Beleza,

dou-lhes o perfume da Minha Santidade,

o candor da Minha Pureza,

a Cândida Veste da Minha Caridade e, se ficou alguma mancha, passo com a Minha Mão Materna para a apagar e vos dar aquele Esplendor que vos permite entrar na eterna bem aventurança do Paraíso.

- Bem aventurados aqueles que morrem ao lado da vossa Mãe Celeste.

- Sim, bem aventurados, porque morrem no Senhor, encontrarão o repouso de suas fadigas e o bem que fizeram os acompanha.

- Meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração Imaculado, hoje convido-vos a entrar numa grande intimidade Comigo, durante a vossa vida, se quereis experimentar a grande alegria de Me ver ao vosso lado, para acolher nos Meus Braços Maternos as vossas almas, na hora da vossa morte.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 02.11.92

Clique aqui e veja também:

Maria, caminho fácil, curto e perfeito

O Dragão será acorrentado (Sua oração será atendida)

Vontade, porta de entrada da alma

Obediência e desobediência

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

O deserto onde Me retiro

 


O deserto onde Me retiro

- Hoje Eu te quis aqui, em Fátima para concluir os Cenáculos que pudeste realizar durante este ano em todas as partes da Europa.

- Acolhi a vossa generosa resposta que Me destes em toda a parte, filhos.

- Esta é a minha hora.

- É também a hora da vossa batalha, porque se tornará cada vez mais manifesta a ação vitoriosa da Celeste Comandante, “A Mulher vestida de sol”.

- Mas devo permanecer retirada no Deserto ainda pela “metade de um tempo”.

- Aqui Eu opero os maiores prodígios, no silêncio e no escondimento.

- O Deserto onde Me retiro sois vós, filhos consagrados ao Meu Coração Imaculado,

é o vosso coração, tornado árido por causa de tantas feridas, num mundo em que se alastra a rebelião contra Deus e contra a Sua Lei, marcado pelo ódio e pela violência que se estende de maneira ameaçadora.

- O vosso coração que se tornou árido, as vossas almas sedentas, filhos:

eis o lugar onde a Mãe Celeste põe agora o seu refúgio.

- Graças a minha presença, este Deserto transforma-se em jardim, cultivado por Mim com particular cuidado.

- Todos os dias rego a aridez do vosso coração com a ternura do meu amor imaculado,

a aridez das vossas almas com a Graça de que estou repleta porque, como Mãe, devo distribui-la a todas as minhas crianças.

- Depois enfaixo as vossas feridas com o bálsamo celeste, torno a limpar-vos ajudando-vos a libertar-vos cada vez mais dos pecados, dos vossos numerosos defeitos e apegos desordenados.

- Deste modo, preparo e torno fecundo o terreno do meu jardim.

- Em seguida, semeio nele o amor pelo meu Filho Jesus, para que possa germinar e florescer de maneira cada vez mais perfeita e luminosa;

e no seu Espírito de Amor, abro-vos ao sol da complacência do Pai, de maneira que a Santíssima Trindade possa resplandecer e refletir-Se na celeste morada, construída no Meu Coração Imaculado.

- Cresceis assim cultivados por Mim como pequenas flores que se abrem para cantar só a glória de Deus e difundir por toda a parte o esplendor do seu amor.

- Dou-vos também as cores e o perfume das minhas virtudes:

A oração,

A humildade,

A pureza,

O silêncio,

A confiança,

A pequenez,

A obediência e

O perfeito abandono.

- Vós cresceis e vos desenvolveis, enquanto transformo cada dia o vosso deserto no jardim mais belo, guardado ciosamente por Mim.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 29.06.80

Clique aqui e veja também:

Virtudes e tentações

Aridez espiritual - Consolações

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

domingo, 16 de julho de 2017

Porta do Céu


- O Meu Coração Imaculado é a Porta do Céu, por meio da qual atravessa o Espírito de Amor do Pai e do Filho para chegar até vós e renovar o mundo inteiro.

- Por isso, hoje vos convido a entrar ainda mais dentro, no íntimo deste Meu Celeste Jardim; sereis, então, revestidos da Luz da Santíssima Trindade.
- No meu Coração Imaculado, o Pai pousa o seu olhar de complacência sobre vós, vendo-vos formados por mim, glorificando-O da maneira mais perfeita.
- Minha Missão Materna é de ajudar cada um de vós a realizar em Plenitude o Desígnio do Pai, que vos criou para fazer-vos participantes do Seu Ser, do Seu Amor e da Sua Glória.
- Ajudo-vos, por isso, a abrir-vos ao Sol do Amor de Deus, que vos faz crescer no que é Belo, Bom e Verdadeiro.

- A Glória de Deus se manifesta em toda a Sua Divina Harmonia por meio das virtudes ordenadas da vossa existência.
- Quantas secretas modulações vibram por motivo da Oração, do Sofrimento, do Silêncio e de todas as virtudes que devem compor o poema de vossa vida.
- Em vossa existência, abrir-vos para o canto da Glória do Pai, que quer se espelhar em vós prazenteiro, enquanto pelo mistério de Sua Paternidade estais sendo gerados para uma Nova Plenitude de Vida e de Gaudio.

- No Meu Coração Imaculado, o Filho vos assimila para tornar-vos mais conformes a Sua Imagem e para associar-vos a Sua própria Vida. 
- O prodígio de vossa transformação sucede neste Meu Celeste Jardim.

- Mas em primeiro lugar aconteceu comigo, pois Jesus encontrando-Me qual argila puríssima e maleável plasmou-Me a Sua semelhança de modo tão perfeito que nenhuma outra criatura poderá reproduzir a Sua Imagem assim como O fez a vossa Mãe Celeste.
- Desta forma, sucedeu que sendo Mãe tornei-Me filha do Meu Filho; 
tornei-Me sua primeira e perfeita discípula; 
é por isso que, ao conduzir-vos a Jesus, posso mostrar-Me a vós como exemplo a imitar, se quiserdes chegar a revivê-Lo na vossa existência.

- FORMO-VOS A MENTE, a Sua semelhança, e vos obtenho o Espírito de Sabedoria, que vos leva a procurar e acolher a Sua Palavra Divina, a meditá-La e guardá-la. 
- Deste modo podeis viver o Evangelho com a simplicidade dos pequenos, com a fidelidade dos mártires e com o heroísmo dos Santos.
- FORMO-VOS O CORAÇÃO e vos levo a plenitude do amor para com Deus, a fim de poderdes amar todos os vossos irmãos com a Sua própria Divina Caridade. 
- Por isso, torno-vos sempre mais puros e sensíveis, compreensivos e misericordiosos, mansos e compassivos, humildes e fortes.

- E todos os dias, Jesus entra pela Porta deste Meu Celeste Jardim para ter a grande alegria de ver-Se a Si mesmo imitado e revivido em todos vós, meus filhos e seus irmãozinhos.
- No Meu Coração Imaculado o Espírito Santo Se comunica a vós de maneira sempre mais abundante para efetuar com vossas almas aquela união de vida e de amor que realizou em Vossa Mãe Celeste.

- Vendo-vos em meus braços maternos Ele sopra sobre vós com força de Amor para vos transformar em centelhas de fogo, labaredas de graça, estrelas de santidade e de zelo para renovar o firmamento celeste da Igreja.

- Comunica-Se com os Seus Sete Dons Santos, tornando-vos instrumentos idôneos para fazer o mundo voltar ao Deus de Misericórdia e de Salvação, e preparando o Reino em que Jesus dominará com Seu Divino Poder e o Pai será perenemente glorificado por toda a criação.
- ENTRAI, pois, pela Porta Celeste do Meu Coração Imaculado se quereis tomar parte no Divino prodígio do Novo Pentecostes para a Igreja e da completa renovação do mundo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / 11.06.1983

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

"Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva"

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Jesus as almas comuns


Apelo de Jesus as almas comuns
- Dirijo-Me a todos:
  • As almas consagradas e as do mundo;
  • Aos justos e aos pecadores;
  •  Aos sábios e aos ignorantes;
  • Aos que governam e aos que obedecem.
- A todos venho dizer:
  • Se queres felicidade, Eu Sou a Felicidade;
  • Se procurais riqueza, Eu Sou a Riqueza infinita.
  • Se DESEJAIS paz, Eu Sou a Paz.
  • Sou a Misericórdia e o Amor.
Diferentes respostas das almas aos convites e ao Amor de Deus
- Uns Me conheceram verdadeiramente e, sob o impulso do amor, sentiram acender-se neles vivo DESEJO de se dar completa e desinteressadamente ao Meu serviço que é o de Meu Pai.
- Perguntaram-Lhe que poderiam fazer por Ele, e Meu Pai respondeu:
  • Deixa a vossa casa, abandonai os vossos bens, renunciai a vós mesmos, depois vinde após mim e fazei tudo o que Eu vos disser!

- Outros sentiram o seu coração comover-se a vista do que o Filho de Deus fez pela sua salvação. Cheios de boa vontade, apresentaram-se a Ele, procurando como poderiam reconhecer a Sua Bondade e trabalhar pelos Seus interesses, mas sem abandonar os próprios.
- A esses disse o Pai:
  • Guardai a lei que o Senhor Vosso Deus vos deu. Guardai os Seus Mandamentos e, sem desvio para a direita ou para a esquerda, vivei na paz dos meus servos fieis.

- Outros, pouco compreenderam quanto Deus os ama!
  • Todavia, não lhes falta boa vontade e vivem sob a sua lei, mas sem amor, e são levados pela inclinação natural para o bem, que a graça deixou no fundo de sua alma. Estes não são servos voluntários, porque não se oferecem as ordens do Seu Deus... Mas, como não há neles má vontade, basta-lhes uma indicação, em muitos casos, para se prestarem ao Seu serviço.

- Outros enfim, mais por interesse que por amor, não se submetem a Deus senão na medida estreitamente exigida para não perderem a recompensa final prometida a observância da Sua Lei.

- Mas, apresentam-se porventura todos os homens ao serviço do Seu Deus?

- Não há também os que ignoram o grande Amor de que são objeto e que não corresponderão jamais ao que Jesus Cristo fez por eles?
- Ai!... se muitos O conheceram e desprezaram, muitos nem mesmo O conhecem!

A todos Jesus Cristo vai dizer uma palavra de amor
A quem não Me conhece:
- Falarei primeiro aqueles que não Me conhecem, sim... a vós filhos queridos, que, desde a mais tenra infância, vivestes longe de Vosso Pai! Vinde! Eu vos direi porque O não conheceis e, quando souberdes quem é Ele, e que Coração amante e terno tem para vós, não podereis resistir ao Seu Amor.
- Não acontece muitas vezes aqueles que crescem longe de seus pais, terem pouco ou nenhum amor para com eles?... Mas, se, um dia, a esses filhos se revelam a doçura e a ternura de um pai e de uma mãe, não se prendem a eles talvez ainda mais do que aqueles que, desde a infância, nunca deixaram o lar?

A quem não Me ama, Me odeia e Me persegue:
- A vós, que não somente não Me amais, mas ainda Me odiais e até Me perseguis, perguntarei:
- Por que esse ódio tão grande?
- Que vos fiz para que Me maltrateis dessa maneira?
- Muitos nunca propuseram a si mesmos esta pergunta e hoje que Eu próprio lhe proponho, responderão talvez:
  • Não sei.
- Pois responderei Eu por vós:
  • Se, desde a vossa infância, não Me conheceis é porque ninguém vos ensinou a conhecer-Me. E, ao passo que foi crescendo, cresciam também em vós as inclinações da natureza viciada:
    • O amor do prazer e do gozo,
    • O DESEJO da riqueza e da liberdade...
- Depois, um dia, ouvistes falar de Mim, ouvistes dizer que, para viver segundo a Minha Vontade, é preciso amar e suportar o próximo, respeitar os seus direitos e os seus bens, submeter e refrear a própria natureza; numa palavra, viver sob o jugo duma Lei.

A quem segue somente suas paixões:
- E vós que desde os vossos primeiros anos, viveis seguindo a inclinação da natureza e talvez os incitamentos das vossas paixões, vós, que não sabíeis de que Lei se tratava, protestastes bem alto:
  • Quero gozar! Quero ser livre! Não quero outra lei senão o meu gosto!
- Foi assim que começastes a odiar-Me e a perseguir-Me... Mas, Eu, que Sou Vosso Pai, Vos amava. E enquanto vos via tão cegamente revoltados, o Meu Coração, mais que nunca se enchia de ternura por vós. Assim se passaram os anos de vossa vida, muitos talvez.

Eu Sou Jesus
- Hoje, não posso conter por mais tempo o impulso do Meu Amor!
- E, vendo que viveis em guerra declarada contra Aquele que tanto vos ama, venho Eu mesmo dizer-vos quem Sou.
- Filhos queridos! Eu Sou Jesus, e este Nome significa Salvador. Por isso é que as minhas Mãos foram transpassadas pelos cravos que Me prenderam a Cruz, onde morri por vosso amor.
- Os Meus pés ostentam o vestígio das mesmas feridas, e o Meu Coração está aberto pela lança que o atravessou depois da Minha Morte!
- É assim que Me apresento a vós, para vos ensinar quem Sou e qual é a Minha Lei. Não vos atemorizeis! É a Lei do Amor!...
- E quando Me conhecerdes, achareis paz e felicidade.
- É triste viver na orfandade: vinde, filhos Meus, vinde a Vosso Pai.

A quem Me persegue porque não Me conhece:
- As pobres almas que Me perseguem porque não Me conhecem.
- Quero dizer-lhes o que Sou Eu e o que elas são:
  • Eu Sou o Vosso Deus e Vosso Pai! O Vosso Criador e o Vosso Salvador!
  • Vós sois as minhas criaturas, os meus filhos, os meus resgatados também, porque foi a custa da Minha Vida e do Meu Sangue que vos livrei da escravidão e da tirania do pecado.
  • Vós tendes uma alma grande, imortal e feita para a felicidade sem fim, tendes uma vontade capaz do bem, um coração nobre que tem necessidade de amar e de ser amado.
- Se procurais apagar com bens terrenos e passageiros essa sede de felicidade e essa necessidade de amar, tereis sempre fome e nunca achareis alimento que vos sacie. Vivereis continuamente em luta convosco, sempre tristes, inquietos e perturbados.
- Se sois pobres e o vosso ganha pão é o trabalho, as misérias da vida vos encherão de amargura.
- Sentireis crescer em vós o ódio contra aqueles que são vossos patrões e, talvez, ireis até o ponto de lhes DESEJAR a desgraça, a fim de que também eles se vejam como vós, sujeitos as mais duras necessidades...
- Sentireis cair sobre vós o cansaço, a revolta, o desespero, mesmo porque o caminho é áspero e, por fim é fatal a morte!
- Sim, sob o ponto de vista humano, tudo isto é duro!
- Mas Eu venho mostrar-vos a vida sob um aspecto real, muito diferente daquilo que vedes:

- Vós, que estais privados dos bens da terra e obrigados a trabalhar sob o comando de um patrão para viver, não sois todavia escravos, mas fostes criados para ser livres na eternidade...

- Vós, que procurais amor e que nunca vos sentis saciados, fostes feito para amar, não o que passa mas o que é eterno...

- Vós, que amais profundamente a vossa família e que trabalhais para assegurar a sua subsistência, o seu bem estar e a sua felicidade na terra, não esqueçais que se a morte um dia vos separa dela será por pouco tempo...

- Vós, que servis um patrão e que deveis trabalhar para ele, amá-lo e respeitá-lo, cuidar dos seus interesses e valoriza-los com o vosso trabalho e vossa fidelidade; não esqueçais que esse patrão não é o vosso patrão senão por poucos anos, pois a vida passa rapidamente e vos conduzirá a um lugar em que não mais sereis operários, mas reis para toda a eternidade...

- A vossa alma que foi criada por um Pai que vos ama, não com qualquer amor, mas com amor imenso e eterno, encontrará um dia o lugar da felicidade sem fim que Esse Pai vos prepara, resposta a todas as suas necessidades.
  • Lá, encontrareis a recompensa do trabalho cujo peso houverdes suportado aqui na terra.
  • Lá, encontrareis a família que tanto amastes sobre a terra e pela qual vertestes vossos suores.
  • Lá, vos unireis ao Vosso Pai que é Vosso Deus!
  • Se soubésseis a felicidade que vos espera!

- Mas, ouvindo-Me, talvez estejas dizendo:
- Quanto a mim, não tenho fé! Não creio na outra vida!

- Não tens fé?
- Então se não crês em Mim, porque Me persegues?
- Porque te revoltas contra as minhas Leis, e fazes guerra aqueles que Me tem amor?
- E se queres a liberdade para ti, porque não a dás aos outros?

- Não acreditas na vida eterna?
- Dize-me se vives feliz na terra e se não sentes necessidade de alguma coisa que não podes encontrar aqui...
- Procuras prazer e, se chegas a consegui-lo não ficas saciado....
- Andas atrás de riqueza e, se a encontras um dia, dentro em pouco tempo estas cansado!...

- Não, coisa nenhuma destas é o que tu DESEJAS...
- O que DESEJAS, certamente não encontrarás na terra!
- Porque, aquilo de que tens necessidade, é de paz, não a paz do mundo, mas a dos filhos de Deus, e como poderias tu encontra-la no seio da revolta?

- Por isso é que Eu venho mostrar-te onde está essa paz, onde encontrarás essa felicidade, onde saciarás esta sede que há longo tempo te devora.
- Não te revoltes, se Me ouves dizer-te:
- Tudo isso, encontrarás no cumprimento da Minha Lei; não te espantes desta palavra, a Minha Lei não é tirânica: é Lei de amor!
- Sim, a Minha Lei é de amor, porque Eu Sou teu Pai.
- Venho ensinar-te o que é essa Lei e o que é o Meu Coração que vo-la dá, esse Coração que tu não conheces e que tantas vezes tens ferido! Procuras-Me para Me dar a morte, ao passo que Eu te procuro para te dar a vida.

- Qual de nós dois triunfará?
- A tua alma ficará tão endurecida que não se renda Aquele que te deu a Sua própria Vida e todo o Seu Amor?

- Vinde agora aprender, filhos Meus, o que vos pede Vosso Pai, como prova de amor: Bem sabeis que a disciplina é necessária no exercito, e o regulamento na família bem ordenada. Também na grande família de Jesus Cristo, impõe-se uma Lei, mas uma Lei cheia de suavidade.


“Apelo ao Amor” A mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e Sua Mensageira Irmã Josefa Menéndez da Sociedade do Sagrado Coração. 10 a 19.junho.1923

domingo, 1 de janeiro de 2017

Felicidade dos santos


Felicidade dos santos
- O homem justo, ao encerrar sua vida terrena no amor, já não poderá progredir na virtude.
 Para sempre continuará a amar no grau de caridade que atingiu ao chegar até mim.
- Também será julgado na proporção do amor.
- Continuamente ME DESEJA, continuamente me possui; sua aspirações não caem no vazio.
- Ao DESEJAR, será saciado; ao saciar-se, sentirá ainda fome; distanciando-se, assim, do fastio da saciedade e do sofrimento da fome.

- Os bem aventurados gozam da minha eterna visão. Cada um no seu grau, de acordo com a caridade em que vieram participar de tudo o que possuo.
- Por terem vivido no meu amor e no amor dos homens; por terem praticado a caridade em geral e em particular, qual fruto de um único amor desfrutam -na alegria e gozo- dos bens pessoais e comuns que mereceram.
- Colocados entre os anjos e santos, com eles se rejubilam na proporção do bem praticado na terra.
- Entre si congraçados na caridade, os bem aventurados de modo especial comunicam-se com aqueles que amaram no mundo. Realizam-no, naquele mesmo amor que os fez crescer na graça e nas virtudes. Na terra, ajudavam-se uns aos outros, a glorificar-me, a louvar-me em si mesmo e nos outros; tal amor continua na eternidade. Conservam-no, partilham-no profundamente entre si; com maior intensidade até, associando-se a felicidade geral.
- Não penses que a felicidade celeste seja apenas individual. Não! Ela é participada por todos os cidadãos da pátria, homens e anjos.
- Quando chega alguém a vida eterna, todos sentem sua felicidade, da mesma forma como ele participa do prazer de todos. Não no sentido que os bem aventurados progridam ou se enriqueçam, pois todos são perfeitos e não precisam de acréscimos.
- É uma felicidade, um prazer, um júbilo, uma alegria que se renova interiormente, ao tomarem eles conhecimento da riqueza espiritual do recém chegado. Todos compreendem que ele foi elevado da terra a plenitude da graça por minha misericórdia; naquele que chegou todos se alegram, gratos pelos dons por mim recebidos. O novo eleito, igualmente, sente-se feliz em mim e nos bem aventurados, neles contemplando a doçura do meu amor.
- Em seus anseios, os eleitos clamam continuamente diante de mim em favor do mundo inteiro.
- Suas vidas haviam terminado no amor fraterno; continuam no mesmo amor. Aliás, foi exatamente por tal caridade que passaram pela porta, que é Meu Filho Jesus Cristo.

- Os bem aventurados continuam no céu, eternamente, naquele mesmo amor com que encerraram a vida terrena.
- Conformam-se inteiramente a minha vontade, SÓ DESEJAM O QUE EU DESEJO. Chegando ao momento da morte em estado de graça, seu livre arbítrio fixa-se no amor e eles não pecam mais. Suas vontades identificam-se com a minha. Se um pai, uma mãe veem ou, em sentido contrário, se um filho vê os pais no inferno, não se perturbam. Até se alegram por ver tal pessoa punida, como se fosse inimigo seu.

- Os bem aventurados em nada se distanciam de mim. SEUS DESEJOS estão saciados.
- Anseiam em ver-me glorificado por vós, viandantes e peregrinos que sois em direção a morte.
- Aspirando por minha honra, querem vossa salvação e sempre rogam por vós.
- De minha parte, escuto seus pedidos naquilo em que vós, por maldade, não opondes resistência a minha bondade.

- Os bem aventurados DESEJAM recuperar seus corpos; toda via não sofrem por sua ausência. Até se alegram, na certeza de que tal aspiração será realizada.
- A ausência do corpo não lhes diminui o prazer, não é angustiante, não faz sofrer.
- Nem julgues que a satisfação de ter o corpo após a ressurreição lhes traga maior bem aventurança. Se isso fosse verdade, seria sinal de que a felicidade anterior era imperfeita enquanto não o recuperassem, e isto não pode ser.
- De fato, nenhuma perfeição lhes falta:
Não é o corpo que faz feliz a alma, mas o contrário.

- Quando esta recupera o corpo no dia do Juízo, participará ele da plenitude e da perfeição da alma. Naquele dia, esta se fixará para sempre em mim, e o corpo -em tal união- ficará imortal, sutil, leve.
- Deves saber que o corpo ressuscitado pode atravessar uma parede, que o fogo e a água não o ofendem. Tal propriedade lhe advém, não de uma virtude própria, mas por uma força que gratuitamente concedo a alma, que foi criada a minha imagem e semelhança num inefável ato de amor.

- Tua inteligência não dispõe da capacidade necessária para entender, nem teus ouvidos para escutar, a língua para narrar e o coração para sentir qual a felicidade dos santos.
- Que prazer sentem na minha visão, que satisfação ao recuperar o corpo glorificado! Até o Juízo final não o possuem, mas sem sofrimento; suas almas já são perfeitas e o corpo apenas virá a participar dessa plenitude.

- Estava Eu falando da perfeição que o corpo ressuscitado receberá da humanidade glorificada de Jesus, a qual vos dá a certeza da ressurreição! No seu corpo brilham as chagas, sempre vivas; conservam-se as cicatrizes a implorar continuamente perdão para vós a mim, Pai eterno.
- Os bem aventurados assemelhar-se-ão a Cristo na alegria e no prazer: os olhos dos santos serão como os do Ressuscitado, as mãos como suas mãos, todo o corpo igual ao seu. Unidos a mim, estarão unidos a Ele, que é uma só coisa comigo.

- Serão felizes vossos olhos ao ver o corpo ressuscitado do meu filho. Por que? Porque a vida dos santos, ao encerrar-se no amor, não muda mais; como não podem praticar um bem ulterior, gozam daquilo que trouxeram. Já não fazendo obras meritórias -somente nesta vida é possível merecer ou pecar, segundo o livre parecer da VONTADE- aguardam o Juízo final sem temor.
- Mas também com alegria. Desse modo, a face de Cristo não lhe será um rosto severo e irado. Morreram no meu amor e no amor do próximo.

- Quando Cristo vier julgar com majestade divina, não o verão com severidade; tal acontecerá com os que serão condenados. Estes verão o Ressuscitado com rosto severo e justo. Para os santos sua face mostrar-se-á amorosa e cheia de misericórdia.


O Diálogo-Santa Catarina de Sena, 14.4