Mostrando postagens com marcador Feliz. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Feliz. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Alegrai-vos Comigo

 

Alegrai-vos Comigo

Páscoa da Ressurreição:

- Jesus, que Eu trouxe com inefável amor no Meu Seio Virginal e a quem, durante nove meses, dei carne e sangue, para O preparar para o Seu Nascimento Humano, Ressuscitou.

- Alegrai-vos Comigo.

- Jesus que, desde criança estreitei nos Meus Braços, a quem ensinei a dar os primeiros passos, a quem Formei e Criei como Mãe Amorosa e Cuidadosa, Ressuscitou.

- Alegrai-vos Comigo.

- Jesus, que contemplei na Sua Infância, vi desenvolver-Se segundo o ritmo do Seu Crescimento Humano, e fazer-Se jovem durante a Sua Adolescência, Ressuscitou.

- Alegrai-vos Comigo.

- Jesus, que padeceu a incompreensão, a marginalização, a persistente rejeição das autoridades religiosas, ao mesmo tempo que era cada vez mais acolhido e seguido pelos pequeninos, pelos pobres, pelos doentes e pelos pecadores, Ressuscitou.

- Alegrai-vos Comigo.

- Jesus, que foi abandonado pelos Seus Discípulos, renegado, traído, condenado a morte pelo Tribunal Religioso, levado diante de Pilatos, Flagelado, Coroado de Espinhos, Conduzido ao Patíbulo e Crucificado, Ressuscitou.

- Alegrai-vos Comigo.

- Jesus, que foi morto na Cruz e deposto no Sepulcro, Ressuscitou.

- Filhos prediletos, neste dia de Páscoa, Alegrai-vos Comigo.

- Participai da alegria inefável que o Meu Coração Imaculado sentiu, quando vi diante dos olhos, ainda banhados de lágrimas, o Meu Filho Jesus no Esplendor Divino do Seu Corpo Glorioso.

- Naquele momento, a dor transformou-se em alegria para toda a Humanidade, as trevas em Luz, a maldade em Bondade, o pecado em Graça, o ódio em Amor, a morte em Vida, a Justiça em Triunfo da Divina Misericórdia.

- Alegrai-vos Comigo, filhos prediletos, vivendo Comigo o alegre Mistério desta Páscoa do Ano Mariano a Mim Consagrado.

- Hoje também esta pobre Humanidade, que ainda está fechada no Sepulcro gelado do pecado, da Rejeição de Deus, do ódio, da violência, da guerra, da impureza e da iniquidade, é chamada a sair do seu túmulo de trevas e de morte.

- Alegrai-vos todos Comigo porque neste dia da Sua Páscoa Eu vos anúncio que Jesus Ressuscitado voltará no Esplendor Divino da Sua Majestade e da Sua Glória.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 03.04.88

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Vigiai na Oração

Gotas das Minhas Lágrimas

Sinais do vosso tempo

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

O Sinal que Deus dá

 

O Sinal que Deus dá

- Filhos prediletos, não se perturbe o vosso coração.

- Porque duvidais?

- Porque olhais, inseguros para o presente e o futuro, procurando o Sinal que Eu vos predisse?

- Um só é o Sinal que Deus dá ao mundo e a Igreja de hoje: Eu Mesma.

- Só Eu sou anunciada como o Grande Sinal do Céu:

Esta Mulher vestida de sol,

com a lua debaixo dos pés e com Doze Estrelas,

com luminosa Coroa em torno da Sua Cabeça.

- É preanunciada a Minha vitória sobre o Dragão Vermelho, sobre o Ateísmo triunfante e hoje aparentemente vitorioso.

- Esta vitória será obtida por meio do Triunfo do Meu Coração Imaculado no mundo e esta Minha vitória, alcançá-la-ei com os Sacerdotes do Meu Movimento.

- Não busqueis, por agora, outros prodígios no Céu.

- Este será o único prodígio.

- Por isso, preparai-vos na oração, no sofrimento, na total confiança em Mim.

- Estão próximas as horas decisivas da Batalha, mas antecipo já que o grandioso Sinal da Minha vitória sois vós, Sacerdotes a Mim Consagrados, que estou reunindo na Igreja, da qual sou Mãe.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 30.11.74

Clique aqui e veja também:

A Grande Apostasia

Mérito no sofrimento

Pureza e Impureza

 “Senhor, que vosso Amor, 

Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, 

Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Arca da Nova Aliança

 

Arca da Nova Aliança

Rubio | Itália.

- Filhos prediletos, Eu vos conduzo todos os dias

pelo caminho da vossa Perfeita Imitação do Meu Filho Jesus.

- Só assim podereis tornar-vos hoje

um Sinal de Alegria e de Consolação para todos.

Os Anos Dolorosos da Prova

- Estes são os Anos Dolorosos da Prova.

- Esta Prova já vos foi preanunciada por Mim

de muitos modos e com muitos sinais.

- Mas quem é que crê em Mim?

- Quem Me ouve?

- Quem se empenha verdadeiramente em mudar de vida?

Duas espadas transpassam o Meu Coração de Mãe

- Eu estou entre duas espadas

que transpassam o Meu Coração de Mãe:

de um lado,

vejo o grande perigo que correis,

por causa do castigo que já está as portas;

de outro lado,

vejo a vossa incapacidade de crer e de acolher os convites a conversão

que Eu vos dirijo para que possais evitar.

- Então dirijo-Me novamente a vós,

Meus prediletos

e filhos a Mim Consagrados,

e vos convido a Vos elevardes:

acima do mundo,

acima das vossas preocupações cotidianas,

dos apegos desordenados as criaturas e a vós próprios,

acima da mediocridade e da tibieza,

de uma aridez cada vez mais vasta.

O Refúgio Espiritual antes do Refúgio Físico

- Entrai no Refúgio que a Mãe Celeste vos preparou

para a vossa salvação e

para que possais passar em segurança,

no Meu Coração Imaculado,

os terríveis dias da Grande Tempestade,

que já chegou.

- Esta é a hora de vos refugiardes todos em Mim,

porque Eu sou a Arca da Nova Aliança.

- Nos Tempos de Noé,

imediatamente antes do dilúvio,

encontravam na Arca aqueles que o Senhor destinava a sobreviver ao Seu Terrível Castigo.

- Nos Vossos Tempos

Eu convido a entrar na Arca da Nova Aliança,

que construí no Meu Coração Imaculado,

todos os Meus filhos,

para que sejam ajudados por Mim

a levar o peso sangrento da Grande Prova,

que precede a Vinda do Dia do Senhor.

- Não olheis para outro lado.

Como no Tempo do Dilúvio

- Hoje acontece como no Tempo do Dilúvio

e ninguém pensa naquilo que vos espera.

- Todos andam muito ocupados a pensar

só em si próprios,

nos próprios interesses terrenos,

no prazer,

a satisfazer de todos os modos

as próprias paixões desordenadas.

- Mesmo na Igreja,

como são poucos os que se preocupam

com os Meus Maternos e tão Dolorosos Apelos.

Pelo menos vós deveis escutar-Me e seguir-Me

- Pelo menos vós,

Meus prediletos,

deveis escutar-Me e seguir-Me.

- Então, por meio de vós,

poderei chamar todos

a entrar o mais depressa possível

na Arca da Nova Aliança e da Salvação,

que o Meu Coração Imaculado

vos preparou para estes Tempos de Castigo.

- Aqui estareis em paz e podereis tornar-vos Sinais

da Minha Paz e

da Minha Consolação Materna

para todos os Meus pobres filhos.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 30.07.86

“Com a saudação do Anjo

a Santíssima Virgem foi Consagrada como a Igreja.

Com as palavras:

“Eis aqui a Serva do Senhor,

faça-se em Mim segundo a tua palavra”,

o Verbo entrou em Maria,

saudado pela Igreja,

através de Sua Serva.

Deus estava em Seu Templo,

Maria era agora o Templo e a Arca da Nova Aliança.

A saudação de Isabel

e o movimento de João abaixo do coração de sua mãe

foi o primeiro ato de adoração

da comunidade na presença do Santíssimo.”

Santíssima Virgem Maria | Anna Catharina Emmerich pg 182

Clique aqui e veja também:

O enorme Dragão vermelho

Segundo Advento de Jesus

Caminho do Calvário

“Senhor, que vosso Amor, 

Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, 

Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

"Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva"

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Na hora da vossa morte

 


Na hora da vossa morte

- Filhos prediletos, hoje vos recolheis em oração, recordando os vossos irmãos que vos precederam com o sinal da fé e dormem agora o sono da paz.

- Como é grande o número dos Meus prediletos e dos filhos Consagrados ao Meu Coração Imaculado que já entraram no repouso do Senhor.

- Muitos deles participam da plenitude da alegria, na perfeita posse de Deus e, juntamente com os exércitos dos Anjos, são Luzes que brilham na eterna bem aventurança do Paraíso.

- Muitos encontram-se no Purgatório, com a certeza de estarem salvos para sempre, mas encontram-se ainda no sofrimento purificador, porque a sua posse de Deus ainda não é plena e perfeita.

- Hoje quero dizer-vos que estes vossos irmãos estão particularmente perto de vós e constituem a parte mais preciosa do Meu Exército Vitorioso.

- O Meu Exército é um só, como uma só é a Minha Igreja, reunida na alegre experiência da Comunhão dos Santos.

- Os Santos intercedem por vós,

iluminam o vosso caminho,

ajudam-vos com o seu puríssimo amor,

defendem-vos das astuciosas insídias que o Meu adversário vos arma e

esperam, ansiosos, pelo momento em que se encontrarão convosco.

- As almas do Purgatório rezam por vós, oferecem os seus sofrimentos pelo vosso bem e são ajudadas, pelas vossas orações, a libertarem-se daquelas imperfeições humanas que lhes impedem de entrar na Felicidade Eterna do Paraíso.

- Os Santos que viveram na terra a Consagração ao Meu Coração Imaculado, compondo uma coroa de amor para aliviar as dores da vossa Mãe Celeste, formam aqui no Paraíso a minha mais bela coroa de glória.

- Eles estão ao lado do Meu trono e seguem a vossa Mãe Celeste para onde quer que vá.

- As almas do Purgatório, que fizeram parte do Meu Exército na terra, gozam agora duma particular União Comigo, sentem de maneira especial a Minha Presença, que adoça a amargura do seu sofrimento e abrevia o Tempo da sua Purificação.

- Sou Eu mesma que vou ao seu encontro para as acolher nos Meus Braços, para as introduzir na Luz incomparável do Paraíso.

- Assim, estou sempre ao lado de todos vós, meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração, durante a vossa dolorosa peregrinação terrena, mas estou de modo especialíssimo ao vosso lado na hora da vossa morte.

- Quantas vezes, recitando o Santo Terço, Me repetistes esta oração:

Santa Maria, Mãe de Deus,

rogai por nós pecadores,

agora e na hora da nossa morte. Amém.

- Esta é uma invocação que Eu escuto com grande alegria e é sempre atendida por Mim.

- Se como Mãe, estou ao lado de cada um dos Meus filhos, na hora da morte estou particularmente junto de vós que sempre vivestes, por meio da vossa Consagração, no Refúgio Seguro do Meu Coração Imaculado.

- Na hora da vossa morte, estou perto de vós com o Esplendor do Meu Corpo Glorioso, acolho as vossas almas nos Meus Braços Maternos e levo-as diante do Meu Filho Jesus, para o seu Juízo Particular.

- Pensai como deve ser alegre o encontro com Jesus para aquelas almas que Lhe são apresentadas pela sua própria Mãe.

- Isto porque Eu as cubro com a Minha Beleza,

dou-lhes o perfume da Minha Santidade,

o candor da Minha Pureza,

a Cândida Veste da Minha Caridade e, se ficou alguma mancha, passo com a Minha Mão Materna para a apagar e vos dar aquele Esplendor que vos permite entrar na eterna bem aventurança do Paraíso.

- Bem aventurados aqueles que morrem ao lado da vossa Mãe Celeste.

- Sim, bem aventurados, porque morrem no Senhor, encontrarão o repouso de suas fadigas e o bem que fizeram os acompanha.

- Meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração Imaculado, hoje convido-vos a entrar numa grande intimidade Comigo, durante a vossa vida, se quereis experimentar a grande alegria de Me ver ao vosso lado, para acolher nos Meus Braços Maternos as vossas almas, na hora da vossa morte.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 02.11.92

Clique aqui e veja também:

Maria, caminho fácil, curto e perfeito

O Dragão será acorrentado 

(A vossa Mãe Celeste é a Onipotência Suplicante | A Vossa Mãe Celeste vos pede, hoje, que useis o Santo Terço como a arma mais eficaz para combater a Grande Batalha, as ordens da “Mulher vestida de sol”)

Vontade, porta de entrada da alma

Obediência e desobediência

 

Ave Maria cheia de graça,

o Senhor é convosco,

Bendita sois vós entre as mulheres e

Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,

rogai por nós pecadores,

agora e na hora da nossa morte. Amém.

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

domingo, 1 de novembro de 2020

O Paraíso une-se a terra

 


O Paraíso une-se a terra

- Continua este teu maravilhoso caminho, meu pequeno filho, e responde a missão que Eu te confiei.

- Vê por toda a parte o Triunfo do Meu Coração Imaculado que Eu levo avante, agora de maneira cada vez mais forte, nos corações e nas almas.

- O Paraíso une-se a terra.

- É no Meu Coração Imaculado que acontece, cada dia, para vós, o encontro com os vossos irmãos e as vossas irmãs que vos precederam aqui, no Paraíso, e já gozam da eterna felicidade dos Santos.

- Na Luz da Santíssima Trindade, eles contemplam o Meu desígnio e o seu jubilo aumenta perante a visão do pleno Triunfo de Cristo, que formará finalmente, os Novos Céus e a Nova terra.

- O Paraíso une-se a terra, numa grande comunhão de oração, que se eleva de todos os Meus filhos, para que Jesus apresse o Seu retorno na glória e o mundo inteiro se transforme no maravilhoso Jardim de graça e de santidade, onde a Santíssima Trindade possa ainda Se refletir com complacência.

- - O Paraíso une-se a terra, formando o único exército, do qual Eu sou a Celeste Comandante, para combater a parte mais importante da batalha contra satanás e todas as forças do mal e para obter a Minha maior vitória.

- O Paraíso une-se a terra, agora que estais vivendo o período conclusivo da Purificação e da Grande Tribulação.

- Assim, os Santos do Céu, iluminam a vossa existência,

socorrem-vos com a sua poderosa ajuda,

defendem-vos das insídias astuciosas do Meu adversário,

conduzem-vos pela mão, pelo caminho da santidade, esperando ansiosamente que vos associeis, um dia, a sua eterna bem aventurança.

- Por isso, vos convido hoje a viver a alegre experiência da Comunhão dos Santos.

- Então, recebereis força e coragem para superar os momentos da Prova;

e o Paraíso vos será iluminado do doloroso caminho que todos deveis percorrer para atravessar o luminoso limiar da esperança.

- O Paraíso une-se a terra no Jardim Celeste do meu Coração Imaculado, porque, com o Seu Triunfo, descerá do Céu o orvalho da Divina Misericórdia, que levará o mundo inteiro a uma nova vida.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 01.11.95– Festa de Todos os Santos / Pouso Alegre-MG BR

Clique aqui e veja também:

Grande prova

Novos Céus e Nova Terra

Jesus as almas comuns

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

"Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva"

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Orando por seus entes queridos / Padre Michel Rodrigue 11



Orando por seus entes queridos / Padre Michel Rodrigue 11

Padre Michel Rodrigue fala aos que se preocupam com a salvação dos entes queridos:

- Muitos me perguntam:

“Padre, meus filhos. Padre, meus filhos.”

- A cada minuto que estou com as pessoas, elas me perguntam sobre isso.

- Escute-me bem.

- Eu acho que agora temos que orar pelas famílias, temos que reunir nossas famílias.

- Mas o problema que você diz, Padre, é que eles não querem nos ouvir.

- E eu sei disso, e vou repetir o que disse no ano passado.

- Renove sua consagração aos Santos Corações de Jesus e Maria.

- Esta é a primeira coisa que devemos fazer juntos em nossa família.

- Não julgue aqueles que não querem fazer isso com você - seus filhos que recusam.

- Não os amaldiçoe.

- Não os empurre.

- Em vez disso, ore pelo dia em que eles serão iluminados para fazer sua própria escolha.

- Ore para que, após a Iluminação da consciência, eles recebam a graça da conversão, digam sim a Jesus e recebam Deus totalmente, livremente.

- Com suas orações e sacrifícios de hoje, com o amor que você carrega em seu coração por eles, você lhes dá a bênção que você também receberá Dele por estar ciente do que fazer.

- Devido a esse amor e carinho que você tem hoje por sua família, eles se lembrarão de você.

- Eles vão pensar: “Meu pai me ensinou isso. . . Minha mãe me ensinou.

- Eles estavam me comunicando a verdade.

- Eu devo ir para casa.

- Eles vão me guiar.

- Eu preciso deles.

"A semente que você plantou neles florescerá naquele momento.”

- Eles voltarão para você e você os reconstruirá em relação à fé deles.

- Você tem seis semanas para fazer isso.

- E então, faça com amor.

- O mesmo desejo que você tem em seu coração, Nosso Pai Eterno tem em Seu coração.

- Você tem esse desejo porque sua paternidade e maternidade vêm da paternidade dele.

- O Papa João Paulo II tocou em todas as partes do ensino da Igreja, e uma das maiores coisas que ele fez foi dar um novo catecismo à fé católica.

- Toda família deve ter esse catecismo. Existe o ensino da Igreja.

- Você deve orar por essa Iluminação da consciência que eles terão após o Aviso, quando estarão livres para aceitar Jesus e aprender com você.

- Se você forçá-los agora, você os tornará teimosos, resistentes, argumentativos, que são obras do diabo.

- Quando você os incomoda, você os esgota.

- Você tem que usar o dom da sabedoria.

- Ore por eles.

- Seja testemunha do seu amor a Cristo na frente deles e responda quando eles o questionarem.

- Não latir para eles como um pitbull.

- Você pensa que está servindo ao Senhor quando está fazendo isso.

- Hã!

- O diabo usa o que você está fazendo para torná-los maiores pecadores.

- Você entende agora? 

- Então, ore por eles.

- Ore em silêncio, como a Virgem Maria reza, com humildade por este tempo do Aviso.

- Será o maior presente que este mundo receberá.

- Quando orarem juntos em família, orem diante de uma imagem ou manjedoura da sagrada família. 

- Sua contemplação da Virgem Maria, São José e o menino Jesus trará tantas graças à sua família que a unidade da sua família será restaurada.

- Quando queremos estar limpos, buscamos água limpa, mas o mundo hoje não está limpo.

- Nos oferece água suja.

- Toda vez que alguém sai de sua casa, você sabe que o espírito deste mundo tentará prender a pessoa com coisas muito impuras.

- Por causa de sua oração, por causa da sagrada família, todos que deixarem sua casa poderão resistir ao tentador porque serão protegidos.

- É por isso que é difícil anunciar as boas novas na frente de nossos amigos, na frente de nossos filhos.

- Mas eles precisam ouvir.

- Embora tenhamos cuidado para não pressionar demais, devemos anunciar e convidar.

- Isso é difícil porque o demônio quer nos silenciar, nos calar.

- Um dia, quando eu estava me preparando para fazer um exorcismo, disse à irmã que estava me acompanhando: “Não é difícil.

- É o Reino de Deus que virá sobre essa pessoa.” E eu ouvi: "Cale a boca!"

- Eu disse: "Cale a boca, você mesmo!"

- Então, esperamos a grande ternura misericordiosa do Senhor, dada através da Iluminação da Consciência.

 

Para continuar no próximo post do "retiro virtual" com o Padre Michel, clique aqui:

Após o Aviso e a Terceira Guerra Mundial / Padre Michel Rodrigue 12

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Jesus as almas comuns


Apelo de Jesus as almas comuns
- Dirijo-Me a todos:
  • As almas consagradas e as do mundo;
  • Aos justos e aos pecadores;
  •  Aos sábios e aos ignorantes;
  • Aos que governam e aos que obedecem.
- A todos venho dizer:
  • Se queres felicidade, Eu Sou a Felicidade;
  • Se procurais riqueza, Eu Sou a Riqueza infinita.
  • Se DESEJAIS paz, Eu Sou a Paz.
  • Sou a Misericórdia e o Amor.
Diferentes respostas das almas aos convites e ao Amor de Deus
- Uns Me conheceram verdadeiramente e, sob o impulso do amor, sentiram acender-se neles vivo DESEJO de se dar completa e desinteressadamente ao Meu serviço que é o de Meu Pai.
- Perguntaram-Lhe que poderiam fazer por Ele, e Meu Pai respondeu:
  • Deixa a vossa casa, abandonai os vossos bens, renunciai a vós mesmos, depois vinde após mim e fazei tudo o que Eu vos disser!

- Outros sentiram o seu coração comover-se a vista do que o Filho de Deus fez pela sua salvação. Cheios de boa vontade, apresentaram-se a Ele, procurando como poderiam reconhecer a Sua Bondade e trabalhar pelos Seus interesses, mas sem abandonar os próprios.
- A esses disse o Pai:
  • Guardai a lei que o Senhor Vosso Deus vos deu. Guardai os Seus Mandamentos e, sem desvio para a direita ou para a esquerda, vivei na paz dos meus servos fieis.

- Outros, pouco compreenderam quanto Deus os ama!
  • Todavia, não lhes falta boa vontade e vivem sob a sua lei, mas sem amor, e são levados pela inclinação natural para o bem, que a graça deixou no fundo de sua alma. Estes não são servos voluntários, porque não se oferecem as ordens do Seu Deus... Mas, como não há neles má vontade, basta-lhes uma indicação, em muitos casos, para se prestarem ao Seu serviço.

- Outros enfim, mais por interesse que por amor, não se submetem a Deus senão na medida estreitamente exigida para não perderem a recompensa final prometida a observância da Sua Lei.

- Mas, apresentam-se porventura todos os homens ao serviço do Seu Deus?

- Não há também os que ignoram o grande Amor de que são objeto e que não corresponderão jamais ao que Jesus Cristo fez por eles?
- Ai!... se muitos O conheceram e desprezaram, muitos nem mesmo O conhecem!

A todos Jesus Cristo vai dizer uma palavra de amor
A quem não Me conhece:
- Falarei primeiro aqueles que não Me conhecem, sim... a vós filhos queridos, que, desde a mais tenra infância, vivestes longe de Vosso Pai! Vinde! Eu vos direi porque O não conheceis e, quando souberdes quem é Ele, e que Coração amante e terno tem para vós, não podereis resistir ao Seu Amor.
- Não acontece muitas vezes aqueles que crescem longe de seus pais, terem pouco ou nenhum amor para com eles?... Mas, se, um dia, a esses filhos se revelam a doçura e a ternura de um pai e de uma mãe, não se prendem a eles talvez ainda mais do que aqueles que, desde a infância, nunca deixaram o lar?

A quem não Me ama, Me odeia e Me persegue:
- A vós, que não somente não Me amais, mas ainda Me odiais e até Me perseguis, perguntarei:
- Por que esse ódio tão grande?
- Que vos fiz para que Me maltrateis dessa maneira?
- Muitos nunca propuseram a si mesmos esta pergunta e hoje que Eu próprio lhe proponho, responderão talvez:
  • Não sei.
- Pois responderei Eu por vós:
  • Se, desde a vossa infância, não Me conheceis é porque ninguém vos ensinou a conhecer-Me. E, ao passo que foi crescendo, cresciam também em vós as inclinações da natureza viciada:
    • O amor do prazer e do gozo,
    • O DESEJO da riqueza e da liberdade...
- Depois, um dia, ouvistes falar de Mim, ouvistes dizer que, para viver segundo a Minha Vontade, é preciso amar e suportar o próximo, respeitar os seus direitos e os seus bens, submeter e refrear a própria natureza; numa palavra, viver sob o jugo duma Lei.

A quem segue somente suas paixões:
- E vós que desde os vossos primeiros anos, viveis seguindo a inclinação da natureza e talvez os incitamentos das vossas paixões, vós, que não sabíeis de que Lei se tratava, protestastes bem alto:
  • Quero gozar! Quero ser livre! Não quero outra lei senão o meu gosto!
- Foi assim que começastes a odiar-Me e a perseguir-Me... Mas, Eu, que Sou Vosso Pai, Vos amava. E enquanto vos via tão cegamente revoltados, o Meu Coração, mais que nunca se enchia de ternura por vós. Assim se passaram os anos de vossa vida, muitos talvez.

Eu Sou Jesus
- Hoje, não posso conter por mais tempo o impulso do Meu Amor!
- E, vendo que viveis em guerra declarada contra Aquele que tanto vos ama, venho Eu mesmo dizer-vos quem Sou.
- Filhos queridos! Eu Sou Jesus, e este Nome significa Salvador. Por isso é que as minhas Mãos foram transpassadas pelos cravos que Me prenderam a Cruz, onde morri por vosso amor.
- Os Meus pés ostentam o vestígio das mesmas feridas, e o Meu Coração está aberto pela lança que o atravessou depois da Minha Morte!
- É assim que Me apresento a vós, para vos ensinar quem Sou e qual é a Minha Lei. Não vos atemorizeis! É a Lei do Amor!...
- E quando Me conhecerdes, achareis paz e felicidade.
- É triste viver na orfandade: vinde, filhos Meus, vinde a Vosso Pai.

A quem Me persegue porque não Me conhece:
- As pobres almas que Me perseguem porque não Me conhecem.
- Quero dizer-lhes o que Sou Eu e o que elas são:
  • Eu Sou o Vosso Deus e Vosso Pai! O Vosso Criador e o Vosso Salvador!
  • Vós sois as minhas criaturas, os meus filhos, os meus resgatados também, porque foi a custa da Minha Vida e do Meu Sangue que vos livrei da escravidão e da tirania do pecado.
  • Vós tendes uma alma grande, imortal e feita para a felicidade sem fim, tendes uma vontade capaz do bem, um coração nobre que tem necessidade de amar e de ser amado.
- Se procurais apagar com bens terrenos e passageiros essa sede de felicidade e essa necessidade de amar, tereis sempre fome e nunca achareis alimento que vos sacie. Vivereis continuamente em luta convosco, sempre tristes, inquietos e perturbados.
- Se sois pobres e o vosso ganha pão é o trabalho, as misérias da vida vos encherão de amargura.
- Sentireis crescer em vós o ódio contra aqueles que são vossos patrões e, talvez, ireis até o ponto de lhes DESEJAR a desgraça, a fim de que também eles se vejam como vós, sujeitos as mais duras necessidades...
- Sentireis cair sobre vós o cansaço, a revolta, o desespero, mesmo porque o caminho é áspero e, por fim é fatal a morte!
- Sim, sob o ponto de vista humano, tudo isto é duro!
- Mas Eu venho mostrar-vos a vida sob um aspecto real, muito diferente daquilo que vedes:

- Vós, que estais privados dos bens da terra e obrigados a trabalhar sob o comando de um patrão para viver, não sois todavia escravos, mas fostes criados para ser livres na eternidade...

- Vós, que procurais amor e que nunca vos sentis saciados, fostes feito para amar, não o que passa mas o que é eterno...

- Vós, que amais profundamente a vossa família e que trabalhais para assegurar a sua subsistência, o seu bem estar e a sua felicidade na terra, não esqueçais que se a morte um dia vos separa dela será por pouco tempo...

- Vós, que servis um patrão e que deveis trabalhar para ele, amá-lo e respeitá-lo, cuidar dos seus interesses e valoriza-los com o vosso trabalho e vossa fidelidade; não esqueçais que esse patrão não é o vosso patrão senão por poucos anos, pois a vida passa rapidamente e vos conduzirá a um lugar em que não mais sereis operários, mas reis para toda a eternidade...

- A vossa alma que foi criada por um Pai que vos ama, não com qualquer amor, mas com amor imenso e eterno, encontrará um dia o lugar da felicidade sem fim que Esse Pai vos prepara, resposta a todas as suas necessidades.
  • Lá, encontrareis a recompensa do trabalho cujo peso houverdes suportado aqui na terra.
  • Lá, encontrareis a família que tanto amastes sobre a terra e pela qual vertestes vossos suores.
  • Lá, vos unireis ao Vosso Pai que é Vosso Deus!
  • Se soubésseis a felicidade que vos espera!

- Mas, ouvindo-Me, talvez estejas dizendo:
- Quanto a mim, não tenho fé! Não creio na outra vida!

- Não tens fé?
- Então se não crês em Mim, porque Me persegues?
- Porque te revoltas contra as minhas Leis, e fazes guerra aqueles que Me tem amor?
- E se queres a liberdade para ti, porque não a dás aos outros?

- Não acreditas na vida eterna?
- Dize-me se vives feliz na terra e se não sentes necessidade de alguma coisa que não podes encontrar aqui...
- Procuras prazer e, se chegas a consegui-lo não ficas saciado....
- Andas atrás de riqueza e, se a encontras um dia, dentro em pouco tempo estas cansado!...

- Não, coisa nenhuma destas é o que tu DESEJAS...
- O que DESEJAS, certamente não encontrarás na terra!
- Porque, aquilo de que tens necessidade, é de paz, não a paz do mundo, mas a dos filhos de Deus, e como poderias tu encontra-la no seio da revolta?

- Por isso é que Eu venho mostrar-te onde está essa paz, onde encontrarás essa felicidade, onde saciarás esta sede que há longo tempo te devora.
- Não te revoltes, se Me ouves dizer-te:
- Tudo isso, encontrarás no cumprimento da Minha Lei; não te espantes desta palavra, a Minha Lei não é tirânica: é Lei de amor!
- Sim, a Minha Lei é de amor, porque Eu Sou teu Pai.
- Venho ensinar-te o que é essa Lei e o que é o Meu Coração que vo-la dá, esse Coração que tu não conheces e que tantas vezes tens ferido! Procuras-Me para Me dar a morte, ao passo que Eu te procuro para te dar a vida.

- Qual de nós dois triunfará?
- A tua alma ficará tão endurecida que não se renda Aquele que te deu a Sua própria Vida e todo o Seu Amor?

- Vinde agora aprender, filhos Meus, o que vos pede Vosso Pai, como prova de amor: Bem sabeis que a disciplina é necessária no exercito, e o regulamento na família bem ordenada. Também na grande família de Jesus Cristo, impõe-se uma Lei, mas uma Lei cheia de suavidade.


“Apelo ao Amor” A mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e Sua Mensageira Irmã Josefa Menéndez da Sociedade do Sagrado Coração. 10 a 19.junho.1923

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Desejo Santo



Desejo Santo de Santa Catarina
- Desejando conhecer e seguir mais virilmente a Verdade, aquela serva elevou a Deus quatro pedidos: por si mesma, pela Igreja, pelo mundo e por um caso particular.
- O ardor era grande, contínuo. E aumentou ainda mais, quando a Verdade Primeira lhe revelou as necessidades do mundo, mostrando-lhe sua confusão e pecados.
- Tudo isso lhe acendia a chama do DESEJO SANTO, num misto de tristeza pelos pecados e de alegria pela esperança de que Deus haveria de dar solução a tantos males. 1.3

A culpa é reparada pelo amor
- Filha, fiz-te ver que a culpa não é reparada neste mundo pelos sofrimentos, suportados unicamente como sofrimentos, mas sim pelos sofrimentos aceitos com amor, com DESEJO SANTO -da glória divina e salvação dos homens-. 2.2
- Então Deus Pai, deixando-se levar pelas lágrimas e reter pelos laços do DESEJO SANTO daquela serva, olhou misericordiamente para ela e queixou-se nestes termos: Filha muito amável, tuas lágrimas me coagem, porque estão unidas a mim e são derramadas por amor; prendem-me os teus sofrimentos íntimos. 4.1
- Há um remédio, capaz de aplacar minha ira. São os meus servidores, quando se esforçam por coagir-me ao perdão com suas lágrimas, por reter-me com os laços do amor. Com essa corrente tu me amarraste! Dei tais servidores a ti, porque desejava ser misericordioso para com o mundo. É por tal motivo que infundo neles o ardor e o DESEJO de glorificar-me, bem como de salvar os homens.
- Quero ser coagido pelas suas lágrimas, diminuir a violência da minha justiça... é assim que realizarei o teu DESEJO. 4.4

Glória de Deus e Salvação dos homens
- Impulsionada pelo DESEJO SANTO, afervorou-se mais ainda e na fé pôs-se a refletir sobre o amor de Deus. Ela compreendia experimentalmente quanto somos obrigados a DESEJAR e promover a Glória Divina e a Salvação da humanidade. 9

Felicidade dos santos
- O homem justo, ao encerrar sua vida terrena no amor, já não poderá progredir na virtude. Para sempre continuará a amar no grau de caridade que atingiu ao chegar até mim. Também será julgado na proporção do amor.
- Continuamente me DESEJA, continuamente me possui; suas aspirações não caem no vazio.
- Ao DESEJAR, será saciado; ao saciar-se, sentirá ainda fome; distanciando-se, assim, do fastio da saciedade e do sofrimento da fome.
- Os bem aventurados continuam no céu, eternamente, aquele mesmo amor com que encerraram a vida terrena. Conformam-se inteiramente a minha vontade, só DESEJAM o que Eu DESEJO. Chegando ao momento da morte em estado de graça, seu livre arbítrio fixa-se no amor e eles não pecam mais. Seus DESEJOS estão saciados. 14.4
- Sou um Deus imutável, livre da acepção de pessoas, unicamente atento ao DESEJO SANTO.
- A felicidade dos santos é possuir a vontade satisfeita em todas as suas aspirações. Ao DESEJAR-ME, possuem-me. Só DESEJAM o que Eu DESEJO.
- Separando-se do corpo, a vontade dos bem aventurados realiza-se: ao DESEJO de ver-me corresponde a visão, e com ela, a beatitude. Vendo, conhecem-me; conhecendo, amam-me; amando, saboreiam-me; saboreando realizam-se quanto ao DESEJO de me ver e conhecer.
- DESEJANDO, possuem; possuindo, DESEJAM.
- Como disse o sofrimento está distante do DESEJO e o fastio da saciedade. Como vês, meus servidores são felizes, especialmente na visão celeste. Ela satisfaz seus DESEJOS, sacia suas vontades.
- Neste sentido afirmei que a vida eterna consiste na posse das coisas que a vontade DESEJA, isto é, conhecer-me, ver-me. 14.9

Ilusão do pecado
- O demônio convida os homens para a água morta, a única que lhe pertence, cegando-os com prazeres e satisfações do mundo. Usa o anzol do prazer e fisga-os mediante a aparência de bem. Sabe ele que por outros caminhos nada conseguiria; sem o vislumbre de um bem ou satisfação, os homens não se deixam aprisionar.
- Quando o homem decide suportar as tentações, parece-lhe difícil a quem DESEJA seguir a estrada da Verdade. Há sempre luta entre a consciência de um lado e a sensualidade do outro.
- Mas quando a pessoa virilmente renega a si mesma e se decide dizendo: "Quero seguir Cristo crucificado", então ela quebra aqueles espinhos e descobre inestimável doçura. A doçura será maior ou menor conforme a boa disposição e o esforço pessoal. 14.8

Riquezas
- As almas DESEJOSAS de grande perfeição, desprezaram o ouro, afetiva e efetivamente; estes são os que seguem os conselhos evangélicos quanto ao DESEJO e quanto a prática, conforme o legado de Cristo.
- Outros, na posse de bens, seguem os conselhos evangélicos somente pelo DESEJO não na vida prática.
- Como os conselhos evangélicos estão ligados aos mandamentos, ninguém vive estes últimos se não segue os conselhos, senão efetivamente, pelo menos quanto ao DESEJO. Em outras palavras: o cristão que possui bens, deve fazê-lo na humildade, sem orgulho, como coisa emprestada, não própria.
- O afeto do coração deve estar em mim, não nas coisas externas; elas não pertencem aos homens, são dadas em empréstimo.
- Não tenho preferência por pessoas ou posições sociais; somente pelos DESEJOS do coração. 14.11

Remorso
- Quanta ilusão produz o remorso; como se martiriza quem DESEJA vingar-se! O homem DESEJOSO de vingança se corrói e morre antes mesmo de matar o inimigo. O primeiro morto é ele mesmo. Mata-se com o punhal do ódio. 14.12

Adversidades
- Venham de onde vierem, as adversidades são instrumentos meus que fazem meus servidores padecer no corpo; perseguidos pelo mundo, nada sofrem no espírito. Identificaram-se com a minha vontade e até se alegram em tolerar males por mim.
- Quanto aos pecadores sofrem externe e internamente. Sobretudo internamente! Seja pelo medo de perder quanto amam, seja por DESEJAR o que não conseguem adquirir. 14.13

Perseverança
- Quem não persevera, jamais realiza seus DESEJOS, levando a termo o que começou. 14.14


 O Diário | Santa Catarina de Sena