Mostrando postagens com marcador Correção. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Correção. Mostrar todas as postagens

domingo, 6 de junho de 2021

Quero fazer reviver Jesus

 

Quero fazer reviver Jesus

- Deves estar mais atento a Minha Voz, filho, e deixar-te guiar por Mim com muita docilidade.

- É bom que te habitues também a escrever tudo o que Eu te faço sentir no coração.

- Sei que isto te custa muito, todavia, assim deixas-Me contente, 

porque és cada vez mais obediente ao teu confessor e diretor espiritual.

- Ele receberá, de Mim o Dom de compreender aquilo que deverá ser dado a conhecer, 

porque servirá para o bem de muitos dos Meus filhos.

- Ele saberá também o que deverá ser mantido em segredo.

- Tu anota todas as coisas com muita simplicidade.

- Habituar-te-ei a dependeres de Mim em cada momento.

- Oh! Mas de maneira muito simples e espontânea,

como faz a criança no colo da própria mãe.

- Dir-te-ei em cada momento o que quero de ti;

ou melhor, serei Eu mesma a fazer tudo em ti e contigo.

- Agirás sempre como que sob a Minha Doce inspiração de Mãe.

- E assim crescerás cada vez mais na vida Comigo.

- A Minha vida será a tua vida.

- Tornar-se-á para ti doloroso e insuportável viver um só instante fora de Mim.

- Filho, vê quanto Me agrada e como levo a letra o Dom que Me deste com a tua Consagração.

- Sim, é verdade, és pequenino, não tens grandes qualidades,

assusta-te com coisas de nada, tens quase medo da tua própria sombra.

- Todavia, Eu olhei para a intensidade e para o amor do teu Dom Total.

- O teu nada, que Me ofereceste inteiramente, será transformado e tornado grande pelo Meu Coração de Mãe.

- Meus Sacerdotes prediletos,

  dai-Me todo o vosso nada,

  dai-vos totalmente a Mim.

- Oh! Não olheis mais para vós próprios.

- Até as vossas misérias, até os vossos defeitos, até as vossas quedas Eu quero.

- Dai-Me tudo com grande amor e Eu tudo transformarei na 

  Fornalha Ardente de Puríssimo Amor do Meu Coração Imaculado.

- Eu mesma vos transformarei 

em cópias em tudo semelhantes ao Meu Filho Jesus.

- É Jesus que Eu quero fazer reviver nos Sacerdotes a Mim Consagrados,

  nos Sacerdotes do Meu Movimento.

- É Jesus Vivo Nestes Meus Sacerdotes 

que salvará ainda a Minha Igreja na hora em que ela estiver para afundar.

- Se soubésseis, filhos, os Desígnios que tenho sobre vós, exultareis de alegria.

- Por isso vos digo:

“Dai-Me todo o vosso ser,

todo o vosso Sacerdócio sem medo.

Abandonai-vos a Mim.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 08.06.74

Clique aqui e veja também:

Dois Exércitos

Eu vos levo nos Meus Braços

Minha Igreja será Renovada

A espera do Seu Glorioso Retorno

Coração dos pequeninos

“União Intima do Coração de Jesus com o Pai Eterno, eu me uno a Vós 

ao Imaculado Coração de Maria, 

a Igreja Triunfante, Purgante e Militante

para que, neste dia:

minhas ações,

meus pensamentos e meus desejos,

meus sentimentos e meus temperamentos

e as palpitações de meu coração,

sejam guiados pelo Amor,

tenham intenções puras, e

sejam banhadas pelo Vosso Sangue Precioso.”

domingo, 21 de fevereiro de 2021

As Potências do Inferno não prevalecerão

 

As Potências do Inferno não prevalecerão

- Meu Pequeno filho, 

quão cansativa é esta viagem que te peço que faças 

a Treze Nações e a Cinquenta e duas Cidades, 

para fazeres maravilhosos Cenáculos 

com os Sacerdotes e os Fiéis do Meu Movimento.

- Hoje te encontras aqui, 

nesta Cidade de Cuzco / Peru, 

situada a quase quatro mil metros de altitude, 

no meio da grande cadeia dos Andes Peruanos.

- Celebrais a Festa da Cátedra de São Pedro com um Grande Cenáculo no estádio.

- Jesus instituiu a Sua Igreja sobre a Rocha Firme do Apóstolo Pedro.

- Foi a Pedro que Jesus deu a Missão de ser o fundamento da Igreja e de guardar toda a Sua Verdade.

- Foi por Pedro que Jesus rezou, para que a sua fé se mantivesse integra, no decurso de toda a história humana.

- Foi a Pedro que Jesus deu a garantia segura da sua vitória:

As Potências do Inferno não prevalecerão.

- As Potências do Inferno não prevalecerão.

- A Missão confiada a Pedro é transmitida aos Seus Sucessores.

- Assim, o Papa torna-se hoje o fundamento sobre o qual se rege a Igreja

o centro para o qual converge a Sua Caridade e Garantia 

de manter sempre integro o Depósito da Fé.

- As Potências do Inferno não prevalecerão, 

embora Satanás se tenha desencadeado, 

semeando Divisões, Cismas e profundas lacerações 

que quebraram a Unidade da Igreja, Corpo Místico do Meu Filho Jesus.

- Todas as várias Confissões Cristãs 

que ao longo dos séculos se separaram da Igreja Católica 

representam uma vitória do adversário contra a Unidade da Igreja, 

desejada por Cristo e pedida ardentemente por Ele ao Pai.

- Agora, procura-se Reparar todos estes erros 

caminhando pela estrada da Reconciliação e do Ecumenismo.

- Mas o regresso de todas as Confissões Cristãs a Igreja Católica 

acontecerá com o Triunfo do Meu Coração Imaculado no mundo.

- As Potências do Inferno não prevalecerão, 

embora o Meu adversário se tenha desencadeado 

para vos levar a Ruptura da Caridade.

- É por isso que ele ataca duramente o Papa, 

que preside a toda a Caridade da Igreja.

- Assim, a Divisão entrou no Seu Próprio Edifício.

- Satanás conseguiu construir o seu triunfo 

sobretudo na Divisão que põe frequentemente 

Bispos contra Bispos, Sacerdotes contra Sacerdotes, Fiéis contra Fiéis.

- Mas as Potências do Inferno não prevalecerão porque, 

depois do Doloroso período da Purificação e da Grande Tribulação, 

a Igreja resplandecerá em toda a Sua Luz de Caridade, de Unidade e de Santidade.

- E este será um dos maiores benefícios que o Meu Amor Materno levará para a Igreja.

- As Potências do Inferno não prevalecerão, 

apesar de se ter chegado agora ao ponto de Contestar o Papa, 

a opor-se abertamente a Ele e a Rejeitar o seu Magistério.

- É assim que se difundem os erros que afastam muitos da verdadeira fé 

e se propagam as seitas que atraem a si tantos filhos da Igreja.

- Em nenhum outro lugar como na América Latina 

a Grande Difusão das Seitas 

representa uma vitória das Potências do Inferno, 

que parecem dominar.

- Mas Eu chamo todos os Meus filhos 

a maior fidelidade a Igreja Católica; comunico-lhes:

o Amor pela Igreja,

o Zelo pela Sua Unidade,

a Paixão pela Sua Santidade,

a Força para a Sua Evangelização.

- E assim, 

através daqueles que se Consagram ao Meu Coração Imaculado

torno vão todo o esforço de Satanás 

para subtrair muitos dos Meus filhos da Única Igreja Instituída pelo Meu Filho Jesus.

- E, uma vez mais, por meio da Minha Intervenção Materna e Extraordinária,

as Potências do Inferno não prevalecerão.

- O Poder de Cristo revelar-se-á quando Ele trouxer a Igreja o Seu Reino de Glória;

então todas as Potências do Inferno serão encarceradas

para que não possam mais fazer mal no mundo.

- Então, 

a Santa Igreja de Deus poderá derramar sobre todas as Nações da terra 

o maior esplendor da Sua Verdade e da Sua Santidade.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 22.02.96

Clique aqui e veja também:

Divisão, terceiro sinal

O espírito de Rebelião contra Deus

Vinde Espírito Santo

“Senhor, que vosso Amor, 

Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, 

Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Vigiai na oração

 

Vigiai na oração

- Nesta noite, enquanto a maior parte dos Meus filhos passa as últimas horas do ano em divertimentos e na dissipação, vigiai comigo, Meus prediletos, no Silêncio e na Oração mais intensa.

Oração de Agradecimento:

- Por todas as graças que, neste período de tempo, vos foram dadas pelo Pai, no Espírito Santo, por meio do Meu Filho Jesus e através da contínua intercessão do Meu Coração Imaculado.

- Este mundo está nas mãos do Meu adversário, que o domina com o seu espírito de Soberba e de Rebelião, conduzindo um imenso número de filhos de Deus pelo caminho do prazer, do pecado, da desobediência a Lei de Deus, no desprezo da Sua Vontade.

- Este mundo, encontra-se mergulhado na noite mais profunda e não há inicio de ano que consiga dissipar as Grandes Trevas em que caminha.

- Este mundo foi criado para a Gloria do Pai,

foi redimido e salvo pelo Filho e

é continuamente transformado pela ação do Espírito Santo.

- Nada pode resistir a força do Amor Misericordioso de Deus, que quer transformar este pobre mundo numa Nova Criação.

- Por isso tornar-se-ão cada vez mais numerosas, extraordinárias e miraculosas as intervenções do Meu Coração Imaculado.

- Por isso, agradecei comigo a Santíssima Trindade, que Se serve de Mim -Sua pequena Serva- para levar toda a criação a Perfeita Glorificação de Deus.

[“Senhor, sou teu servo, filho de Sua Serva”. (Lc 1,38; Sab 9,5; Sl 85,16; Sl 115,16; msm31.12.82)]

Oração de súplica:

- Para obter do Coração Misericordioso de Jesus dias de Paz e não de aflição, de serenidade e não de desventura.

- O perigo duma nova guerra torna-se real.

- Sob a aparência de frágeis promessas de entendimento, preparam-se os mais refinados meios de morte e a humanidade é conduzida pelo caminho do ódio e da sua própria destruição.

- Que a vossa Oração obtenha para todos a Graça que leve a derrota do pecado; a concórdia, que faça calar a violência e o terror, de modo que possa chegar finalmente a vós a Paz Universal na verdade e na justiça.

- É preciso um Grande Milagre; é preciso arrancar com a força da Oração este Milagre da Divina Misericórdia.

- Só assim poderá chegar a vós a salvação.

Oração de reparação:

- Porque a taça da Justiça Divina está cheia, mais que cheia, transbordando.

- Olhai como o ódio e o pecado se alastram.

- Hoje, grande parte dos homens já não observa os Dez Mandamentos do Senhor.

- O vosso Deus é publicamente ignorado, negado, ofendido e blasfemado.

- O Dia do Senhor é cada vez mais profanado.

- Todos os dias se atenta contra a vida.

- Todos os anos são assassinadas no mundo dezenas de milhões de crianças inocentes no seio das mães e aumenta o número de homicídios, das violências, dos roubos e dos sequestros.

- A Imoralidade se alastra como um dilúvio de lama e é publicitada pelos meios de comunicação social, especialmente pelo cinema, pela imprensa e pela televisão.

- Por meio desta última entra em cada família uma tática sútil e diabólica de sedução e corrupção.

- As vitimas mais indefesas são as crianças e os jovens, para os quais olho com preocupada ternura de Mãe.

- Só uma poderosa força de Oração e de Penitência Reparadora poderá salvar o mundo de tudo aquilo que a Justiça de Deus preparou por causa da sua obstinada recusa em acolher todos os convites ao arrependimento.

- Escutai, ao menos agora, a voz da vossa Mãe Celeste.

- Preciso de muita Oração Reparadora e de sofrimento oferecido com Fé.

- Rezai sempre o vosso Terço.

- Vivei comigo, na Confiança e no Temor, porque se preparam horas decisivas que podem marcar o destino de toda a humanidade.

- Abençoo-vos em Nome do Pai, do Filho e do Espírito santo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 31.12.82

Clique aqui e veja também:

Sinais do vosso tempo

Convertei-vos

Tática do adversário de Deus

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Caminho que vos conduz ao Seu Reino

 

Caminho que vos conduz ao Seu Reino

- Hoje, na Glória do Paraíso e na Luz Purificadora do Purgatório, acolho a homenagem de toda a Igreja terrena e peregrina, para oferecer, com todos vós, a Coroa da Sua Realeza a Jesus Cristo, Nosso Deus, Nosso Salvador e Nosso Rei.

- Jesus deve Reinar, antes de mais nada, nos corações e nas almas de todos, porque a Sua Realeza é uma Realeza de Graça, de Santidade e de Amor.

- Quando Jesus Reina na alma de uma criatura, esta é transformada por uma Luz Divina, que a torna cada vez mais Bela, Luminosa, Santa e Amada por Deus.

- Por isso, a Minha tarefa materna consiste em afastar das almas dos Meus filhos toda a sombra de pecado, qualquer insídia de egoísmo, qualquer domínio de paixão, para conduzir todos pelo caminho de uma Grande Santidade.

- Então Jesus poderá instaurar verdadeiramente o Seu Reino nos vossos corações e nas vossas almas e tornar-vos-eis o precioso domínio da Sua Divina Realeza.

- Jesus deve Reinar nas famílias, que se devem abrir como pedras preciosas ao Sol da Sua Realeza.

- É por isso que Eu atuo nestes tempos, a fim de que nas famílias cresça:

a harmonia e a paz,

a compreensão e a concórdia,

a união e a fidelidade.

- Jesus deve Reinar em toda a humanidade, para que ela volte a ser um Novo Jardim, onde a Santíssima Trindade possa receber encanto e beleza, amor e perfume de toda a criatura e seja, assim, Glorificada, estabelecendo a Sua Morada Habitual entre vós.

- Por isso, atuo, hoje, intensamente, para conduzir toda a humanidade pelo caminho do retorno a Deus, por meio da Conversão, da Oração e da Penitência.

- Eu mesma conduzo o Meu Exército, chamado a combater contra o exército do mal, de modo que seja derrotada, o mais breve possível, a força daqueles que negam, blasfemam contra Deus e agem incansavelmente para construir uma civilização sem Ele.

- Jesus deve Reinar na Igreja, porção privilegiada do Seu Divino e Amoroso Domínio.

- A Igreja é inteiramente Sua porque:

nasceu do Seu Coração dilacerado,

cresceu no Seu Amor,

foi Lavada com o Seu Sangue,

desposada com Ele através de um pacto inviolável de Fidelidade Eterna.

- Por isso, Eu atuo como Mãe, nestes momentos dolorosos da Sua Purificação:

para limpar uma vez mais a Igreja de toda a mancha,

para a libertar de todo o compromisso com o espírito do mundo,

defende-la dos ataques astuciosos do seu adversário,

conduzi-la pelo caminho da perfeição,

para que possa refletir, em toda a parte, o próprio Esplendor do Seu Divino Esposo Jesus.

- O Meu Coração Imaculado é o caminho que vos conduz ao Seu Reino.

- De fato, o Triunfo do Meu Coração Imaculado coincidirá com o Triunfo do Meu Filho Jesus no Seu Glorioso Reino de Santidade e de Graça, de Amor e de Justiça, de Misericórdia e de Paz que será instaurado em todo o mundo.

-Por isso vos convido hoje a Oração e a Confiança, vos chamo a Paz do Coração e a Alegria porque o Glorioso Reino do Senhor Jesus já está as portas.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 23.11.86

Clique aqui e veja também:

Quando o Filho do Homem voltar

Esperança faz crescer no amor

Pecado e morte

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Felizes na espera

 

Felizes na espera

- A Minha mensagem já chegou a toda a parte do mundo.

- Filhos prediletos, correspondei com generosidade e confiança ao desígnio da vossa Mãe Celeste.

- Vivei na Paz do Coração.

- Amai, rezai, reparai.

- Vivei com a simplicidade das crianças o momento presente que o Pai vos prepara como Dom da Sua Divina Providência.

- Não vos deixeis Seduzir por aqueles que indicam anos e dias, quase como se quisessem impor prazos de Tempo a Infinita Misericórdia do Coração Divino do Meu Filho Jesus.

- Hoje são muitos falsos profetas, que difundem mensagens falsas, para lançar muitos dos Meus filhos na angústia e no medo.

- Eu Sou a Mãe da Esperança e da Confiança.

- Vivei comigo estes Tempos de espera do Segundo Advento.

- Tal como fui a Mãe virginal da Primeira vinda de Jesus, do mesmo modo sou hoje a Mãe Gloriosa da Sua Segunda Vinda.

- Vivei nesta espera e felizes.

- Felizes no meio das provas e sofrimentos de todo o gênero, porque tendes a certeza que a hora da presente Tribulação prepara o Tempo do Retorno Glorioso do Meu Filho Jesus.

- Felizes no meio de incompreensões e perseguições, porque o vosso Nome está escrito no meu Coração Imaculado e porque sois custodiados no Meu Seguro e materno Refúgio.

- Felizes apesar de viverdes numa Igreja obscurecida, ferida e dividida, porque esta sua hora de agonia prepara para ela a aurora radiosa de um Segundo Pentecostes.

- No Meu Coração Imaculado, vivei felizes aguardando a feliz esperança e a Vinda Gloriosa do Meu Filho Jesus.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 01.12.85

Clique aqui e veja também:

Aridez espiritual / Consolações

Uma coroa de Doze Estrelas

O Espírito Santo virá

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Instrumentos da Minha paz

 


Instrumentos da Minha paz

- Meus filhos prediletos, como Me agradou a homenagem que Me oferecestes esta noite, ao concluir uma semana em que estivestes todos reunidos aqui, no Refúgio precioso do Meu Coração Imaculado.

- Jamais, como nestes tempos, o Meu Coração Imaculado é, para cada um de vós, o Refúgio e o caminho seguro que vos leva até Deus.

- Tudo o que predisse em Fátima, a Minha filha Irmã Lúcia, torna-se hoje uma realidade.

- A humanidade e a Igreja têm muita necessidade do meu Refúgio materno e Imaculado, pois todos vós viveis nos Meus tempos.

- Estes são os tempos dolorosos preditos por Mim, em que todas as coisas se encaminham para o Seu mais doloroso e sangrento cumprimento.

- Por isso vos quis aqui novamente, neste monte, numa Semana de Exercícios Espirituais, tão extraordinária em graça.

- Estes exercícios tem uma grande e particular importância, que só mais tarde compreendereis.

- Nestes dias, formei-vos na oração.

- Ensinei-vos a rezar, a rezar bem, Comigo, através da oração que vem do coração –a vossa Oração do Coração- na qual, com a mente, com a vontade, com o coração e com a alma, deveis sentir e ver a realidade que invocais com a oração.

- A vossa Mãe Celeste quer formar-vos cada vez mais na Oração do Coração, para que esta oração se torne o caminho que vos leve a Paz do Coração.

- Quero obter para cada um de vós o Dom da paz do Coração.

- Vós viestes com os vossos corações cheios de dificuldades, de dores, de esperanças, de preocupações e de expectativas.

- Eu recolhi tudo no Meu Coração Imaculado e dou-vos a Paz do Coração.

- Parti com a Paz nos vossos Corações e tornai-vos instrumentos da Minha paz, difundindo-a a vossa volta.

- Para isso, reuni cada vez mais as almas em Cenáculos de Oração intensa e profunda, para que Eu lhes possa dar a Paz do Coração.

- No momento em que a Paz se afasta cada vez mais dos homens, das famílias, das nações e da humanidade, o sinal do Meu materno Triunfo é a Paz, que Eu quero levar, desde já, ao Coração de todos os Meus filhos: daqueles que Me escutam, Me seguem e se Consagram ao Meu Coração Imaculado.

- Por isso vos peço que continueis ainda nos vossos Cenáculos de Oração, porque quero dar aos Meus filhos hoje –por meio da Graça que jorra do Meu Coração e que vos leva a uma plenitude de amor para com o Meu Filho Jesus- o Dom precioso da Paz dos Corações.

- Aqui ensinei-vos também a amar-vos.

- Como se sente feliz a Mãe quando vos vê como muitos pequenos irmãos que se amam, que querem crescer no amor, não obstante as dificuldades que dependem das vossas limitações, dos vossos numerosos defeitos e das astuciosas insídias que o Meu adversário vos arma, o qual procura apenas roubar a Paz do Vosso Coração e disseminar discórdias, incompreensões e Divisões entre vós.

- Assim como por meio da Oração Eu vos levo a Paz, assim também com a Minha presença materna vos levo a Fraternidade.

- Deveis crescer mais no vosso amor recíproco, deveis saber amar-vos mais.

- A Mãe alegra-Se quando vos amais, quando depois da mais pequena quebra deste amor vos sabeis reconciliar, das as mãos, caminhar juntos, porque Eu amo-vos um a um e também a todos juntos.

- Não podeis vir a Mim sozinhos.

- Se virdes sozinhos, Eu pergunto-vos:

“Onde estão os vossos irmãos?”

- Deveis vir ao Meu Coração todos juntos, ligados pelo vínculo Divino de uma caridade recíproca cada vez mais perfeita.

- Como o Meu adversário vos arma muitas insídias neste caminho, quero que, antes de descerdes deste monte, Me façais uma promessa:

a promessa de vos amardes cada vez mais, de caminhardes todos juntos, de mãos dadas, porque num mundo onde o Meu adversário consegue dominar com o egoísmo, o ódio e a Divisão, o sinal do Meu Triunfo é este amor entre vós.

- Quero que este amor se torne ainda maior, como antecipação do Mundo Novo que estais preparando e que vos espera e que será um mundo aberto de par em par unicamente a perfeita, imensa e verdadeira capacidade de vos amardes uns aos outros.

- Mas antes de descerdes deste monte, acolho também o Dom do vosso sofrimento pessoal.

- Tal como vos predisse no País onde ainda apareço, quase como antecipação e preparação materna daquilo que vos havia de esperar, Eu purifiquei profundamente o Meu Movimento neste ano; carreguei-o como uma Cruz profunda, realmente profunda, e cujo pessoa ainda sentis, a fim de que esta Minha Obra fosse purificada e pudesse corresponder cada vez mais ao Meu desígnio.

- Não desanimeis.

- Tende muita confiança em Mim.

- Algo de grande e de novo está para acontecer também na Minha Obra, porque já entrastes na plena fase da sua realização.

- Quanta dor ireis encontrar pelos caminhos do mundo.

- Ao descerdes deste Cenáculo, onde vos reuni, levai por toda a parte o reflexo materno da Minha assistência misericordiosa;

derramai bálsamo sobre tantas feridas abertas e sangrentas,

comunicai a Minha suave Palavra a todos aqueles que caminham na aridez, na escuridão, no desânimo e no desespero.

- Vós sois o sinal da Minha presença materna,

os raios de Luz que saem do Meu Coração Imaculado para descer sobre a humanidade devastada e sobre a Igreja obscurecida e Dividida.

- Em breve esta Divisão se tornará aberta, forte e difundida, e vós devereis ser então os laços que unirão aqueles que querem permanecer na Unidade da Fé, na Obediência a Hierarquia e, através de inúmeras provas, querem preparar os Novos Tempos que vos esperam.

- Não vos deixei partir sem vos dizer a Minha Palavra materna e sem vos dar o conforto que desce do Meu Coração Imaculado.

- Eu estou sempre convosco.

- Sentir-Me-eis sempre próxima de vós.

- Eu sou a vossa terna Mãe que vos conduz a Jesus e vos leva a Paz.

- Com alegria e gratidão por tudo o que de bem fizestes e pelo conforto que destes a profunda dor do Meu Coração Imaculado, a todos agradeço e abençoo esta noite, como Mãe, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 05.07.85

Clique aqui e veja também:

Desígnio do Amor Misericordioso

Desejo Santo

Orando por seus entes queridos 

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

terça-feira, 31 de março de 2020

Obrigações de estado e o Amor


Obrigações de estado e Amor
O texto Bíblico de Efésios 5, 21-23 nos apresenta uma polêmica exigência:
“Como a Igreja está sujeita a Cristo, estejam as mulheres sujeitas aos seus maridos... E vós, maridos, amai as vossas mulheres como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela... Assim também os maridos devem amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher ama-se a sí mesmo, pois ninguém jamais quis mal a sua própria carne, antes alimenta-a e dela cuida, como também faz Cristo com a Igreja, porque somos membros do seu corpo...”

- No Matrimônio, muitas vezes, cumprimos tudo o que a moral e as “obrigações de estado” nos propõem a viver, ou seja: Ter uma casa, trazer alimento, ter filhos, leva-los a escola, cuidar da vestimenta, providenciar transporte, ser casto, dar presente nos aniversários, passear com seu cônjuge e com a família, etc... São obrigações licitas e que acumulamos méritos para com o cônjuge, com os filhos, parentes, amigos e ficamos quites com a sociedade e com nós mesmos quando tudo vai bem.
Mas,
As tempestades, tribulações, doenças, Epidemias e problemas financeiros nos atingem de vez em quando, dai temos a impressão que tudo o que fazemos não é o suficiente, pois os desentendimentos se tornam mais frequentes, os julgamentos, as cobranças, as culpas vão tomando conta da rotina do casal. Daí pensamos o que será que fiz para merecer isso, ou porque só acontece comigo, porque Deus me abandonou?
- Muitas vezes cumprimos todas as “obrigações de estado”, temos tudo o que é necessário para uma vida normal, mas esquecemos daquilo que não é obrigação, mas é essencial para que ninguém culpe ninguém quando das tempestades e sofrimentos que nos assolam: AMAR.
- AMAR não é obrigação, mas é um Mandato de Deus para que não somente o matrimônio corra bem, mas tudo.
- Podemos até mantermos uma fachada, alimentando nosso matrimônio com coisas materiais e nos escondendo na correria do dia a dia, culpando a falta de tempo, mesmo sabendo no intimo do coração que está faltando alguma coisa. Daí quando temos tempo percebemos que realmente alguma coisa está acontecendo ou não aconteceu; é o Amor, a única coisa de eu não era “obrigado” a dar mas que foi suprimido pela paixão no inicio do relacionamento e estendido até o matrimônio.
Ainda há tempo.
- Se nos falta Amor ao cônjuge ou aqueles a quem Nosso Senhor nos confiou, peçamos socorro a fonte do Amor, Nosso Deus; Aquele que mandou-nos Amar, mas por um motivo ou outro deixei passar despercebido ou não sabia o que era Amar, confundi com outro sentimento, vai nos socorrer com sua Providência de Amor, vai nos capacitar ao Amor.
- Meditemos no Amor do Pai que deu seu Filho Único, Nosso Senhor Jesus Cristo, para morrer em nosso lugar.
- Jesus é nosso modelo de Amor, peçamos a Ele e a intercessão de Nossa Senhora, sua mãe e nossa  mãe, que nos ensine a Amar como Ele nos Ama desde toda a eternidade.


Amar onde quer que eu esteja
- Estendamos este conceito às outras dimensões de nossa vida, para melhor compreendermos o que realmente é o Amor: Na profissão, nos estudos, no lazer, no trânsito...
- Faço somente o que é determinado pelas instituições e pelas Leis ou vou além?
- Imagine um médico que mesmo depois de formado, continua seus estudos para dar muito mais a seus pacientes;
- Imagine o Cientista que mesmo depois de receber seu diploma de formação acadêmica continua pesquisando e entregando a Comunidade Cientifica seus esforços extras para descobrir uma nova Vacina para uma grave Pandemia que assola o mundo.
- Imagine um professor que vai além dos livros e ensine a seus alunos não somente a teoria, mas como aplicar em suas vidas.
- Imagine um Padre que mesmo depois de ordenado, continua seus estudos e rogando a Deus por seus fieis, dando bons exemplos de como Amar a Deus sobre todas as coisas e ao Próximo como a sí mesmo, ensinando a seus fieis a serem santos como Deus é santo. Pense em sua pregação, pois as palavras ditas com Amor, Libertam.
- Imagine você no trânsito caótico da cidade grande e alguém, que sem paciência, age de forma irresponsável; qual sua reação? Você julga ou reza por ele?
- Imagine um Economista que estudando novas possibilidades, além das existentes, apresenta uma nova formula de distribuição de renda, sem colocar em risco a economia de sua nação.
- Imagine você, nas várias dimensões da sua vida, o que pode dar além das “obrigações de estado” que já cumpre, este acréscimo é o que chamamos de Amor, Amor ao próximo; aqui você cumpre os dois mandatos de Deus ao mesmo tempo: Ama a Deus no próximo.
- Imagine todos nós cumprindo o que Jesus mandou: Amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a si mesmo (Amar a Deus no próximo), creio que faríamos muito mais que nossa “obrigação de estado” e o mundo em que vivemos transformaria.

Como Amar e praticar as obras de misericórdia: Pela ação, pela Palavra ou pela Oração.

Consequências do Amor
- Lembra daquela passagem Bíblica (Mateus 19, 16-30) em que o Jovem Rico que já cumpria todos os mandamentos, sentia em seu coração que faltava algo? O que Jesus lhe recomendou? Vai vende tudo e siga-me. Sim, o Amor requer despojamento, desprendimento, perdão e doação.
- O Amor tem um preço: doação da vida pelo outro (lembre-se de Jesus, nosso modelo), Amar é dar a vida pelo próximo, Amor e sofrimento se fundem em uma só coisa. 
“O Cerne do Amor é o sacrifício e o sofrimento”, Diz Deus Pai a Santa Faustina §1103
- Quem morre primeiro? Quem mais ama.
- O médico que mais Ama, se expõe mais, morre amando.
- O Padre que mais Ama, mais se expõe para salvar seu rebanho.
- O Bombeiro que mais Ama, encara o fogo para salvar uma vida.
- O Soldado que mais Ama, defende a vida do próximo.
- Os covardes não amam, demoram mais para morrer.
- Os fracos não amam, precisam de mais exemplos para amar mais.
O mundo é dos espertos, mas o céu é para aqueles que amam.

“Enquanto viveis neste mundo, podeis e deveis progredir;
se alguém estaciona, por isso mesmo retrocede.”
Santa Catarina de Sena 24,2

Texto revisado por Padre Cirio Alessandro Jacinto.

sábado, 23 de setembro de 2017

Coroação de Espinhos de Jesus


Coroação de Espinhos
- Quando os algozes ficaram fartos de bater, trançaram uma coroa de espinhos, enterram-na em Minha Cabeça e desfilaram diante de Mim dizendo:
  • Rei nós te saudamos!
- Uns Me insultavam, outros batiam-Me sobre a cabeça e cada um acrescentava nova dor aquelas que já esgotavam Meu Corpo.
- Contemplai-Me, almas que amo:
  • Condenado pelos tribunais,
  • Abandonado aos insultos e as profanações da multidão,
  • Entregue ao suplício da flagelação
E, como se tudo isso não bastasse para Me reduzir a mais humilhante condição,
  • Coroado de espinhos,
  • Coberto com um manto de purpura,
  • Saudado como um rei de escárnio,
  • Tido como louco.
- Sim Eu, que Sou o Filho de Deus, o Sustentáculo do Universo, quis passar, aos olhos dos homens como o último e o mais miserável de todos.
- Longe de fugir a humilhação, abracei-a , para expiar os pecados de orgulho e arrastar as almas com Meu exemplo.
- Consenti que Minha Cabeça fosse coroada de espinhos e que sofresse para reparar os pecados de tantas almas soberbas que recusam tudo que as rebaixe aos olhos das criaturas.
- Consenti que Me cobrissem os ombros com um manto de escárnio e Me tratassem como louco, a fim que muitas almas não desdenhassem seguir-Me numa trilha que o mundo julga vil e baixa e que lhes parece indigna de sua condição.

Seguir a Vontade de Deus
- Não, almas queridas, caminho algum, situação alguma é vil e humilhante quando se trata de seguir a Vontade de Deus.
- Vós que vos sentis interiormente atraídos a tal estado, não resistais e não procureis, com vãs e orgulhosas razões, fazer a Vontade Divina querendo seguir, ao mesmo tempo, a vossa própria vontade.
- Não julgueis encontrar paz e felicidade em condição mais ou menos brilhante aos olhos das criaturas.
- Não as encontrareis senão na submissão a Vontade de Deus e no inteiro cumprimento de tudo que vos pedir.

Honras humanas
- Há também no mundo muitas almas que procuram fixar aqui na terra seu futuro.
- Talvez uma ou outra sinta inclinação ou secreto atrativo por alguém em quem descobre muitas qualidades, honradez, fé, piedade, consciência profissional e compreensão das virtudes da família; -tudo que corresponde a seu desejo de amar.
- Mas de súbito o orgulho lhe invade o espírito.
- Sem dúvida o coração ficaria satisfeito desse lado, mas não a vã ambição de brilhar aos olhos do mundo.
- Então a alma se desvia para procurar alguém que melhor atraia em si a atenção das criaturas, fazendo-a parecer exteriormente mais rica e mais nobre.
- Ah, como esta alma está se tornando voluntariamente cega.
- Não achareis certamente a felicidade que buscais neste mundo e oxalá, depois de vos terdes metido em tão perigosa situação, a encontrareis no outro.

Almas que chamo
- E que dizer de tantas almas que chamo ao caminho da perfeição e do amor e que fazem como se não ouvissem a Minha Voz.

Almas dispostas
- Quantas ilusões naquelas que Me dizem estarem dispostas a fazer-Me a Vontade e unir-se a Mim e todavia enterram na Minha Cabeça os espinhos da coroa.

Almas Esposas
- As almas que desejo como Esposas, conheço-as até os mais íntimos refolhos do coração, e, amando-as como as amo, com infinita delicadeza, as atraio para onde as vejo, na Minha Sabedoria, que encontrarão os meios necessários para chegarem a santidade:
  • Ali lhes descobrirei o Meu Coração, ali elas Me darão mais amor e mais almas.
Almas cegas
- Mas, quantas resistências e decepções.
- Quantas almas cegas pelo orgulho e por necessidade exagerada de estima, e pelo desejo de satisfazerem a natureza com mesquinha ambição de se tornarem ‘alguém’, deixam-se invadir por vãos raciocínios e afinal recusam entrar no caminho traçado pelo Amor.

Atos de humildade e submissão
- Almas que Eu escolhera, credes, porventura que, seguindo vosso gosto, dar-Me-eis a glória que de vós esperava?
- Credes fazer Minha Vontade, resistindo a Minha Graça que vos chama a esse Caminho que vosso orgulho repele?
- Ah, desejaria que multiplicasses HOJE atos de humildade e de submissão a Vontade Divina, para obter que muitas almas se deixem guiar na senda que Eu lhes preparo com tanto amor.

É preciso que se cumpram as Escrituras
- Coroado de espinhos e coberto com o manto de purpura, os soldados Me conduziam a Pilatos, acabrunhando-Me a cada passo, com gritos, insultos e escárnios.
- Não achando em Mim nenhum crime digno de castigo, Pilatos Me interrogou novamente e perguntou-Me porque não lhe respondia, sabendo que tinha o poder sobre Mim.
- Então saindo de Meu Silêncio, disse-lhe:
“Não terias poder algum se não te fosse dado do Alto,
mas é preciso que se cumpram as Escrituras”
e fechando novamente os lábios, abandonei-Me.
- Pilatos perturbado com o aviso de sua mulher e perplexo entre os remorsos da consciência e o temor de ver o povaréu amotinado revoltar-se contra ele se recusasse a Minha morte; apresentou-Me a multidão no estado lamentável a que Me haviam reduzido e propôs dar-Me liberdade e condenar em Meu lugar Barrabás, que era um ladrão de fama.
- Mas a multidão vociferou em côro:
“Morra Ele, queremos que Ele morra e Barrabás seja libertado”
- Ó vós que Me amais, vede como Me compararam a um ladrão ou como Me puseram abaixo do mais perverso malfeitor; ouvi os gritos de ódio que vociferam contra Mim, pedindo a Minha Morte.
- Longe de evitar tamanha afronta, ao contrário, abracei-a por amor as almas e por vosso amor.
- Quis mostrar-vos que este Amor não Me conduzia somente a morte:
  • mas ao desprezo,
  • a ignominia,
  • ao ódio daqueles por quem Meu Sangue ia ser derramado em profusão.
- Trataram-Me de perturbador, insensato e louco; aceitei tudo com a maior doçura e a mais profunda humildade.

Experiência da dor
- Não creias, porém, que deixei de sentir então repugnância e dor.
- Pelo contrário, quis que a Minha natureza humana experimentasse todas as que vós mesmos experimentais, a fim de que Meu exemplo vos fortificasse em todas as circunstancias de vossa vida.
- Também, quando soou para Mim aquela hora dolorosíssima que Eu poderia tão facilmente evitar, abracei-a amorosamente para cumprir:
  • A Vontade do Pai
  • Reparar Sua Glória
  • Expiar os pecados do mundo e
  • Comprar a Salvação de muitas almas.
Almas orgulhosas
- Aquelas almas chamadas ao estado de perfeição e que, muitas vezes, entretanto discutem com a Voz da Minha Graça e assim lhe respondem:
  • Como me resignar a viver nesta contínua obscuridade?
  • Minha família, meus amigos julgar-me-ão ridículo, pois tenho capacidade, e seria mais útil em outra parte, etc...
- A essas almas vou responder:
  • Quando tive que nascer de pais nobres e ignorantes, longe de minha terra e de minha casa, num estábulo durante a mais fria e mais escura noite, recusei? Vacilei?
Minha missão humana
- Durante trinta anos conheci os rudes trabalhos da vida operária.
- Sofri com Meu Pai São José, os desprezos daqueles para quem trabalhava.
- Não achei indigno de Mim ajudar Minha Mãe no cuidado da pobre casa; e entretanto não tinha Eu mais talento do que o necessário para desempenhar o modesto ofício de carpinteiro?
- Eu que já aos doze anos de idade instruíra os doutores no templo?
- Era, porém, aquela Vontade de Meu Pai Celeste, e era assim que mais glória Lhe podia dar.
- Desde o começo de Minha Vida pública podia ter-Me dado a conhecer por Messias e Filho de Deus para dominar as multidões e torna-las atentas a Meus ensinamentos.
- Não o fiz porque Meu único desejo era cumprir em tudo a Vontade de Meu Pai.

Repugnâncias da natureza
- E quando chegou a hora da Minha Paixão:
  • no meio da crueldade de uns e das afrontas de outros,
  • do abandono dos Meus,
  • da ingratidão do povo,
  • no meio do indizível martírio do Meu Corpo e das vivíssimas repugnâncias de Minha natureza humana,
foi com mais Amor ainda que Meu Coração abraçou aquela Santa Vontade.
- E sabei, Almas escolhidas:
  • que quando dominardes as repugnâncias naturais,
  • a oposição de vossas famílias,
  • os juízos do mundo,
  • quando vos entregardes generosamente a Vontade de Deus,
então chegará a hora em que, estreitamente unida ao Esposo Divino, gozareis das mais inefáveis doçuras.
- O que digo as almas que sentem repugnâncias pela vida humilde e escondida, repito-o também aquelas que, inversamente, são chamadas a prodigalizar sua vida a serviço do mundo, quando seus atrativos as levariam para a solidão e obscuridade.

Verdadeira felicidade
- Compreendei, almas queridas:
  • viver conhecidas ou desconhecidas dos homens,
  • utilizar ou não os talentos recebidos,
  • ser pouco ou muito estimada,
  • gozar ou não de saúde,
nada disso constitui, por si mesmo, vossa felicidade.
- Conheceis a única coisa que vo-la garantirá?
  • Fazer a Vontade de Deus,
  • Abraça-la com amor,
  • Unir-vos e conformar-vos com tudo que ela exija para sua Glória e para santificação vossa.
- Ama e abraça alegremente a Minha Vontade, pois bem sabes que em tudo foi traçada pelo Amor.

Eu preciso desta graça
- Na mesma tarde Josefa, confessa humildemente que essa recomendação do Mestre não fora inútil.
- Ele quer que ela obtenha, com sua própria vitória sobre as repugnâncias da natureza, graça semelhante para muitas almas que dela precisam.
- Grande lição que retiramos da seguinte confidência feita pela sua humildade:
“Sinto em mim, de novo,
contra este gênero de vida tão extraordinário,
uma espécie de revolta que me tira a paz,
porque eu queria tanto trabalhar”
- Nosso Senhor, porém, não faz caso dessa repulsa que não pode entravar nem a Sua Vontade nem a de Josefa, e logo na manhã seguinte, sábado da Paixão, 24 de março de 1923, Ele continua...

Sofrimento do Meu Coração
- Ocupemo-nos da Minha Paixão.
- Medita por um momento no sofrimento de Meu Coração terníssimo e delicado, quando se viu posto abaixo de Barrabás.
- Vendo-Me assim desprezado, fui traspassado no mais íntimo da alma pelos gritos da multidão que reclamava a Minha Morte.
- Como recordei então:
·         as ternuras de Minha Mãe quando Me estreitava ao Coração,
·         os cansaços e cuidados que Meu Pai adotivo suportara por Meu Amor.
·         Como repassava os benefícios tão prodigamente derramados sobre esse povo:
o   A vista aos cegos,
o   A saúde aos enfermos,
o    As multidões alimentadas no deserto,
o   Os próprios mortos ressuscitados.
- E agora, contemplai-Me reduzido ao estado mais desprezível, objeto mais que qualquer outro do ódio dos homens e condenado como um ladrão infame.
- A multidão pede a Minha Morte e Pilatos pronunciou a sentença.
- Almas que amo, considerai atentamente o sofrimento de Meu Coração.

Escola do Amor
- Depois de Me ter traído no Horto das Oliveiras, Judas andou errante e fugitivo sem poder abafar os gritos de sua consciência que o acusava do mais horrível sacrilégio.
- Quando lhe chegou aos ouvidos a sentença de morte pronunciada contra Mim, caiu no mais terrível desespero e se enforcou.
- Quem poderá compreender a dor intensa e profunda de Meu Coração quando vi precipitar-se, na eterna perdição, aquela alma que tinha passado tantos dias na Escola de Meu Amor?
- Que tinha recolhido Lições, e tantas vezes ouvido cair de Meus Lábios perdão para os maiores pecados?
- Ah, Judas, por que não vens atirar-te a Meus Pés a fim de que Eu te perdoe também?
- Se não ousas aproximar-te de Mim, por medo dos que Me cercam com tanto ódio, ao menos olha para Mim e logo encontrarás Meus Olhos fixos em ti.

Hoje, é o dia da Salvação (IICor 6,2)
- Vós, que estais mergulhados no mal e que há mais ou menos tempo viveis errantes e fugitivos por causa de vossos crimes:
  • Se os pecados de que sois culpados vos endureceram e cegaram o coração,
  • Se para satisfazerdes as vossas paixões, caistes nos piores escândalos.
- Ah, quando vossa alma reconhecer o seu estado, e os motivos ou os cumplices de vossas faltas vos abandonarem, não deixeis que de vós se apodere o desespero.
Enquanto o homem tiver um sopro de vida,
poderá ainda recorrer a Misericórdia e implorar perdão.
- Se sois jovens e já as desordens de vossa mocidade vos deixaram em estado de degradação aos olhos do mundo, não temais.
- Mesmo que o mundo vos trate de criminoso, vos despreze e vos abandone, Vosso Deus não consentirá que vossa alma seja presa do inferno.
- Pelo contrário, deseja, e com ardor, que dele vos aproximais para vos perdoar.
- Se não ousais falar-Lhe, dirigi para Ele vossos olhares e os suspiros do vosso coração e em breve vereis que Sua Mão Bondosa e Paternal vos conduz a Fonte do Perdão e da Vida.
- Se, passastes, voluntariamente a maior parte da vida na impiedade ou na indiferença e, de repente, ao se aproximar a eternidade, o desespero tente vos vendar os olhos... ah, não vos deixeis enganar, é ainda tempo de perdão.
- Mesmo se não vos resta senão um segundo de vida, neste segundo podeis comprar a eternidade.
- Se vossa existência mais ou menos longa se escoou na ignorância e no erro, se fostes causa de grandes males para os homens, a sociedade e mesmo para a religião e se por qualquer circunstância vindes a reconhecer que vos enganastes, não vos deixeis acabrunhar pelo peso de vossas faltas e do mal de que fostes instrumento.
- Mas vossa alma, penetrada do mais vivo arrependimento se lance num abismo de confiança e corra Aquele que vos espera sempre para perdoar todos os erros de vossa vida.

Alma acomodada
- Falarei também para aquela alma que viveu primeiro na fiel observância da Minha Lei, mas que se foi esfriando pouco a pouco até a tibieza de uma existência cômoda.
- Ela esqueceu a própria alma, pode-se dizer e também suas elevadas aspirações.
- Deus pedia-Lhe mais esforços, mas os defeitos habituais cegaram-na e caiu nos gelos da tibieza, piores que os do pecado, pois a consciência, surda e adormecida, não sente mais remorsos e não ouve mais a Voz de Deus.
- Venha uma forte sacudidela que a desperte subitamente:
  • Sua vida lhe parece então inútil e vazia para a eternidade.
  • Perdera inúmeras graças, e o demônio, que não quer largar a presa, explora-lhe a angustia, mergulha-a no desânimo, na tristeza, no abatimento, e pouco a pouco, submerge-a no temor e no desespero.
- Almas que amo, não deis ouvidos a esse cruel inimigo.
- Vinde depressa atirar-vos a Meus Pés e penetradas de viva dor, implorai Minha Misericórdia e não temais. Perdoo-vos.
- Começai novamente vossa vida de fervor, recuperareis os méritos perdidos e Minha Graça não vos faltará.

Alma escolhida
- Será preciso, enfim, dirigir-Me as Minhas escolhidas?
- Haverá alguma que tenha passado longo anos na prática constante da Regra e dos deveres religiosos?
- Sim, uma alma que Eu favorecera com Minhas Graças e instruíra com Meus conselhos, uma alma, por longo tempo fiel a Voz da Graça, as inspirações Divinas.
- Eis que:
  • por uma pequena paixão,
  • uma ocasião não evitada,
  • uma satisfação concedida a natureza,
  • um relaxamento no esforço necessário.
- Esfriou pouco a pouco, caiu numa vida ordinária, vulgar e finalmente tíbia.
- Ah, se por uma ou outra causa, saís um dia de vosso sono, sabei que no mesmo instante o demônio, com inveja de vosso bem:
  • Vos assaltará de mil maneiras,
  • Tentará persuadir-vos que é tarde demais e que tudo é inútil,
  • Encher-vos-á de temor e repugnância para descobrir o estado de vossa alma,
  • Apertar-vos-á a garganta para vos impedir de falar e de vos abrirdes a Luz,
  • Trabalhará para abafar em vós a confiança e a paz.
Jesus escondido (Marcos 16,12)
- Escutai primeiro a Minha Voz, dizendo-vos o que deveis fazer:
  • Desde que a Graça vos tocar e antes que a luta se trave, correi a Meu Coração...
  • Pedi-Lhe que derrame sobre vós uma gota de Seu Sangue.
- Sim, vinde a Mim.
- Sabeis que estou sempre nos braços paternais de vossos Superiores, sejam quem forem.
- Ali estou, escondido, sob o véu da fé; levantai aquele véu e dizei-Me com inteira confiança vosso sofrimento, vossas misérias, vossas quedas.
- Recebei a Minha Palavra com respeito e nada temais pelo passado; Meu Coração submergiu-o no abismo de graças.
- A lembrança de vossa vida passada não será então motivo para vos humilhardes e aumentardes vossos méritos e, se quereis dar-Me maior prova de amor, contai com o Meu Perdão e crede que vossos pecados nunca conseguirão ultrapassar Minha Misericórdia que é infinita.

- Josefa, fica escondida no abismo de Meu Amor e reza para que as almas se deixem penetrar dos mesmos sentimentos. 
22 a 25.março.1923 (410-422)
“Apelo ao Amor” A mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e Sua Mensageira Irmã Josefa Menéndez da Sociedade do Sagrado Coração.

Veja também: