Mostrando postagens com marcador Perseverança. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Perseverança. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Dúvidas e perplexidades

 

Dúvidas e perplexidades

- Não vos deixeis surpreender, filhos prediletos, porque o Meu adversário faz de tudo para impedir esta Minha obra.

- A sua arma preferida é insinuar dúvidas e perplexidades sobre aquilo que Eu mesma estou operando na Igreja.

- Procura fundamentar estas dúvidas com razões que, aparentemente, parecem sólidas e justas.

- Leva assim a uma atitude de critica em relação a tudo aquilo que vos digo, antes ainda de acolherdes e compreenderdes as Minhas Palavras.

- Acontece-vos ouvir alguns vossos irmãos culturalmente preparados, as vezes até especialistas e mestres em ciências teológicas, que rejeitam tudo o que vos digo, porque filtram com a sua mente, já cheia da sua riqueza cultural, todas as Minhas Palavras.

- Assim encontram dificuldades insuperáveis precisamente naquelas frases que são tão claras para os Simples e Pequeninos.

- A Minha Palavra só pode ser compreendida e acolhida por quem tem a mente humilde e disposta,

por quem tem o coração simples,

por quem tem olhos límpidos e puros.

- Quando a Mãe fala as Suas Crianças, elas ouvem-na, porque a amam, fazem tudo o que Ela diz e assim crescem no conhecimento e na vida.

- Não podem ser seus filhos os que a criticam ainda antes de a ouvir, os que rejeitam tudo o que Ela diz antes de o pôr em prática.

- Estes, ainda que aumentem na ciência, não podem crescer na Sabedoria e na Vida.

- Digo-vos isto para que não vos perturbeis se ouvis que até doutores e mestres encontram dificuldades em acolher as Minhas Palavras, ao passo que tudo é muito claro e simples para aqueles que Eu chamo a ser pequeninos.

- Olhai para esta vossa Mãe Celeste, que sabe bem onde e como vos conduzir, para que se cumpra o desígnio do Seu Coração Imaculado.

- Não vos deixeis nem desanimar nem surpreender pelas dúvidas e perplexidades, as quais poderão até aumentar mas não poderão, no entanto, prejudicar em nada esta Minha Grande Obra de Amor.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 29.10.77

Clique aqui e veja também:

Minha Palavra

Minha Propriedade

Minhas Mensagens

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

sábado, 26 de dezembro de 2020

Espera do Seu Glorioso retorno

 

Espera do Seu Glorioso retorno

- Filhos prediletos, vivei na alegria da Páscoa.

- Jesus Cristo, Flagelado, Coroado de Espinhos, Vilipendiado, conduzido a Cruz, Crucificado e Executado como um malfeitor, Ressuscitou.

- Com o Poder que Lhe vem da Pessoa e da Natureza Divina,

chamou a Sua Natureza Humana da Morte e,

no Esplendor da Sua Glória,

saiu Vitorioso do Sepulcro.

- Cristo Ressuscitado está vivo no meio de vós.

- Não temais, Ele guia os acontecimentos da história humana para a realização da Vontade do Pai Celeste e do Seu Grande desígnio de Salvação.

- Cristo Ressuscitado subiu ao Céu e está agora sentado no Seu Trono de Glória, a direita do Pai.

- A Ele estão submetidas todas as coisas, Sob o escabelo dos Seus pés, serão humilhados e derrotados todos os Seus inimigos.

- A partir deste dia, a história humana abre-se a plena Glorificação de Cristo Ressuscitado.

- Cristo Ressuscitado voltará a vós sobre as nuvens do céu, no pleno fulgor da Sua Glória.

- Vivei hoje esperando o Seu Glorioso retorno.

- Não vos deixeis desanimar pelo Triunfo momentâneo do mal e do pecado.

- Não vos entristeça a atual vitória da rejeição obstinada de Deus no mundo, da rebelião contra a Sua Lei de Amor, de uma impiedade tão universal.

- Nem vos deixeis tomar pela dúvida nem pela falta de confiança, ao ver a Igreja tão ferida e perseguida, insidiada e atraiçoada.

- Que a alegria Pascal seja maior do que qualquer motivo de apreensão e tristeza.

- Cristo Ressuscitado está vivo entre vós.

- Cristo Ressuscitado marca os acontecimentos do mundo e da história com a Sua vitória.

- Cristo Ressuscitado quer instaurar entre vós o Seu Reino, para ser Glorificado por todo o Universo Criado.

- Vivei sempre na alegria e numa segura esperança, na espera do Seu Glorioso retorno.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 26.03.89

Clique aqui e veja também:

O Dragão será acorrentado

Sinais do vosso tempo

Maria, Comandante de um único exército

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Não temais

 

Não temais

- Esta é a Noite Santa, vivei-a sobre o Meu Coração, Meu filho amadíssimo.

- Quero fazer-te participar de todo o Meu amor, da Minha ânsia materna quando, arrebatada numa luz do Paraíso, o Meu Filho Jesus nasceu neste mundo.

- Nasceu virginalmente e milagrosamente de Mim, Sua Mãe.

- A noite era profunda.

- Mas era ainda maior a noite que envolvia a humanidade, escrava do pecado, que não esperava mais a salvação.

- A noite envolvia também o povo eleito, que não correspondia mais ao Espírito de sua eleição, nem estava pronto para receber o Seu Messias.

- Nesta noite, tão profunda, surgiu a Luz, nasceu o Meu pequeno Menino.

- No momento em que ninguém O esperava, quando nenhum lugar se abriu para O receber.

- Inesperado, não acolhido, rejeitado pela humanidade, e contudo, é neste momento que começa para a humanidade a Sua Redenção.

- O Meu Jesus nasce para redimir todos os homens dos seus pecados.

- Assim surge a Luz no meio de tantas trevas e o Meu Menino vem para salvar o mundo.

- Nasce na pobreza e na dor desta rejeição e os Seus primeiros vagidos são de pranto, sente o rigor do frio, todo o gelo do mundo O envolve.

- O Meu Coração Imaculado recolheu as primeiras lágrimas do Divino Menino.

- Confundiram-se com as do Meu Coração e enxuguei-as com os Meus beijos de Mãe.

- Nesta Noite Santa, enquanto ainda vos dou o Meu Filho, repito-vos:

Não temais, Jesus é o vosso Salvador.

- Agora o mundo está, mais do que nunca, mergulhado ainda nas trevas.

- O gelo do ódio, da Soberba e da incredulidade envolve o coração dos homens.

- Também a Igreja está perturbada por uma profunda crise:

até muitos dos seus Sacerdotes duvidam do Meu pequeno Menino.

- Igreja toda, acolhe com alegria a vinda do Teu Jesus.

- Ele vive em ti porque quer que todos estes Meus pobres filhos sejam salvos.

- Sacerdotes, Consagrados ao Meu Coração Imaculado, não temais.

- Hoje anuncio-vos uma grande noticia, que é de alegria para todos:

O Meu Filho Jesus é o vosso salvador.

- Todos fostes Redimidos por Ele;

agora, todos podereis ser Salvos por Ele.

- Não temais.

- Assim como o Meu Coração vos deu O Salvador, assim também o Meu Coração Imaculado vos dá, nestes tempos, a alegria da Sua Salvação.

- Em breve, o mundo inteiro, que é invadido pelas trevas e que foi arrancado do meu Filho, gozará finalmente o fruto desta Noite Santa.

- O Triunfo do Meu Coração Imaculado acontecerá por meio dum Novo Nascimento de Jesus nos corações e nas almas dos Meus pobres filhos perdidos. (Iluminação das Consciências)

- Tende apenas Confiança e não se apodere de vós nem a Ansiedade, nem o Desânimo.

- O futuro que vos espera será uma Nova Aurora de Luz para todo o mundo, já Purificado.

- Nesta Noite, junto do Pobre Berço do Meu Menino, sinto a presença de amor dos Meus filhos prediletos, os Sacerdotes Consagrados ao Meu Coração Imaculado e com o Meu Filho Jesus, que estreito o coração; a todos vos agradeço e abençoo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 24.12.75

Clique aqui e veja também:

O Anúncio dos três Anjos

Tudo já foi revelado

Reparar os pecados desta hora

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

terça-feira, 3 de novembro de 2020

Abri os corações a esperança

 


Abri os corações a esperança

- Contemplai-Me hoje no Esplendor da Minha Imaculada Conceição.

- Deixai-vos envolver pela Minha Luz de Graça, de Santidade e de Beleza Virginal.

- Meus prediletos e filhos a Mim Consagrados, correspondei ao Meu desígnio e entrai todos, o mais depressa possível no Cenáculo espiritual do Meu Coração Imaculado.

- O Meu Coração Imaculado é o Jardim Celeste em que vos quero recolher, para vos oferecer para a perfeita glória da Santíssima Trindade, nestes Tempos de Apostasia.

- O Meu Coração Imaculado é o Refúgio seguro que preparei para vós, a fim de que possais viver na serenidade os momentos dolorosos da Grande Tribulação.

- O Meu Coração Imaculado é o caminho luminoso que vos conduz ao alegre encontro com Jesus, que está para voltar a vós na glória.

- Correspondei, então, ao Meu urgente pedido que vos faço por meio da Minha Obra do Movimento Sacerdotal Mariano e deste Meu pequeno filho, que conduzo ainda por toda a parte do mundo, para levar todos a Consagração ao Meu Coração Imaculado.

- Participai, assim, do Meu materno desígnio, que consiste em preparar os corações e as almas para receber o Senhor que vem.

- Fui escolhida pela Santíssima Trindade para Me tornar Mãe do Verbo, que Se encarnou no Meu seio virginal; assim vos dei o Meu Filho Jesus.

- O Seu Primeiro Advento entre vós realizou-se na pobreza, na humildade e no sofrimento, porque Jesus quis assumir os limites, a miséria e a fraqueza da nossa natureza humana.

- Assim, a Minha ação materna cumpriu-se no Silêncio, na Oração, no Escondimento e na Humildade.

- Fui escolhida pela Santíssima Trindade para Me tornar a Mãe do Segundo Advento.

- Assim, a Minha missão materna é preparar a Igreja e toda a humanidade para acolher Jesus que volta a vós na glória.

- Esta Sua Segunda Vinda realizar-se-á na luz da Sua Divindade, porque Jesus voltará a vós sobre as nuvens do céu, no esplendor da Sua Realeza, e submeterá a Si os povos e as nações da terra, e todos os Seus inimigos serão esmagados sob o trono do Seu Domínio Universal.

- Assim, a Minha ação materna se exerce, nestes Últimos Tempos, de maneira aberta e cada vez mais forte, a Minha Luz torna-se resplandecente em toda a parte da terra.

- Por isso, Me manifesto hoje em toda a parte, por meio das minhas numerosas aparições e das Minhas manifestações extraordinárias.

- O Meu Reino de Amor, que estabeleço nos corações e nas almas, é o caminho que prepara o Reino Glorioso de Cristo.

- O Triunfo do Meu Coração Imaculado coincidirá com a Segunda Vinda de Jesus na Glória, que fará novas todas as coisas.

- Escutai, então, todos a Minha voz e segui a luz Imaculada da Minha Beleza Virginal, ao encontro do Esplendor Divino de Cristo.

- Abri os corações a esperança.

- A Segunda Vinda de Cristo está próxima.

- Os sinais que Ele mesmo vos deu, para vos preparar para O receber, nestes vossos tempos, estão todos se realizando.

- Abri os corações a esperança.

- Vivei na paz do coração e na oração.

- Vivei na fé e na alegria.

- Vivei na graça e na pureza.

- Vivei no amor e na santidade, porque Jesus Cristo, Nosso Redentor, nosso Salvador e nosso Rei, está para chegar a vós no Esplendor do Seu Corpo Glorioso.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 08.12.90 – Festa da Imaculada Conceição / São Paulo BR

Clique aqui e veja também:

O Aviso e a Tribulação

Jesus abandonado

Reparar os pecados desta hora

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

"Senhor, sou teu servo, Filho de Tua Serva"

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Com Jesus no deserto

 


Com Jesus no deserto

- Filhos prediletos, neste tempo de mais intensa oração e de penitência, entrai vós também, com Jesus no deserto.

- Oferecei-vos com Ele para o perfeito cumprimento do desígnio do Pai.

- Preparai-vos para a importante missão que vos aguarda, pois o meu tempo chegou e tenho que estar certa de poder contar com cada um de vós.

- O meu desígnio mão corresponde ao vosso e os meus caminhos não são os vossos.

- Só podereis compreender o meu desígnio e seguir os meus caminhos se tiverdes o coração puro:

“Bem aventurado os puros de coração, porque verão a Deus” (Mt 5,8)

- No Deserto, tornarei os vossos corações cada vez mais puros, para que possais ver, na Luz da Sabedoria, o desígnio do Pai e dispor-vos também, como Jesus, a cumpri-lo, bebendo até a última gota do cálice que já vos foi preparado.

- Por isso, os vossos corações terão de ser mais purificados por Mim.

- O Deserto é o lugar onde vos conduzo para esta minha materna obra de purificação.

- No Deserto Jesus sofreu a fome e a sede, o frio da noite e o calor do dia.

- No Deserto onde vos conduzo, sentireis grande fome e sede da Palavra de Deus, e sentireis ao mesmo tempo como que náusea de qualquer outra palavra.

- Far-vos-ei sentir também o frio doloroso por causa do pecado que se abateu sobre o mundo tornando-o árido e frio, e o calor ardente do Espírito de Deus, que derramará em toda a parte a chama do Seu Amor, para que todas as coisas sejam renovadas e tudo possa assim florescer.

- No Deserto Jesus viveu sozinho.

- Eu levar-vos-ei, com Jesus, a solidão interior, desapegando-vos de vós próprios, das criaturas, do mundo em que viveis, das vossas ocupações, para que possais escutar a voz do Grande Silêncio.

- Só no berço deste Grande Silêncio é que o vosso coração se poderá formar no puro e perfeito amor para com Deus e para com o próximo.

- No deserto Jesus rezava ao Pai, sem interrupção.

- Assim, com Jesus, conduzo-vos a oração, que se deve tornar incessante e continua.

- Rezai sempre:

com a vossa vida,

com o vosso coração,

com o vosso trabalho,

com a vossa fadiga,

com o vosso cansaço e

com as vossas feridas.

- Ó filhos prediletos, só no deserto é que a vossa Mãe Celeste vos pode formar no gosto pela oração, para que possais sentir assim, sempre ao vosso lado, o Pai que vos ama, que vos conduz e vos protege.

- No Deserto Jesus foi tentado.

- Neste deserto, onde vos conduzo, também vós haveis de ser provados com o fogo de inúmeras tentações e tribulações e a vossa fidelidade e confiança serão submetidas a uma Grande Prova.

- Foi concedido ao meu adversário um período de tempo para vos tentar.

- Assim, ele insidiar-vos-á de todos os modos:

com o orgulho,

com a concupiscência,

com a dúvida,

com o desânimo,

com a curiosidade.

- Sereis peneirados como o trigo e muitos serão atraídos pelas suas perigosas insídias.

- Segui Jesus, rejeitando sempre as suas Seduções;

Sobretudo vigiai, pois hoje são muitos os Falsos cristos e os Falsos profetas que seduzem e levam a perdição muitas almas. (Ap 13, 1-18)

- Não desanimeis, filhos prediletos, estou ao vosso lado para vos desvendar as insídias do meu adversário e para vos ajudar a vencer as suas seduções.

- Assim, fortaleço-vos com a Palavra de Deus, que foi a Luz que guiou a vossa Mãe Celeste na sua vida.

- No Deserto, também vós sereis preparados, como Jesus, para a missão que deveis cumprir.

- Por isso, os vossos corações terão de se tornar mais puros,

devereis sentir fome e sede da Palavra de Deus,

devereis rezar e sofrer para dizer, com o vosso Irmão Jesus, sobre o meu Coração Imaculado:

“Pai, seja feita só Tua Vontade.

Não te agradaram sacrifícios nem holocaustos, mas formaste-me um corpo.

Eis que venho, ó Deus, para fazer a Tua Vontade”. (Hb 10, 5-7)

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 01.03.80 

Clique aqui e veja também:

Aqui deve constar a constância dos santos

A Besta semelhante a uma pantera

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Nova Jerusalém

Texto para acompanhar a Leitura e Meditação de Apocalipse 7,14;

- Hoje é a festa de todos os santos e amanhã recordais aqueles que se salvaram, mas que se encontram ainda mergulhados no sofrimento purificador do Purgatório.

- Nestes tempos da Grande Tribulação (Ap 7,14), deveis viver fortemente a comunhão dos Santos.

- Sou a Rainha de todos os santos.

- Sou a Comandante de um único exercito.

- Os Anjos do Senhor receberam de Mim a missão de responderem, com força e poder a todas as insídias que o Dragão, a Besta Negra, a Besta semelhante a um cordeiro e os espíritos malignos vos armam cada dia.

- Como é grande, hoje, o seu poder celeste, porque são enviados por Mim para rebater a tática do meu adversário, que é afastar muitos dos meus pobres filhos da adoração devida ao nosso Deus, através da difusão cada vez maior do culto satânico e das missas negras.

- A esta perversa e blasfema ação dos demônios, os Anjos respondem com o seu contínuo, profundo e incessante ato de adoração e de Glorificação ao Senhor. (Ap 15,8; 16,9; 19,7)

- Os Santos do Paraíso respondem com a sua poderosa assistência e intercessão aos perigos que os maus vos armam, nestes tempos, procurando encher de obstáculos, dificuldades e oposições astuciosas o caminho que deveis seguir.

- As tramas ocultas e obscuras que a maçonaria tece contra vós, para vos fazer cair na sua rede, são desmascaradas e destruídas pelos Santos, que fazem descer do Paraíso uma forte luz, que vos envolve, para perfumar de fé, de esperança, de amor, de pureza e de santidade toda a vossa existência.

- A Comunhão de vida com os Santos do Paraíso é o Remédio que Eu vos dou contra os perigos traiçoeiros e tão insidiosos que a Besta Negra da Maçonaria hoje vos arma.

- Recorrei a uma contínua comunhão de oração com as santas Almas do Purgatório, para enfrentar as dificuldades, as zombarias, as marginalizações que a Besta semelhante a um cordeiro usa contra vós, meus filhos prediletos.

- Esta comunhão de oração com as Almas do Purgatório lhes dá a luz e o conforto de abreviar o tempo da sua purificação e concede-vos a segurança e a coragem de realizar na vossa vida o meu desígnio, que consiste em ajudar-vos a cumprir em cada momento a Vontade divina do Senhor.

- Hoje contemplo-vos com alegria, todos reunidos no Celeste Jardim do Meu Coração Imaculado, vivendo esta maravilhosa realidade da comunhão dos Santos, que vos une, vos ajuda e vos compromete a todos no combate pelo pleno triunfo de Cristo, no advento do mundo do seu glorioso Reino de amor, de santidade, de justiça e de paz.

- Assim, contribuís desde já para construir a Nova Jerusalém, a Cidade Santa, que deve descer do Céu, como noiva adornada para o seu Esposo e formais a morada de Deus entre os homens, para que todos se tornem o seu povo, onde serão enxugadas todas as lágrimas dos seus olhos e não haverá mais morte, nem luto, nem gemidos, nem dor, porque as coisas de antes terão desaparecido. (Ap 21, 1-8)

Movimento Sacerdotal Mariano - Padre Stefano Gobbi - A Nova Jerusalém / 01.11.1989

Clique aqui e veja também: A Besta semelhante a um cordeiro

 

01.11.1989 / A Nova Jerusalém

Índice Analítico

Dragão Vermelho (Ap 12,9; 20,2; Gn 3): Antiga Serpente / Diabo / Satanás.

Dragão Vermelho (Ap 12,9; 20,2): Comunismo ateu, Ateísmo Marxista, Ateísmo teórico e prático.

Besta (Ap 13, 1-10; 2Tes2,9; Mateus 24,24): Anticristos.

1ª Besta (Ap 13, 1-10): Besta Negra / 10-chifres / Maçonaria / Falsos Cristos.

2ª Besta (Ap 13, 11-18; 16,13; 19,20; 20,10): Besta semelhante ao de um cordeiro / 2-chifres / Maçonaria Eclesiástica / Falsos Profetas.

10-chifres (Ap 13, 1; 17, 3.7-12): oposição aos 10-Mandamentos de Deus.

7-cabeças (Ap 13, 1; 17, 3.7-12): nações em que o comunismo ateu se estabeleceu e domina com a força do seu poder ideológico, politico e militar. Várias Lojas Maçonicas. 7-Titulos Blasfemos, os 7-Pecados Capitais.

O rio de águas (Ap 12, 15): é formado pelo conjunto de todas as novas doutrinas teológicas.

A Grande Águia (Ap 12, 14): é a Palavra de Deus, sobretudo o Evangelho de Jesus.

As duas asas da Águia (Ap 12, 14):

·         A Palavra de Deus acolhida, amada e guardada com a fé (Fé);

·         A Palavra de Deus vivida com a Graça e a Caridade (Caridade).

- O deserto (Ap 12, 16.14): em que estabeleci a minha morada habitual é o coração e a alma de todos os filhos:

·         que Me acolhem,

·         Me escutam,

·         se entregam completamente a Mim

·         e se consagram ao Meu Coração Imaculado.

Seduzir e enganar toda a terra:  (Ap 13, 7-8; 2Tes 2, 1-12) 

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Consagração de sua casa como Refúgio / Padre Michel Rodrigue 16



Consagração de sua casa como Refúgio / Padre Michel Rodrigue 16

- Você precisará de água e sal exorcizado, que são ainda mais potentes contra o inimigo do que água abençoada e sal abençoado.

- Se você se sentir chamado, poderá consagrar sua casa e sua terra onde mora para oferecê-la como refúgio, se o Pai assim o desejar.

- Com a generosidade do Espírito Santo em seu coração, você pode agir com Ele para fazer a vontade de Nosso Pai e, em seguida, fazer uma oração de consagração em seu coração.

- Não precisa ser formal.

“Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Deus Pai, através do Teu Filho amado, que derramou Seu sangue na cruz para nos salvar, eu consagro minha casa e minha terra a Ti.

É seu. Por favor, use-o como desejar para a segurança do seu povo.

Eu consagro esta terra e lar para você através da intercessão do Imaculado Coração de Maria, para estar sob o Espírito Santo durante o tempo de purificação.”

- Então você terá água benta e sal abençoado que foram exorcizados.

- Pegue a água exorcizada e polvilhe-a por dentro, fazendo o sinal da cruz: “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

- Lá fora, em sua terra, pegue o sal exorcizado e polvilhe-o diante de você, atrás de você e de ambos os lados, fazendo o sinal da cruz, e o sal se misturará com a sua terra.

 

- Em primeiro lugar, esta é uma oração do seu coração.

- Você pergunta ao Pai através do Coração de Jesus porque Ele derramou Seu sangue por nós na Cruz.

- Através da intercessão do Imaculado Coração de Maria, sob a sombra do Espírito Santo, você consagra seu lar à vontade do Pai pelo que Ele deseja fazer com ele.

- Ele será o dono da sua casa agora.

- Você faz a mesma coisa lá fora com sua terra.

- Faça a mesma oração pela sua terra para que o Senhor faça com ela o que ele deseja.

- O Senhor tem perfeito conhecimento da geografia de sua propriedade.

- Não se preocupe.

- Quando você consagra sua terra, ela pertence a Ele e estará sob a proteção de um anjo.

- Quando chegar a hora de as pessoas se refugiarem, ninguém poderá entrar sem o sinal da cruz na testa, reconhecido por você e pelo anjo, na frente de sua propriedade.

- Quando você consagra sua terra, sua casa, o refúgio é protegido pelo anjo sagrado do Senhor, não apenas pelo espaço delineado que você consagrou, mas também por todos os seus habitantes nessa área.

- Isso significa que se alguém vier à sua casa com o espírito do diabo, o diabo ficará de fora.

- A pessoa pode entrar, mas o espírito esperará que ela retorne. Não passará.

- Você não pode consagrar o lar de outra pessoa, porque deve ser um ato de livre arbítrio diante do Pai.

- A consagração deve seguir o coração.

- Todo mundo tem a capacidade de abrir seu coração para o Pai.

- Ele respeitará a vontade deles.

- É isso que chamamos de disposição interna do coração para cumprir a vontade do Senhor.

- Você pode consagrar sua casa e terra se seu cônjuge não é um católico praticante?

- Sim, porque você é o dono da terra e da casa.

- E quando chegar o dia, você será feliz que está feito.

- Quando você é locatário, significa que você pode consagrar o espaço que lhe pertence, mas não pode consagrar a terra.

- Você apenas consagra o apartamento onde está e estará protegido.

- Você pode consagrar um lugar onde não mora, se você é o dono do espaço, porque isso será para o povo do Senhor no tempo em que o Senhor abalará este mundo.

- Uma ordem leiga pode ser consagrada como um lugar seguro?

- Sim absolutamente.

- Mas a ordem precisa estar disposta a fazer isso.

- A consagração é um evento único ou será necessário repetir?

- É uma coisa única.

- Eu asseguro que quando o Pai toca em algo, é tocado para sempre, a menos que um lugar seja profanado.

- Se houver um pecado mortal naquela terra, no lar ou no refúgio, ele teria que ser reconsagrado.

- Quando uma igreja consagrada é profanada por atividades de pecado mortal lá, o bispo deve reconsagrar a igreja.

Fr. Michel Rodrigue

 

A Bênção da Água Benta

- Antes do Vaticano II, quando a água benta [era] abençoada, o padre lê várias orações, que incluem um exorcismo do sal e da água.

- Um exorcismo é o banimento de espíritos malignos.

- Os Padres da Igreja nos ensinam que, quando Satanás causou a queda de nossos primeiros pais, ele também obteve influência sobre coisas inanimadas destinadas ao uso do homem; e, portanto, quando qualquer objeto material deve ser dedicado ao serviço de Deus, a Igreja frequentemente prescreve para ele uma forma de exorcismo, para libertá-lo do poder do Maligno.

- As orações usadas nesta cerimônia são muito bonitas e expressam bem as razões do uso da água benta.

- Os que são ditos sobre o sal invocam o poder do "Deus vivo, o Deus verdadeiro, o Deus santo", para que quem o usa possa ter saúde da alma e do corpo;

para que o diabo se afaste de qualquer lugar em que for aspergido;

quem quer que seja tocado por ela será santificado e libertado de toda impureza e de todos os ataques dos poderes das trevas.

- As orações feitas sobre a água são dirigidas ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, para que, através do poder da Santíssima Trindade, os espíritos do mal possam ser completamente expulsos deste mundo e percam toda a influência sobre a humanidade.

- Quando Deus é suplicado para abençoar a água, para que seja eficaz na expulsão de demônios e na cura de doenças.

- Então o padre coloca o sal na água na forma de uma cruz tríplice, dizendo: “Que essa mistura de sal e água seja feita em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo” - depois que outra oração é recitado, no qual Deus é solicitado a santificar esse sal e água, para que, onde quer que seja aspergido, todos os espíritos malignos serão expulsos e o Espírito Santo estará presente.”

Fr. Sullivan, Externos da Igreja Católica.

 

Para continuar no próximo post do "retiro virtual" com o Padre Michel, clique aqui:

Falsos sinais e Falsos profetas / Padre Michel Rodrigue 17

domingo, 9 de abril de 2017

Metanoia Cristã


Significado de Metanóia (Mind Set):
  • Mudança, transformação de caráter ou na maneira de pensar.
  • Mudança que resulta ou é motivada por algum tipo de arrependimento.
  • Remorso por alguma falha; penitência.
  • Modificação espiritual; conversão.
  • Modo novo de conceber ideias, de se comportar, de enxergar a vida e a realidade.
Esperança no mundo
- A Paixão de Nosso Divino Redentor deixa uma lição para nós:
  • Aqueles que, por princípios mundanos, têm como ideal obter aplauso, colocando sua esperança na aprovação dos homens, erram, porque cometem a loucura de escolher para si uma situação estável.
- A Paixão de Nosso Senhor nos mostra, de maneira eloquente, o quanto é preciso pôr nosso empenho em conhecer, amar e servir a Deus com “todo seu coração, de toda tua alma, de todo teu entendimento e com toda a tua força e o teu próximo como a ti mesmo” Marcos 12, 30-31, pouco nos importando se nos atacam ou nos elogiam, se nos recebem ou nos repudiam, mas, isto sim, se agradamos a Deus com a nossa forma de proceder.
- Ao sermos Batizados nos comprometemos –seja por nós mesmos ou na pessoa de nossos padrinhos- a renunciar ao demônio, ao mundo e a carne e ficarmos marcados com o sinal do combate.
- Não firmamos, em nenhum momento, o propósito de nos apoiarmos no aplauso dos outros. Assim sendo, devemos, sempre, nos lembrar dessas promessas de luta, que exigem de nossa parte a determinação de enfrentar todas as batalhas que tais inimigos, por nós rejeitados no Batismo, vão se apresentando no decorrer desta peregrinação.

A Cruz
- A Cruz, sinal de ignominia por constituir o pior castigo, o suplício mais horrível daqueles tempos da Encarnação de Jesus, considerado pelos Judeus como ‘Maldição Divina” Dt 21,23 e pelos romanos como infamante, a tal ponto que não era aplicado a um cidadão do Império, sendo reservado apenas aos escravos e aos criminosos mais comuns.
- No entanto, tão poderoso é este Rei Jesus que, posto nesse pedestal de humilhação, Ele o transforma em trono de glória!
- Hoje em dia, ostentar a Cruz ao peito é uma honra, e nos admiramos ao vê-la sobre as coroas ou no alto das catedrais e dos edifícios eclesiásticos:
  • É a exaltação da Cruz.
- Ora, sendo participes da vida divina, pela graça, somos chamados a trilhar a mesma via do Rei dos reis, sem nunca descer, subir para chegar ao Céu, cujas portas nos serão abertas, não por nossos méritos, mas pelos de Nosso Redentor (Metanóia).


Pela Cruz alcançamos a Luz
- Contrário a certa mentalidade muito alastrada, não é possível abolir a Cruz da face da Terra, pois, em geral, todo ser humano sofre.
- A dor é nossa companheira e só deixará de existir no Paraiso Celeste.
- É neste contexto que é imprescindível ao homem compreender o verdadeiro valor do sofrimento (Metanóia), pois uma equivocada compreensão do sofrimento leva alguns a caírem no:
  • Abatimento,
  • Revolta contra a providência,
  • Querer esquivar-se de carregar a própria cruz, cuja tentativa se torna inútil, tornando-a mais pesada, acrescentando ainda o ônus da inconformidade com a vontade de Deus, que conhece e permite cada uma de nossas angústias.
Valor da luta
- Compenetremo-nos de que a dor encerra inúmeros benefícios para nossa salvação:
  • Poderoso meio de nos aproximarmos de Deus. (Metanóia).
- Desde antes da queda, Anjos e homens, por terem sido criados em estado de prova, tem a tendência de fechar-se e esconder-se sobre si (conf Gn 3, 8-10), quando deveriam estar constantemente abertos para Deus.
- E é nisto que consiste a prova do entendimento e a compreensão de nossa realidade como Batizados, filhos de Deus e de sermos chamados de Cristãos (Metanóia).
- As lutas, reveses e aflições surgidas em nosso caminho são elementos eficazes para dirigir nosso espírito ao Bem infinito e escancarar para Ele a porta de nossa alma.
- Nessas horas experimentamos o poder da oração, sentimos nossa total dependência de Deus e nos colocamos em suas mãos sem reservas, a procura de amparo e força.
- O sofrimento pode receber o título de bem aventurança que nos faz merecer, já neste mundo, a recompensa de libertar-nos de nosso egoísmo e de vivermos voltados para Deus. Ó dor, bem aventurada dor!
- Em sua Bondade infinita, o Senhor nos “cumula de tribulações na Terra para nos obrigar a buscar a felicidade no Céu” diz Santo Antônio Maria Claret.
- O sofrimento constitui-se, então, um meio infalível de preparação para conhecer, amar e contemplar a Deus face a face.

Glória comprada pelo sofrimento
- O Verbo onipotente, Unigênito do Pai, ao Se encarnar quis passar pelas vicissitudes da condição humana, para nos dar exemplo de paciência.
- Sua Alma Santíssima que desde o primeiro instante da concepção, já possuía a glória, e esta deveria, naturalmente, refletir-se em sua carne; mas a relação natural entre alma e corpo n’Ele estava submetida a sua Divina Vontade, a qual aprouve suspender esta lei, realizando um milagre contra Si mesmo, pois preferiu tomar um corpo padecente a fim de que obtivesse com maior honra a glória do Corpo, quando a merecesse pela Paixão.
- Ele assumiu aquelas deficiências corporais derivadas do pecado original como o cansaço, a fome, a sede e a morte.
- Jesus visava apontar o combate da Cruz como causa de elevação para todos nós, Batizados, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo (conf Rm 8,17). (Metanóia).
- Tão excelente é o sacrifício de nosso Salvador, oferecendo-Se a Si mesmo ao Pai como Vitima perfeita, que os efeitos da Paixão excedem em muito a dívida do pecado. Diz o Padre Garrigou-Lagrange:
“Deus Pai pediu a seu Filho:  um ato de amor que Lhe agrada mais do que Lhe desagradam todos os pecados juntos;
um ato de amor redentor, de um valor infinito e superabundante”
Jesus lhe ofereceu o sofrimento e morte na Cruz.

O combate do Católico é sua glória
- Somos combatentes (Metanóia).
- Não fomos feitos para apoiar aqueles que põe sua esperança no mundo, mas para defender Nosso Senhor Jesus Cristo.
- O mundo só nos interessa como objeto de conquista para O Reino de Deus, pois queremos ser apóstolos, a fim de que todos os homens experimentem nossa alegria de cristãos. (Metanóia).
- Alegria proveniente da certeza (Metanóia), infundida pela fé na alma, de um dia recuperar o corpo em estado glorioso e viver a eternidade feliz no convívio com Deus, com Maria Santíssima, com os Anjos e com os Santos.
- A convicção (Metanóia) de que a Cruz conduz a Luz, isto é, a vitória e ao triunfo final, torna a alma equilibrada, calma e serena, e dá forças para encarar a morte com confiança, sabendo que no outro lado estará Aquele que por nós morreu na Cruz, pronto a nos receber (Metanóia).
- E agora? Estou preparado para a Metanóia? Ou seja:
  • Mudança,
  • transformação de caráter,
  • maneira de pensar,
  • modificação espiritual,
  • conversão. 
Metanóia de Pedro
- A famosa frase de Santo Agostinho:
“Crer para entender e entender para crer”
resume uma verdadeira Metanóia que aconteceu com Pedro; vejamos o relato em João 13, 6-9:
- “Jesus coloca agua numa bacia e começa a lavar os pés dos discípulos e a enxuga-los com a toalha que estava cingido. (Traje e função dos escravos, não dos senhores ISm 25,41).
Chega, então, a Simão Pedro, que lhe diz:
- Senhor, tu, lavar-me os pés?
Respondeu Jesus:
- O que faço, não compreenderás agora, mas o compreenderás mais tarde.
Disse-lhe Pedro:
- Jamais me lavarás os pés!
Respondeu Jesus:
- Se Eu não te lavar, não terás parte comigo.
Disse-lhe Pedro:
- Senhor, não apenas meus pés, mas também as mãos e a cabeça”

- Por não estarmos prontos, podemos voltar nas decisões tomadas; Deus purifica nosso entendimento quando cremos mas ainda não entendemos.
- Essa foi a Metanóia de Pedro: por crer em Jesus aceitou sua proposta mesmo ainda não entendendo.

- Jesus ‘sentiu’ e ‘experimentou’ toda repugnância e dor que haveremos de ‘sentir’ e ‘experimentar’ durante todo nosso processo de Metanóia (conversão).
“Não creias porém que deixei de sentir então repugnância e dor. Pelo contrário quis que a minha natureza humana experimentasse todas as que vós mesmos experimentais, a fim de que meu exemplo vos fortificasse em todas as circunstancias de vossa vida.
Também quando soou para Mim aquela hora dolorosíssima de minha Paixão, que Eu poderia tão facilmente evitar, abracei-a amorosamente para:
  • cumprir a Vontade do Pai,
  • reparar Sua Glória,
  • expiar os pecados do mundo,
  • comprar a salvação de muitas almas.
Jesus a Santa Josefa; Apelo ao Amor pg 414

Minha Metanóia
- Descreva em seu diário espiritual quais são as repugnâncias que sua natureza humana sente quando se fala de uma verdadeira conversão ao cristianismo.
- Quais as renúncias que devo proceder?
- O que me impede de ser humilde?
- O que me impede de perdoar?
- O que me impede de Amar até o extremo, como Jesus amou?
- Se voluntariamente passei a maior parte de minha vida na impiedade ou na indiferença e percebo que a eternidade já esta as portas, o que me impede de implorar o perdão?
- Qual respeito humano sinto como uma ‘repugnância’ que me está impedindo de me unir ao Senhor?
“Enquanto tiver o homem um sopro de vida, poderá ainda recorrer a Misericórdia e implorar o perdão”
Jesus a Santa Josefa; Apelo ao Amor pg 418
- Olhemos para o resultado e a recompensa que haveremos de receber na eternidade.