Mostrando postagens com marcador Pobreza. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Pobreza. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Não temais

 

Não temais

- Esta é a Noite Santa, vivei-a sobre o Meu Coração, Meu filho amadíssimo.

- Quero fazer-te participar de todo o Meu amor, da Minha ânsia materna quando, arrebatada numa luz do Paraíso, o Meu Filho Jesus nasceu neste mundo.

- Nasceu virginalmente e milagrosamente de Mim, Sua Mãe.

- A noite era profunda.

- Mas era ainda maior a noite que envolvia a humanidade, escrava do pecado, que não esperava mais a salvação.

- A noite envolvia também o povo eleito, que não correspondia mais ao Espírito de sua eleição, nem estava pronto para receber o Seu Messias.

- Nesta noite, tão profunda, surgiu a Luz, nasceu o Meu pequeno Menino.

- No momento em que ninguém O esperava, quando nenhum lugar se abriu para O receber.

- Inesperado, não acolhido, rejeitado pela humanidade, e contudo, é neste momento que começa para a humanidade a Sua Redenção.

- O Meu Jesus nasce para redimir todos os homens dos seus pecados.

- Assim surge a Luz no meio de tantas trevas e o Meu Menino vem para salvar o mundo.

- Nasce na pobreza e na dor desta rejeição e os Seus primeiros vagidos são de pranto, sente o rigor do frio, todo o gelo do mundo O envolve.

- O Meu Coração Imaculado recolheu as primeiras lágrimas do Divino Menino.

- Confundiram-se com as do Meu Coração e enxuguei-as com os Meus beijos de Mãe.

- Nesta Noite Santa, enquanto ainda vos dou o Meu Filho, repito-vos:

Não temais, Jesus é o vosso Salvador.

- Agora o mundo está, mais do que nunca, mergulhado ainda nas trevas.

- O gelo do ódio, da Soberba e da incredulidade envolve o coração dos homens.

- Também a Igreja está perturbada por uma profunda crise:

até muitos dos seus Sacerdotes duvidam do Meu pequeno Menino.

- Igreja toda, acolhe com alegria a vinda do Teu Jesus.

- Ele vive em ti porque quer que todos estes Meus pobres filhos sejam salvos.

- Sacerdotes, Consagrados ao Meu Coração Imaculado, não temais.

- Hoje anuncio-vos uma grande noticia, que é de alegria para todos:

O Meu Filho Jesus é o vosso salvador.

- Todos fostes Redimidos por Ele;

agora, todos podereis ser Salvos por Ele.

- Não temais.

- Assim como o Meu Coração vos deu O Salvador, assim também o Meu Coração Imaculado vos dá, nestes tempos, a alegria da Sua Salvação.

- Em breve, o mundo inteiro, que é invadido pelas trevas e que foi arrancado do meu Filho, gozará finalmente o fruto desta Noite Santa.

- O Triunfo do Meu Coração Imaculado acontecerá por meio dum Novo Nascimento de Jesus nos corações e nas almas dos Meus pobres filhos perdidos. (Iluminação das Consciências)

- Tende apenas Confiança e não se apodere de vós nem a Ansiedade, nem o Desânimo.

- O futuro que vos espera será uma Nova Aurora de Luz para todo o mundo, já Purificado.

- Nesta Noite, junto do Pobre Berço do Meu Menino, sinto a presença de amor dos Meus filhos prediletos, os Sacerdotes Consagrados ao Meu Coração Imaculado e com o Meu Filho Jesus, que estreito o coração; a todos vos agradeço e abençoo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 24.12.75

Clique aqui e veja também:

O Anúncio dos três Anjos

Tudo já foi revelado

Reparar os pecados desta hora

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Pelos caminhos da África

 

Pelos caminhos da África

- Entrai no Templo do Meu Coração Imaculado, filhos prediletos, se quereis contemplar as maravilhas do Meu Amor Misericordioso.

- Nestes tempos, a vossa Mãe atua em toda a parte do mundo, com a sua ação preocupada de apelo para vos fazer caminhar pela estrada do bem, do amor, do retorno a Deus, vosso Redentor.

- Revelo-Me, em toda a parte, aos Pequeninos, aos Simples, aos Pobres, aos Puros de Coração.

- Vê como também nesta parte do Continente Africano (Enugu / Nigéria) o Meu convite é acolhido com gratidão e grande reconhecimento.

- Quanto amor para comigo encontras nos caminhos da África.

- Aqui, no meio de tão grande pobreza, onde as casas ainda são feitas de barro e os Meus filhos não tem, muitas vezes nem alimento, nem vestuário, obtenho deles mais do que aquilo que outros Me dão noutras partes mais desenvolvidas do mundo.

- Recebo um amor cândido e sincero, uma resposta generosa, uma correspondência entusiasta e alegre, uma Oração ardente e perseverante.

- Reparaste com que fervor rezam o Santo Terço,

com que veneração circundam as Minhas Imagens,

como Me colocam em cada cômodo das suas pobres casas.

- Eu Me manifestarei ainda mais a eles, através de Aparições e por meio da Minha presença materna, que os ajuda e que solicita a Providência para que não lhes falte o alimento e o vestuário.

- Nestes dias, Meu pequeno filho, pudeste ver com os teus olhos como a Mãe Celeste age nos caminhos deste imenso continente.

- Chegou a hora das Minhas maiores maravilhas.

- Estes são os Tempos do Triunfo do Meu Amor Materno.

- Por isso vos convido a todos, dos Cinco Continentes, a entrar no Templo do Meu Coração Imaculado, a fim de poderdes corresponder ao Meu desígnio.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 21.11.83

Clique aqui e veja também:

Felicidade dos Santos

Anjos da Guarda: luz, defesa e combate

Maria, medianeira de Graças

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

sábado, 29 de agosto de 2020

Os Anjos do Senhor

 


Os Anjos do Senhor

- Acabaste agora o Cenáculo com estes meus filhos tão queridos, que sofrem pela situação de dilaceração e de desordem em que se encontra aqui a minha Igreja. (Nimega-Holanda)

- Une a tua dor a minha e sê expressão da materna benevolência com que olho para eles, com que os acolho, os conforto e conduzo.

- Não repares se são poucos e, na sua maior parte, frágeis por causa da idade ou da saúde;

são porém, tão fiéis e generosos que consolam a dor imensa do Meu Coração Imaculado.

- Para Mim, eles são os tesouros mais preciosos.

- E por meio deles, também aqui quão numerosos são os filhos que respondem ao Meu convite, entram no refúgio do Meu Coração e são hoje formados por Mim na heroica fidelidade a Jesus e a Sua Igreja.

- Assim, neste mesmo lugar onde o meu adversário começou a sua obra de insidiosa destruição da Igreja, Eu respondo ao desafio e formo o meu exército.

- É o exército dos pequeninos, dos pobres, dos humildes que Eu reúno no Meu Coração Imaculado para lhes dar o meu Espírito de Sabedoria, para que seja derrotada a soberba daqueles que se deixaram Seduzir pela falsa ciência e pelo espírito de grandeza e de vanglória.

- Por meio desta minha Obra, ainda hoje o Senhor recebe da boca das crianças e dos lactantes a glória perfeita.

- Convosco estão também os Anjos do Senhor;

sou a sua Rainha e eles estão prontos as minhas ordens, porque a Santíssima Trindade confiou ao Meu Coração Imaculado a Obra de Renovação da Igreja e do mundo.

- São Miguel está a frente de todo este Meu Exército Celeste e terrestre, que já está em ordem de batalha.

- São Gabriel está ao vosso lado para vos dar a todos a própria fortaleza invencível de Deus.

- São Rafael cura-vos das numerosas feridas que vos são provocadas frequentemente por causa da Grande luta em que estais empenhados.

- Senti sempre ao vosso lado os Anjos de Deus e invocai frequentemente a sua ajuda e a sua proteção.

- Eles tem uma Grande força para vos defender e subtrair a todas as insídias que satanás, meu e vosso adversário vos arma.

- Agora a sua proteção se intensificará e ira notar de modo particular, porque os Tempos da Grande Prova chegaram e estais para entrar num período de Grande Angustia como nunca houve até agora.

- Senti ao vosso lado, as minhas ordens, os Anjos do Senhor, que serão a vossa defesa e guia, para que cada um possa cumprir tudo o que estabeleci para o triunfo do Meu Coração Imaculado.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 29.09.79

Clique aqui e veja também:

Nossos Anjos da Guarda nos ajudarão

Céu

A função dos Anjos

Anúncio dos três Anjos

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Apocalipse / Padre Michel Rodrigue 7



Apocalipse / Padre Michel Rodrigue 7

Mensagem para Padre Michel Rodrigue: de Deus Pai, 13 de novembro de 2018

- Minhas crianças,

- Em breve você entrará no Tempo do Advento.

- É uma época de conversão e preparação para a celebração do Nascimento do meu Filho Jesus.

- É um tempo de alegria para os Meus filhos fiéis.

- Para outros, é um momento de ansiedade e de gastar dinheiro no espírito do mundo, que quer apagar o Natal.

- Para você, quero distribuir muitas graças do meu amor às suas famílias.

- Tenha uma manjedoura em sua casa, em um local central para que todos possam ver.

- Muitas bênçãos de conversão para seus filhos virão deste presépio.

- O Natal também é uma época em que Meu amor concede a muitas almas no purgatório sua entrada no céu.

- Ore por seus parentes e pelas almas que não têm ninguém para orar por eles.

- Eu escolhi seu país (Estados Unidos) para uma grande missão neste mundo.

- Honro a consagração de sua nação, feita por seu primeiro presidente.

- Muitas bênçãos estão sobre você neste Tempo do Advento e durante a época do Natal.

- A época do Advento e a próxima Festa da Natividade do Meu Filho Amado, Jesus, prefiguram os tempos vindouros.

- Siga as leituras diárias de sua Liturgia Católica e você entenderá muitas das Minhas ações e muitos eventos vindouros.

- Minha bênção está sobre você e o amor de Meu Filho, Jesus, e a Paz do Meu Espírito de amor.

Seu pai

Para continuar no próximo post do "retiro virtual" com o Padre Michel, clique aqui:

Sagrada Família / Padre Michel Rodrigue 8

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Chaves do Tesouro


Chaves do Tesouro
- Enquanto Josefa reza diante do sacrário, Jesus lhe aparece “trazendo na Mão direita –escreve ela-  uma correntinha de brilhantes que reunia três chaves pequeninas, douradas e muito bonitas.”

- Olha –diz Ele- uma... duas... três..., são de ouro.
- Sabes o que representam estas chaves?
- Cada uma guarda um tesouro dos quais quero que te apoderes.


Primeiro Tesouro: Abandono
- O primeiro dos tesouros é um grande abandono a tudo que Eu te pedir direta ou indiretamente, confiando, sem cessar, na Bondade de Meu Coração que toma sempre cuidado de ti.
  • Assim repararás o orgulho de tantas almas que duvidam do Meu Amor.


Segundo Tesouro: Humildade
- O segundo destes tesouros é uma humildade profunda que consistirá em reconheceres que não és nada, em te abaixares diante de todas as Irmãs, e quando Eu te disser, em pedires também a tua Madre que te humilhe.
  • Repararás assim o orgulho de muitas almas.


Terceiro Tesouro: Mortificação
- O terceiro é o tesouro de uma grande mortificação em tuas palavras e ações.
- Quero que te mortifiques corporalmente tanto quanto a obediência te permitir e que recebas com verdadeiro desejo os sofrimentos que Eu mesmo te enviar.
  • Assim repararás a imortificação de grande número de almas e Me consolarás de algum modo pelas ofensas que Me causam tantos pecados de sensualidade e tantos prazeres maus.
- Atitudes de Abandono, Humildade e Mortificação agem contra:
  • Orgulho,
  • Imortificação,
  • Sensualidade,
  • Prazeres maus.

- Enfim, a correntinha que prende as três chaves é amor ardente e generoso que te ajudará a viver abandonada e entregue, humilde e mortificada.

“Apelo ao Amor” A mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e Sua Mensageira Irmã Josefa Menéndez da Sociedade do Sagrado Coração. 27.dezembro.1920 a 09.janeiro.1921.

Veja também: Atitudes que salvam.

domingo, 4 de maio de 2014

Amor a pobreza (Santo Afonso)

Voto de pobreza
13. O amor a pobreza, devem tê-lo especialmente os religiosos que fizeram o voto de pobreza.
- S.Bernardo: “Muitos religiosos querem ser pobres, com a condição de que não lhes falte nada”
- S.Francisco Sales: “Estes tais querem a honra da pobreza, mas rejeitam-lhe os incômodos”. Para esses religiosos fica bem o que dizia uma monja Clarissa: “A religiosa que se gloria de ser pobre e se lamenta quando lhe falta alguma coisa, será ridicularizada pelos anjos e pelos homens”.
            Diferente é o modo de agir dos bons religiosos: amam a sua pobreza mais do que todas as riquezas.
            A filha do imperador Maximiano II, monja de Santa Clara, compareceu na presença de seu irmão, o arquiduque Alberto, com o hábito remendado. Ele estranhou isso como inconveniente a nobreza de sua irmã; mas ela lhe disse: “Meu irmão, estou mais contente com estas roupas pobres do que os reis com suas purpuras”.
- S.Maria Madalena Pazzi: “Felizes os religiosos que, desapegados de tudo por meio da pobreza, podem dizer: Senhor, sois a parte de minha herança (Sl15,5). Senhor, sois a minha herança, todo o meu bem”
            Certa vez, Santa Tereza, tendo recebido muitas esmolas de um negociante, mandou-lhe dizer que seu nome estava escrito no livro da vida e, como sinal disto, as coisas deste mundo lhe seriam tiradas. De fato, o negociante faliu e ficou pobre até a morte.”
- S.Luis Gonsaga: “Não há nenhum sinal mais certo de que alguém seja do número dos escolhidos, do que vê-lo temente a Deus, e ao mesmo tempo, ser provado com tribulações e desolações neste mundo.”

            14.De algum modo, ainda faz parte da pobreza o ser privado dos parentes e amigos pela morte. É muito importante praticar a conformidade nesta ocasião.
            Perdendo um parente, um amigo, há pessoas que perdem também a paz. Fecham-se num quarto a chorar e, dominados pela tristeza, tornam-se impacientes e insuportáveis. Eu queria saber: essas pessoas que se angustiam assim e derramam tantas lágrimas, a quem estão agradando?
- A Deus? A Deus não, porque ele quer que nos resignemos com a sua vontade.
- Agradam a alma do defunto? Também não, porque se essa se perdeu, ela odeia a vós e as vossas lágrimas.
- Se ela já está no céu, deseja que agradeçais a Deus por ela.
- Se está no purgatório, deseja que a socorrais com as vossas orações e que vos conformeis com a vontade de Deus; deseja que vos santifiqueis para, um dia, vos ter como companheiros no céu.
- De que serve, então, chorar tanto?
- S.José Caracciolo, teatino, tendo-lhe morrido um irmão e estando certo dia com os parentes, que não paravam de chorar, chamou-lhes a atenção:
“Chega! Reservemos estas lágrimas para uma finalidade melhor, para chorar a morte de jesus Cristo que foi para nós Pai, irmão e morreu por nosso amor”
- Em tais ocasiões é preciso fazer como Jó ao receber a noticia da morte dos seus filhos, conformado inteiramente com a vontade de Deus: “O Senhor deu, o Senhor tirou; como foi do seu agrado, assim aconteceu; bendito seja o nome do Senhor!” o que aconteceu foi da vontade de Deus, e por isso, também do meu agrado; que ele seja sempre louvado por mim!

Os desprezos
            15.Devemos também praticar a paciência e provar nosso amor a Deus suportando em paz os desprezos que recebemos. Quando uma pessoa se dá para Deus, ele mesmo faz ou permite que seja desprezada e perseguida pelos homens.
            Conta-se do Beato Henrique Suso que, certa vez, tomou consciência dos sofrimentos impostos pelos homens: “Henrique, até agora tens praticado a mortificação a teu modo. De hoje em diante, serás mortificado como os outros quiserem”. No dia seguinte, vendo um cachorro rasgando um farrapo, pensou consigo: “Assim serás tu, dilacerado pela boca dos homens”. Desceu do lugar onde estava, guardou um pedaço daquele pano para lembrar-se dele no meio dos sofrimentos.

            16.Os desprezos e as injurias são desejadas e procuradas pelos santos.
- S.Felipe Neri, como hóspede, sofreu muitos maus tratos durante 30-anos; apesar disso, não queria mudar-se e passar para uma nova casa que ele mesmo fundara.
- S.João Cruz, precisando mudar de ares por causa de uma doença, não quis aceitar uma casa cômoda, onde havia um superior que gostava muito dele. Escolheu, porém, uma casa pobre, dirigida por um superior que não lhe tinha simpatia e que o perseguiu e o maltratou durante muito tempo e de várias maneiras.
- S.Tereza: “Quem procura a perfeição deve evitar de dizer: fizeram-me isso sem razão. Se queres carregar a cruz, mas somente aquela que se apoia na razão, a santidade não é para ti”
- É conhecida a resposta que Jesus crucificado deu a São Pedro, mártir, quando se lastimava de estar encarcerado, sem ter feito mal algum: “E eu que mal fiz para estar pregado nesta cruz sofrendo e morrendo pelos homens”
- Os santos consolavam-se, quando injuriados, com as ofensas que Jesus Cristo padeceu por nós.
- S.Eleazar, perguntado por sua esposa, como podia sofrer com tanta paciência as numerosas injúrias recebidas até mesmo de seus empregados, respondeu: “Penso em Jesus desprezado. Vejo que as afrontas feitas a mim não são nada, em comparação com as que ele sofreu por mim. Assim Deus me dá força para suportar tudo em paz.”
            As injúrias, a pobreza, os sofrimentos e todas as tribulações que sobrevêm a uma pessoa que não ama a Deus, tornam-se ocasião para mais se afastarem dele. Mas, sobrevindo a quem ama a Deus, tornam-se motivo de maior união com ele e de maior amor:
“As torrentes não puderam extinguir o amor,
nem os rios o puderam submergir” Ct 8,7
- As tribulações, por muitas e graves que sejam, não só não extinguem, mas sim, aumentam as chamas da caridade num coração que ama somente a Deus.

A Prática de amor a Jesus Cristo Cap XIV– Santo Afonso Maria de Ligório