Mostrando postagens com marcador Mansidão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mansidão. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 20 de abril de 2021

Ao lado de cada altar

 

Ao lado de cada altar

Sexta feira Santa:

- Sou a vossa Mãe, tão Dolorosa.

- Encontro-Me ao lado do Meu Filho Jesus, no momento em que sobe ao Calvário, esgotado por um imenso sofrimento e pelo peso da Cruz, que carrega com Mansidão e Amor.

- Os Pés deixam marcas de Sangue no chão;

as Mãos apertam a Cruz, que pesa sobre os Ombros Chagados;

o Corpo está dilacerado e contundido pelo padecimento da terrível Flagelação, Rios de Sangue escorrem da Cabeça, das Feridas abertas pela Coroa de Espinhos...

- Com que dificuldade sobe Jesus.

- Que sofrimento Lhe provoca cada passo que dá em direção ao cume do Calvário.

- Cambaleia, depois para, é abalado pelos tremores da febre e da dor;

inclina-Se como para recobrar novas forças;

não pode mais e cai por terra.

- Eis o Homem, Eis filhos, o vosso Rei.

- Queria socorre-Lo com o ímpeto do Meu Coração de Mãe,

ajudá-Lo com a força da Minha Dor,

ampará-Lo com o conforto da Minha Presença.

- Com o gemido da Minha Oração, O acaricio,

acompanha-O com a angústia de uma Mãe ferida,

conduzo-O ao cume do Gólgota, sobre o Meu Coração Imaculado, já unido ao Seu numa única oferta a Vontade do Pai.

- Estou ao Seu lado quando O despojam das Suas Vestes e, com um gesto de Mãe, compreendido e acolhido pelos carrascos, dou o Meu Cândido Véu para que seja protegido no Seu pudor;

olho para Ele, quando O estendem sobre o Patíbulo.

- Sinto os golpes do martelo nos cravos, que Lhe transpassam as Mãos e os Pés;

penetra na Minha Alma o terrível embate da Cruz no solo, que o faz estremecer de dor.

- Estou aos Pés da Cruz, nesta Sexta feira Santa, a viver com o Meu Filho as longas e terríveis horas da Sua Paixão.

- A Paz que desce do Seu Corpo Imolado envolve-Me como num Manto;

invade-Me como um Rio de Graça e sinto-Me abrir a uma imensa capacidade de Amor.

- A Minha Alma abre-Se a uma nova e maior vocação Materna, enquanto o Meu Coração Imaculado recolhe cada Gota Preciosa da Sua Dor, durante as horas da Agonia.

- Ó Meus filhos, esta Sexta feira Santa Iluminou verdadeiramente cada dia que o Senhor vos concedeu do vosso terreno peregrinar, porque foi Neste Dia que fostes Redimidos.

- Olhai todos para Aquele que transpassaram.

- Deixai-vos lavar pelo Seu Sangue,

penetrar pelo Seu Amor,

gerar pela Sua Dor,

esconder nas Suas Chagas,

abrigar pelo Seu Resgate,

Redimir pelo Seu Novo e Eterno Sacrifício.

- Esta Sexta feira Santa repete-se quando Jesus Se Imola ainda por vós, embora sem derramamento de Sangue, no Sacrifício da Santa Missa.

- Renova-se misticamente para vós o Dom Supremo deste dia.

- Mas junto com Jesus, que Se Imola,

repete-se também a oferta Dolorosa da vossa Mãe Celeste,

que está sempre presente ao lado de cada Altar em que é Celebrada a Santa Missa,

tal como esteve durante esta longa e Dolorosa Sexta feira Santa.

- Que a vossa Confiança seja grande e inabalável.

- O mal, todo o mal, e o espírito do mal, Satanás, vosso adversário desde o princípio, foi vencido e já está reduzido a perpétua escravidão.

- Não vos apavore nem vos perturbe o seu grande agitar-se de hoje em dia.

- Vivei na alegria e na paz de Jesus,

doce e mansa Vitima oferecida na Cruz ao Pai, como preço do vosso eterno resgate.

- Agora que a escuridão desceu novamente sobre o mundo e a noite envolve a Humanidade transviada, olhai, nesta sua Sexta feira Santa, para Aquele que transpassaram, para compreenderdes como a vitória sobre o mal, sobre o ódio e sobre a morte que já vos foi obtida para sempre pela força do Amor Misericordioso de Jesus, vosso Divino Redentor.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 20.04.84

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Nada perturbe a vossa paz

Os perfeitos consoladores

Dois Exércitos

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

terça-feira, 6 de abril de 2021

O caminho que conduz a Nova Era

 

O caminho que conduz a Nova Era

- Contemplai-Me hoje no Mistério da Apresentação do Meu Divino Menino no Templo.

- Com que docilidade e abandono filial Jesus Se deixa levar nos Meus Braços Maternos,

enquanto subo ao Templo de Jerusalém com o Meu Castíssimo Esposo José

para cumprir o preceito da Santa Lei do Senhor.

- Entrego o Menino nas mãos do Sacerdote

e assim Ele é oferecido ao Pai como Vitima e Sacrifício para nosso resgate.

- Jesus entra na Glória do Seu Templo, como Luz que ilumina todo o homem,

para a Salvação de todos os povos.

- O Mistério escondido desde toda a eternidade no Segredo do Pai, 

manifesta-se neste momento:

não aos grandes e aos sábios,

não aos poderosos e aos inteligentes,

não os primeiros e aos mais importantes.

- É revelado: 

aos pequeninos, aos pobres, aos simples, aos últimos, aos puros de coração.

- Assim, uma simples mulher e um pobre velho,

abertos para acolher o Dom do Espírito,

conseguem penetrar, em primeiro lugar, na compreensão deste Grande Mistério.

“Agora, Senhor, deixai ir em paz o vosso servo,

porque os Meus olhos contemplaram o Salvador,

Luz para se revelar as nações e Glória de Israel, vosso povo.”

- É um Mistério: 

de Amor e de Dor,

de Luz e de Trevas,

de Alegria e de Sofrimento,

de Morte e de Vida:

“Será posto como Sinal de Contradição,

para a salvação e ruína de muitos”

- Eu sou intimamente associada ao desenvolvimento desta Missão Divina:

“A ti, ó Mãe, uma espada transpassará a alma”

- Deixai-vos levar, vós também, 

Meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração,

nos Meus Braços Maternos.

- Chegou o momento da vossa Luz e do vosso Testemunho.

- Por isso, vos convido todos a entrar no Templo do Meu Coração Imaculado.

- Aqui sois Oferecidos a Glória do Pai;

aqui sois Formados na Imitação do Filho;

aqui sois Transformados pela Poderosa Obra do Espírito Santo.

- A vossa Imolação Sacerdotal é necessária para a Salvação de todos os povos.

- Entrastes no Período Conclusivo da Grande Tribulação

e já chegou para vós a Hora da Grande Prova

que Eu vos pré-anunciei há muitos anos.

- É uma Prova tão Grande e Dolorosa, 

que vós não podeis sequer imaginar,

mas é necessária para a Igreja e para toda a Humanidade,

a fim de que possa chegar a vós: 

a Nova Era,

o Mundo Novo,

a Reconciliação da Humanidade com o Seu Senhor.

- Nestes dias, Jesus está agindo de maneira muito forte em toda a parte do mundo,

para realizar o Desígnio de Seu Amor Misericordioso.

- Este Desígnio está, por enquanto, escondido e encerrado no Segredo do Seu Coração Divino.

- Ainda hoje, ele só é revelado: 

aos pequeninos, aos simples, aos pobres, aos puros de coração.

- Será com estes pequeninos, que está recolhendo de toda a parte da terra, que Jesus instaurará, em breve, o Seu Reino de Glória.

- Este é o caminho que conduz a Nova Era.

- Assim, hoje, enquanto Me venerais no momento em que Apresento o Menino Jesus no Templo de Jerusalém,

convido-vos a entrar todos no Templo Espiritual do Meu Coração Imaculado, para que

vos possa oferecer a Glória do Senhor e

vos possa Formar na simplicidade e na pequenez, na pobreza e na pureza.

- Só assim poderei tornar-vos, vós mesmos, o caminho que conduz ao Seu Reino e ser a Luz Fortíssima que indica a toda a pobre Humanidade o caminho que leva aos Novos Tempos que vos esperam.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 02.02.91

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Sinal de Contradição

Hora do Testemunho público

No Templo do Meu Coração Imaculado

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

A alegria de vos fazer crescer

 

A alegria de vos fazer crescer

- Meu filho amadíssimo, porque te perturbas?

- Porque perdes, as vezes, a Paz?

- Tudo o que te aconteceu, nestes dias, foi disposto por Mim mesma para que tu te possas desapegar verdadeiramente de todos;

mesmo daquelas pessoas que são particularmente amadas por Mim e pelo Meu Filho Jesus.

- É tão Pequenino que, sem te dares conta, acabas por te apoiar nelas, por te tornar dependente delas.

- E o teu apego torna-se tanto mais forte, quanto mais próximas estas almas estão de Mim.

- Tu não precisas senão da sua Oração e do seu Sofrimento.

- Eu Me encarrego de lhes pedir Oração e Sofrimento por ti e pelo Meu Movimento.

- Tu retribui-lhes com a tua Oração e com o teu grande amor de irmão.

- Isto basta.

- O resto não vem de Mim;

o resto para ti, é vão e supérfluo,

é uma verdadeira perda de tempo.

- Meus filhos prediletos, deixai-vos verdadeiramente desapegar de tudo.

- Vede, não são os vossos defeitos, as vossas quedas, as vossas grandes limitações que vos impedem de ser totalmente Meus e disponíveis para o Meu Grande Desígnio.

- Oh, não!

- Pelo contrário, são um Grande Dom para vós porque vos ajudam a sentir-vos e a permanecer pequeninos.

- Dão-vos como que a medida da vossa pequenez.

- O único obstáculo que vos impede de serdes totalmente Meus são os vossos apegos.

- Quantos apegos tendes, ainda, filhos.

- A vós mesmos;

as pessoas, mesmo que boas, até santas;

a vossa atividade;

as vossas ideias;

aos vossos sentimentos.

- Quebrarei estes apegos um a um, para que sejais só Meus.

- Cada dia que passa, libertar-vos-ei destes vossos apegos e tornar-vos-ei cada vez mais livres, pequeninos, Confiantes e Abandonados, até serdes todos Meus e o Meu Coração Imaculado se torne, verdadeiramente e de fato, o vosso Único Bem.

- Então Eu poderei agir em vós e cumprir a Minha Obra de Mãe, que é fazer de cada um de vós uma cópia viva do Meu Filho Jesus.

- Por isso, entregai-vos a Mim sem medo.

- Cada dor que sentirdes por causa de um novo desapego, será preenchido por Mim com um novo Dom de Amor.

- Cada vez que vos desapegardes duma criatura, sentireis a Mãe mais próxima de vós.

- Dai-Me a alegria de vos fazer crescer, Meus pequenos filhos.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 15.02.75

Clique aqui e veja também:

Confia só em Mim

Eu vos levo nos Meus braços

Revelo o Meu segredo

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Pelo caminho das bem-aventuranças

 

Pelo caminho das bem-aventuranças

- Contemplai-Me no momento em que apresento o Menino Jesus no Templo de Jerusalém.

- É tão pequenino, delicado, frágil: nasceu apenas há quarenta dias.

- Levo-o nos Meus braços; aperto-O com amor ao Meu Coração; contemplo, extasiada, os Seus Olhos, que Me olham e Me envolvem com a Sua Luz Divina.

- Assim, Eu mesma sou levada por Ele pelo Caminho das bem-aventuranças.

- Bem-aventurados os Pobres de Espírito.

- O Senhor, Deus Onipotente e Onisciente está totalmente presente, quase aniquilado sob o aspecto deste Meu pequeno Filho.

- Nasce, no meio de muita pobreza, numa gruta;

é deitado numa manjedoura;

vive os Seus primeiros dias de vida numa morada pobre e desprovida de tudo.

- Agora, conduzo-o ao Templo do Senhor, amparada pelo Meu Castíssimo Esposo José e oferecemos, em seu resgate, duas pequenas pombas, que é o preço estabelecido para os pobres.

- Bem-aventurados os Aflitos.

- Quando o Meu Menino Me é restituído pelo Sacerdote e colocado nos Meus braços, o velho Simeão, iluminado pelo Espírito do Senhor, revela a Minha alma que o Seu desígnio é, sobretudo, o desígnio de um Grande Sofrimento:

“Ele foi estabelecido para a ruína e a ressurreição de muitos em Israel e para ser Sinal de Contradição; para que sejam revelados os pensamentos de muitos corações.

E uma espada transpassará a Tua alma” Lucas 2,33

- Como Mãe, sou assim associada a Ele no Caminho da aflição.

- Bem-aventurados os Mansos.

- Contemplai neste Meu Menino o reflexo da Mansidão e da Bondade.

- As Suas Mãos abrem-se como carícia Divina sobre todo o Sofrimento humano;

os Seus Olhos fazem descer a Luz sobre toda a sombra de Pecado e de Mal;

os Seus Pés formam-se para percorrerem caminhos áridos e inseguros, para procurar os afastados, para encontrar os perdidos, socorrer os necessitados, curar os doentes, acolher os pecadores, dar a todos a Esperança e Salvação.

- O Seu Coração bate com palpitações de Amor Divino, para Formar os corações de todos na Mansidão e na Compaixão.

- Bem-aventurados os Misericordiosos.

- Vede no Menino que levo ao Templo da Sua Glória o Amor Misericordioso do Pai feito Homem.

- O Pai amou tanto o mundo que lhe deu o Seu Filho Unigênito, para que fosse salvo por meio Dele.

- Então, contemplai no frágil aspecto deste Menino a Vitima escolhida e preparada, que deverá ser imolada para vossa Salvação.

- É Ele que traz ao mundo o Amor Misericordioso do Pai.

- Ele é o Amor Misericordioso que renova os corações de todos.

- Bem-aventurados os Puros de Coração.

- Deus está presente no Meu Menino Jesus.

- O Seu Coração é um coração de um Deus.

- Assumiu de Mim a Natureza Humana, mas a Sua Pessoa é Divina.

- Assim, o Coração que bate Neste Menino é o próprio Coração de Deus.

Vede Deus no Filho que levo nos Meus braços maternos.

- Senti o bater do Coração de Deus no seu coração que bate e aprendei a amar.

- A Pureza do Coração nasce na Perfeição do Amor.

- Por isso só aquele que ama é que pode chegar a Pureza do Coração, e só quem é Puro de Coração é que pode ver Deus.

- Bem-aventurados os Pacíficos.

- Eis que vos é oferecido o Menino que é a própria Paz.

- O Seu Nome é Paz.

- A Sua Missão é levar a Paz entre Deus e a Humanidade.

- O Seu desígnio é Pacificar o mundo inteiro.

- Só Ele pode dar a Paz e tornar Pacifico o coração de todos, chamados a formar a Única Família dos Filhos de Deus.

- Se o Mundo O rejeita, jamais poderá conhecer a Paz.

- Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça.

- Vede neste Menino a Vítima chamada a percorrer o Caminho da Rejeição e da Perseguição.

- Quando Pequenino, tem que fugir para o exílio, porque Herodes o manda matar;

quando Jovem, vive numa pobre casa e é sujeito ao trabalho Humilde e pesado;

durante a Sua Missão Pública é contrastado, marginalizado e ameaçado, até ao ponto de ser capturado, julgado e condenado a morte.

- Ele é o perseguido e o ferido que leva todos a cura.

- Por isso, hoje, enquanto O levo nos Meus braços ao Templo da Sua Glória, olho para os Seus Olhos, dos quais transparece a Luz de uma Imensa Beatitude.

- Ele é a Única Bem-aventurança para vós.

- É Ele que vos indica o Caminho das Bem-aventuranças, que cada um deve percorrer para alcançar a Salvação e a Paz.

- É o Verbo Eterno do Pai que vos traça, sob o aspecto deste Pequeno Menino, o Caminho da Verdade e da Vida.

- É o Filho Unigênito em quem o Pai Se compraz, desde toda a eternidade.

- É o Filho da Virgem Mãe, que levo hoje ao Templo da Sua Glória e a todos vos repito:

Escutai-o

- Estas ainda na véspera de uma longa e cansativa viagem, que deves fazer por Mim a algumas Nações da América Latina, Meu Pequeno Filho.

- Não temas o programa tão pesado que te prepararam.

- Os Meus Anjos de Luz estão ao teu lado, a todo o momento e, na tua própria fraqueza, tornar-se-á mais manifesto o Poder da tua Mãe Celeste.

- Traz todos para o Refúgio do Meu Coração Imaculado, para que vos possa ajudar a percorrer o difícil Caminho das vossas bem-aventuranças.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 02.02.97

Clique aqui e veja também:

Sinal de Contradição

Montanha Santo

Vosso Equilíbrio Interior

O Grande Sinal no Céu

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva”.

domingo, 24 de janeiro de 2021

Deus está convosco

 

Deus está convosco

- Um Grande Silêncio envolve o mundo.

- As trevas cobrem todas as coisas.

- Os corações velam na Oração e na espera.

- Um sentimento de Esperança confiante abre de par em par as portas fechadas pelo Ódio e pelo Egoísmo.

- As forças do inferno sentem-se improvisamente dominadas por uma Nova Força de Amor e de Vida.

- No meio das trevas acende-se um clarão.

- No Silêncio ouvem-se harmonias de Cânticos Celestes.

- No Céu aparece improvisadamente uma Grande Luz.

- É a Noite Santa.

- Esta Luz envolve agora a pobre cabana, onde está para se realizar o maior evento da história.

- A Mãe Virgem vos dá o Seu Menino, que nasce pobre e indefeso, tremendo e necessitado de tudo, chorando e tenro como um cordeiro, que deixa transparecer, já no Seu Pequeno Corpo, o Grande Mistério da Mansidão e da Misericórdia.

- A partir desta Noite a Vida de cada homem passa a ter um Novo Sentido, porque o Pequeno Menino que nasce é também o Seu Deus.

- E Homem como vós e é Deus Convosco.

- É o Emanuel profetizado desde há séculos.

- É vosso Irmão.

- É o Coração do mundo.

- É o bater duma Vida Imortal.

- É a caricia sobre todo o Sofrimento humano.

- É a vitória sobre toda a derrota.

- É o Bálsamo sobre a chaga do Egoísmo, do Ódio e do Pecado.

- É a Luz que resplandece para sempre para quem Caminha nas trevas.

- É a Única Esperança deste mundo transviado.

- Como voz preocupada de Mãe, que ouve milhares de vozes que ainda O rejeitam e ouve com assombro milhares de portas que ainda se fecham, repito-vos:

Não temais: Deus está convosco.

- Hoje nasceu para vós um Salvador.

- Com o Coração ferido por tanto gelo que ainda cobre os Caminhos do mundo e com a alma desolada pela Grande Rejeição de Deus, que transformou a terra num imenso Deserto, perante tão vasto desespero, repito-vos:

Não temais: Deus está convosco.

- Está convosco sobretudo hoje, que sois chamados a viver os Dolorosos momentos em que parece que o Meu adversário domina no mundo, ao espalhar o seu veneno de morte no coração dos homens.

- Perante tanto Sofrimento, que não pode ser aplacado;

perante a Grande Escravidão, que não se pode eliminar;

perante situações de Injustiça, que não se conseguem curar;

perante perigos de Guerras, que não se podem deter;

perante ameaças Sangrentas, que pairam cada vez mais fortes;

eis a Mensagem que brota do Meu Coração Imaculado nesta Noite Santa, como Esperança e conforto para todos:

Não temais: Deus está convosco.

- Assim o Verbo do Pai Se serviu do Meu Humilde “sim” para a Sua Primeira Vinda a vós, na fragilidade da natureza humana;

assim também o Meu Filho Jesus Se serve agora do Meu anúncio profético para preparar a Sua Segunda Vinda a vós, na Glória.

- Não temais, filhos tão expostos aos perigos.

- Com o Triunfo do Meu Coração Imaculado, Jesus manifestar-Se-á a vós no Seu Glorioso Reino de Amor e de Paz.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 24.12.82

Clique aqui e veja também:

No Templo do Meu Coração Imaculado

Voltai ao vosso Redentor

A Marca na fronte e na mão

O Deus conosco

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Dúvidas e perplexidades

 

Dúvidas e perplexidades

- Não vos deixeis surpreender, filhos prediletos, porque o Meu adversário faz de tudo para impedir esta Minha obra.

- A sua arma preferida é insinuar dúvidas e perplexidades sobre aquilo que Eu mesma estou operando na Igreja.

- Procura fundamentar estas dúvidas com razões que, aparentemente, parecem sólidas e justas.

- Leva assim a uma atitude de critica em relação a tudo aquilo que vos digo, antes ainda de acolherdes e compreenderdes as Minhas Palavras.

- Acontece-vos ouvir alguns vossos irmãos culturalmente preparados, as vezes até especialistas e mestres em ciências teológicas, que rejeitam tudo o que vos digo, porque filtram com a sua mente, já cheia da sua riqueza cultural, todas as Minhas Palavras.

- Assim encontram dificuldades insuperáveis precisamente naquelas frases que são tão claras para os Simples e Pequeninos.

- A Minha Palavra só pode ser compreendida e acolhida por quem tem a mente humilde e disposta,

por quem tem o coração simples,

por quem tem olhos límpidos e puros.

- Quando a Mãe fala as Suas Crianças, elas ouvem-na, porque a amam, fazem tudo o que Ela diz e assim crescem no conhecimento e na vida.

- Não podem ser seus filhos os que a criticam ainda antes de a ouvir, os que rejeitam tudo o que Ela diz antes de o pôr em prática.

- Estes, ainda que aumentem na ciência, não podem crescer na Sabedoria e na Vida.

- Digo-vos isto para que não vos perturbeis se ouvis que até doutores e mestres encontram dificuldades em acolher as Minhas Palavras, ao passo que tudo é muito claro e simples para aqueles que Eu chamo a ser pequeninos.

- Olhai para esta vossa Mãe Celeste, que sabe bem onde e como vos conduzir, para que se cumpra o desígnio do Seu Coração Imaculado.

- Não vos deixeis nem desanimar nem surpreender pelas dúvidas e perplexidades, as quais poderão até aumentar mas não poderão, no entanto, prejudicar em nada esta Minha Grande Obra de Amor.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 29.10.77

Clique aqui e veja também:

Minha Palavra

Minha Propriedade

Minhas Mensagens

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

O deserto onde Me retiro

 


O deserto onde Me retiro

- Hoje Eu te quis aqui, em Fátima para concluir os Cenáculos que pudeste realizar durante este ano em todas as partes da Europa.

- Acolhi a vossa generosa resposta que Me destes em toda a parte, filhos.

- Esta é a minha hora.

- É também a hora da vossa batalha, porque se tornará cada vez mais manifesta a ação vitoriosa da Celeste Comandante, “A Mulher vestida de sol”.

- Mas devo permanecer retirada no Deserto ainda pela “metade de um tempo”.

- Aqui Eu opero os maiores prodígios, no silêncio e no escondimento.

- O Deserto onde Me retiro sois vós, filhos consagrados ao Meu Coração Imaculado,

é o vosso coração, tornado árido por causa de tantas feridas, num mundo em que se alastra a rebelião contra Deus e contra a Sua Lei, marcado pelo ódio e pela violência que se estende de maneira ameaçadora.

- O vosso coração que se tornou árido, as vossas almas sedentas, filhos:

eis o lugar onde a Mãe Celeste põe agora o seu refúgio.

- Graças a minha presença, este Deserto transforma-se em jardim, cultivado por Mim com particular cuidado.

- Todos os dias rego a aridez do vosso coração com a ternura do meu amor imaculado,

a aridez das vossas almas com a Graça de que estou repleta porque, como Mãe, devo distribui-la a todas as minhas crianças.

- Depois enfaixo as vossas feridas com o bálsamo celeste, torno a limpar-vos ajudando-vos a libertar-vos cada vez mais dos pecados, dos vossos numerosos defeitos e apegos desordenados.

- Deste modo, preparo e torno fecundo o terreno do meu jardim.

- Em seguida, semeio nele o amor pelo meu Filho Jesus, para que possa germinar e florescer de maneira cada vez mais perfeita e luminosa;

e no seu Espírito de Amor, abro-vos ao sol da complacência do Pai, de maneira que a Santíssima Trindade possa resplandecer e refletir-Se na celeste morada, construída no Meu Coração Imaculado.

- Cresceis assim cultivados por Mim como pequenas flores que se abrem para cantar só a glória de Deus e difundir por toda a parte o esplendor do seu amor.

- Dou-vos também as cores e o perfume das minhas virtudes:

A oração,

A humildade,

A pureza,

O silêncio,

A confiança,

A pequenez,

A obediência e

O perfeito abandono.

- Vós cresceis e vos desenvolveis, enquanto transformo cada dia o vosso deserto no jardim mais belo, guardado ciosamente por Mim.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 29.06.80

Clique aqui e veja também:

Virtudes e tentações

Aridez espiritual - Consolações

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Mansidão na ira

            Sejamos mansos com todos, superiores e inferiores, pessoas distintas e pessoas simples, parentes e estranhos, mas principalmente com os pobres e doentes, e mais especialmente ainda com aqueles que nos veem com maus olhos.

            Ao repreendermos as faltas alheias, a mansidão de nossas palavras é melhor do que todos os outros meios e arrazoados.
Por isso não o façamos quando estivermos encolerizados, porque sempre a repreensão sairá amarga, seja no que dizemos, seja o modo de dizê-lo.
Mas não repreendamos também uma pessoa irritada. A correção serviria mais para a exasperar do que para fazê-la cair em si.


A Prática de amor a Jesus Cristo | Santo Afonso Maria de Ligório

domingo, 6 de abril de 2014

Coração Vazio (Santo Afonso)

Coração Vazio
7. O amor de Deus entra e preenche um coração vazio de todo o afeto as criaturas.
- S.Tereza: “Afastai os olhos das más ocasiões e logo a alma se volta para Deus” É verdade, porque nenhuma pessoa pode viver sem amar; ou ama o Criador ou ama as criaturas. É preciso deixar tudo para ganhar tudo: “O todo pelo todo”
- S.Tereza enquanto alimentava certo afeto, honesto, para com um seu parente, não era ainda toda de Deus. Quando depois teve coragem e rompeu aquele laço, sentiu como se Jesus lhe dissesse: “Tereza, agora você é toda minha e eu sou todo seu”
- É pouco demais só um coração para amar a Deus que ama tanto e é tão capaz de ser amado, merecedor de um amor infinito. Como então ainda dividir este coração entre as criaturas e o Criador? O venerável Luis da Ponte envergonhava-se de dizer a Deus: Senhor, eu vos amo acima de tudo, mais do que as riquezas, honras, amigos, parentes. Parecia-lhe dizer a Deus: Senhor, eu vos amo mais do que o lodo, mais do que a fumaça, mais do que os vermes da terra”

            8. Deus é todo bondade para aqueles que o buscam: “O Senhor é bom para quem o procura”, isto é, para a pessoa que só deseja a Deus. Feliz perda e feliz conquista! Perder as coisas mundanas que não satisfazem o coração e acabam rapidamente, para conquistar a suma e eterna felicidade, Deus!
- Conta-se que um príncipe viu um homem piedoso num lugar deserto, como quem procura alguma coisa. Surpreendido de o ver assim vagando, perguntou-lhe quem ra e o que estava fazendo. Ele lhe respondeu:
            - E o Senhor, o que está fazendo neste deserto?
            - Eu? Eu amo a caça de animais.
            - Eu –respondeu-lhe o solitário- ando a caça de Deus.
- Dizendo isso, continuou para frente e seguiu o seu caminho.
- Este deve ser, ainda nesta vida, nosso único pensamento, nosso único propósito: procurar a Deus para amá-lo, conhecer sua vontade para cumpri-la, afastando do coração todo o afeto as criaturas.
- Quando se apresentar diante de nós algum bem da terra para atrair nosso amor, estejamos prontos para lhe dizer: “Renunciei, por amor a Jesus Cristo, a todas as grandezas deste mundo e a todas as suas ilusões. O que são todas as dignidades e grandezas deste mundo, senão fumaça, lodo e vaidade que desaparecem com a morte? Feliz daquele que pode dizer: “Jesus, deixei tudo por seu amor. Você é o meu tudo, só você me basta.”

Amor que purifica
            9. Quando o amor de Deus se apossa totalmente de uma pessoa, ela –ajudada pela graça- procura por si mesma desfazer-se de todas as coisas que lhe dificultam ser inteiramente de Deus.
- S.Francisco Sales diz que quando uma casa esta em chamas, jogam-se pela janela todos os móveis. Quando alguém se dá inteiramente a Cristo, procura desprender-se de todo o apego as coisas da terra, sem precisar das exortações dos padres quando pregam ou confessam.
- Pe.Segneri Jr dizia que o amor de Deus é um ladrão que nos tira tudo, para só nos fazer possuir Deus. Certo homem tinha renunciado a seus bens e era pobre por amor de Jesus Cristo. Perguntou-lhe, então, um amigo como se tinha reduzido a tamanha pobreza. Ele tirou do bolso o livro do Evangelho e lhe disse: “Aqui está, isto é que me despojou de tudo”.
- “Se um homem der todas as riquezas de sua casa por amor, ele as desprezará como se não tivesse dado nada” Realmente quando alguém coloca toda a sua afeição em Deus, despreza tudo: riquezas, prazeres, dignidades, autoridade, reinos, não querendo nada senão a Deus. Diz e repete sempre: “Meu Deus, só a vós quero e nada mais”
- S.Francisco Sales: “O amor puro de Deus consome tudo o que não é de Deus para transformar tudo nele, pois tudo o que faz por amor de Deus é amor”

            10. “O Rei introduziu-me na adega de vinho e ordenou em mim a caridade” Esta adega de vinho, explica S.Tereza, é a amizade de Deus que, tomando conta de um coração, o faz ficar fora de si, esquecido de todas as criaturas.
- Um homem embriagado é como um morto nos sentidos, não vê, não ouve, não fala. Uma alma embriagada de Deus é também assim: quase não sente as coisas do mundo, não quer pensar nem falar senão de Deus, não tem outro interesse senão amar e agradar a Deus. No livro dos Cânticos, o Senhor ordena que não se acorde sua esposa que está dormindo: “Eu vos suplico... não perturbeis o descanso de minha amada, nem a façais despertar” Ct 2,7 Este sono feliz, explica S.Basilio, experimentado pelas almas esposas de Jesus Cristo não é outra coisas “Senão o esquecimento completo de tudo” é o esquecimento virtuoso e voluntário de todas as criaturas para pensar só em Deus e poder dizer: “Meu Deus e Meu Tudo”

A vocação
            12. Tratando-se da escolha de nossa vocação, não somos obrigados a obedecer a nossos pais. Se um jovem é chamado a vida religiosa e seus pais se opõem, é obrigado a obedecer a Deus e não aos pais que, por interesse ou motivos particulares, prejudicam seu bem espiritual. “Frequentemente, os parentes impedem a perfeição espiritual”, preferem até que os filhos se percam a deixarem a sua casa.

            13. Nesse assunto, como é estranho ver certos pais e mães, mesmo tementes a Deus, mas enlouquecidos pela paixão, se esforçarem por impedir a vocação religiosa de seus filhos. Não deixam de empregar todos os meios para isso. A não ser em algum caso raríssimo, eles não podem se isentar de um pecado mortal. Mas dirá alguém:
- Então, se esse jovem não se fizer religioso, não pode se salvar? Sendo assim, todas as pessoas que ficam no mundo se condenam?
Respondo:
- Aqueles que não são chamados por Deus a vida religiosa, salvar-se-ão no mundo, cumprindo as obrigações de sua vocação. Mas os que são chamados e não obedecem a Deus, poderiam sim, salvar-se, mas dificilmente se salvarão. Isto porque lhes faltarão aqueles auxílios especiais que o Senhor lhes tinha preparado na vocação religiosa. Sem esses auxílios não conseguirão salvar-se. Diz o teólogo Habert que quem não obedece a vocação de Deus, fica na Igreja como um membro fora do seu lugar. Dificilmente poderá cumprir sua missão e, portanto, alcançar a salvação:
“Não poderá, sem grandes dificuldades, cuidar da sua salvação” e conclui: “Ainda que absolutamente possa se salvar, contudo, dificilmente tomará o caminho do céu e usará dos meios da salvação.

A Prática de amor a Jesus Cristo Cap XI– Santo Afonso Maria de Ligório

Sequência da postagem “Desprendimento”