quarta-feira, 16 de junho de 2021

O Tempo da Grande Prova

 

O Tempo da Grande Prova

Festa de Maria Santíssima, Mãe de Deus:

- Meus prediletos e filhos Consagrados ao Meu Coração Imaculado, 

hoje estais espiritualmente unidos, 

a celebrar a Solenidade Litúrgica da Minha Divina Maternidade.

- Sou verdadeira Mãe de Deus.

- O Verbo do Pai assumiu no Meu Seio Virginal a natureza humana 

  e tornou-Se vosso Irmão.

- Na Cruz, poucos instantes antes de morrer,

  Jesus confiou-Me a humanidade redimida e salva por Ele.

- Assim tornei-Me Mãe de toda a humanidade.

- É por causa da Minha função de Mãe de Deus e da Humanidade que Eu intervenho 

na vossa vida, 

na vida da Igreja e da Humanidade 

para vos ajudar a realizar o Desígnio do Pai Celeste, 

correspondendo ao Dom que o Meu Filho Jesus vos concedeu 

e colaborando com docilidade com a ação do Espírito Santo.

- Como Mãe estou sempre ao vosso lado, ao lado da Igreja e da humanidade,

para vos conduzir pelo caminho da realização da Vontade do Pai,

da Imitação do Filho e

da Comunhão com o Espírito de Amor,

de modo que a Santíssima e Divina Trindade seja cada vez mais Glorificada.

- É na Perfeita Glorificação da Santíssima Trindade que se encontra a Fonte da vossa Alegria e da vossa Paz.

- A Paz vos é dada pelo Pai,

vos é participada pelo Filho e

vos é comunicada pelo Espírito Santo.

- O Pai, de fato, amou tanto o mundo que lhe deu o Seu Filho Unigênito.

- O próprio Filho é a Paz que é comunicada ao mundo.

- O Espírito Santo vos conduz ao Único Amor de onde pode surgir a Paz.

- O Maligno, Satanás, a Serpente Antiga, o Grande Dragão,

sempre agiu e continua a agir de todos os modos para tirar

de vós, da Igreja e da Humanidade o bem precioso da Paz.

- Faz, portanto, parte da Minha função de Mãe, levar-vos todos a uma Grande Comunhão de vida com Deus, para que possais fazer a doce experiência do Amor e da Paz.

- Jamais como nos vossos dias a Paz é tão ameaçada, 

porque a luta do Meu Adversário contra Deus torna-se cada vez mais forte,

insidiosa, contínua e universal.

- Entrastes, assim, no Tempo da Grande Prova.

- A Grande Prova chegou para todos vós,

Meus pobres filhos, tão ameaçados por Satanás e feridos pelos espíritos do mal.

- O perigo que correis é o de perder a Graça e a Comunhão de vida com Deus 

que o Meu Filho Jesus vos obteve no momento da Redenção, 

quando vos subtraiu da escravidão do maligno e vos libertou do Pecado.

- Hoje em dia o Pecado já não é considerado como um mal;

antes é frequentemente exaltado como um valor e um bem.

- Sob o pérfido influxo dos Meios da Comunicação,

chega-se gradualmente ao ponto de perder a consciência do Pecado como um mal.

- Assim, ele é cada vez mais cometido e justificado e já não é confessado.

- Se viveis no Pecado, voltais a viver sob a Escravidão de Satanás, 

submetidos ao seu poder maligno e assim torna-se vão o Dom da Redenção que Jesus vos obteve.

- Assim a Paz desaparece dos vossos corações, das vossas almas e da vossa vida.

- Meus filhos tão ameaçados e tão doentes, acolhei o Meu Convite Materno 

para voltar ao Senhor pelo Caminho da Conversão e da Penitência.

- Reconhecei o Pecado como o maior mal,

como a Fonte de todos os males individuais e sociais.

- Não vivais nunca no Pecado.

- Se vos acontecer cometê-lo,

pela vossa fragilidade humana ou pelas enganadoras tentações do maligno,

recorrei logo a Confissão.

- Seja a Confissão frequente o Remédio que usais contra a Difusão do Pecado e do Mal.

- Então vivereis numa grande Comunhão de Amor e de vida com a Santíssima Trindade, 

que porá em vós a Sua Morada e será cada vez mais Glorificada por vós.

- A Grande Prova chegou para a Igreja,

tão violada pelos espíritos do mal,

tão dividida na sua Unidade e

obscurecida na sua Santidade.

- Vede como nela se alastra o erro que a conduz a perda da verdadeira fé.

- A Apostasia difunde-se por toda a parte.

- Dom especial do Meu Coração Imaculado para estes vossos tempos é o

Catecismo da Igreja Católica

que o Meu Papa João Paulo II quis promulgar quase como o seu Luminoso e Supremo Testamento.

- Mas como são numerosos os Pastores que andam as cegas na escuridão,

se tornaram mudos pelo medo ou pelo compromisso com o espírito do mundo

e já não defendem o seu Rebanho dos Lobos Vorazes.

- Muitas vidas Sacerdotais e Consagradas tornaram-se áridas pela Impureza,

são Seduzidas pelos prazeres e pela busca das comodidades e do bem estar.

- Os fiéis são atraídos pelas insídias do mundo, que se tornou pagão,

ou pelas inúmeras seitas que se difundem cada vez mais.

- Chegou sobretudo para a Igreja a Hora da sua Grande Prova porque ela será:

abalada pela Falta de Fé,

obscurecida pela Apostasia,

ferida pelas Traições,

abandonada pelos seus filhos,

dividida pelos Cismas,

possuída e dominada pela Maçonaria e

tornar-se-á a terra fértil de onde brotará a arvore má:

do homem iníquo,

do Anticristo que levará o seu reino para o interior da Igreja.

- A Grande Prova chegou para toda a Humanidade, já dilacerada

pela violência que se alastra,

pelo ódio que destrói,

pelas guerras que se estendem ameaçadoras,

pelos grandes males que não se conseguem curar.

- Na aurora deste novo ano, torna-se mais forte e preocupante a ameaça de uma terrível Terceira Guerra Mundial.

- Quantos terão que sofrer o Flagelo:

da Fome,

da Carestia,

da Discórdia,

das Lutas Fraticidas que derramarão muito sangue pelos vossos caminhos.

- Se o Tempo da Grande Prova chegou,

chegou também o momento de todos acorrerem

para o Refúgio Seguro do Meu Coração Imaculado.

- Não desanimeis.

- Sede fortes na Esperança e na Confiança.

- Eu vos predisse os Tempos que vos esperam,

Tempos dolorosos e difíceis,

justamente para vos ajudar a viver na Esperança e

numa Grande Confiança na vossa Mãe Celeste.

- Quanto mais entrardes no Tempo da Grande Prova,

tanto mais experimentareis, de maneira extraordinária, 

a Minha Presença de Mãe ao vosso lado:

para vos ajudar,

para vos defender,

para vos proteger,

para vos consolar,

para vos preparar Novos Dias de Serenidade e de Paz

- No fim, depois do Tempo da Grande Prova, espera-vos o Tempo:

da Grande Paz,

da Grande Alegria,

da Grande Santidade,

do maior Triunfo de Deus no meio de vós.

- Rezai Comigo neste Meu dia e vivei nesta espera que adoça a amargura do vosso sofrimento cotidiano.

- Hoje estendo sobre vós o Meu Manto para vos proteger,

tal como faz a galinha com os seus pintinhos,

e a todos vos abençoo em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 01.01.93

Clique aqui e veja também:

A Grande Misericórdia (Escudo, Arma e Estandarte)

O Meu Refúgio Seguro

Sou a Mãe da Consolação

Confiança e Esperança

Maria, motivos da devoção

“União Intima do Coração de Jesus com o Pai Eterno;

eu me uno a Vós

ao Imaculado Coração de Maria,

a Igreja Militante, Purgante e Triunfante,

para que, neste dia:

as palpitações de meu coração,

minhas ações,

meus pensamentos e meus desejos,

meus sentimentos e meus temperamentos

sejam guiados pelo Amor,

tenham intenções puras, e

sejam banhadas pelo Vosso Sangue Precioso.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário