segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Minha Palavra


Minha Palavra

- Filhos prediletos, viestes ao Meu Santuário de Castelmonte / Itália,

em espírito de oração e de reparação.

- Subistes em peregrinação até aqui, onde vos espero para vos encher:

de Graças, de conforto e de consolação materna.

- Todas a vezes que vindes aos pés da Minha Imagem, tão venerada, para Me trazer a vossa filial homenagem de amor, faço descer muitas Graças do Meu Coração Imaculado sobre vós,

sobre todos os filhos prediletos do mundo,

sobre a Igreja,

sobre os pobres filhos pecadores e

sobre a humanidade, tão ameaçada pelo mal, pelo ódio, pela violência, pela guerra e tornada árida por causa do pecado e de uma imoralidade cada vez mais vasta.

- Nesta Casa, a Mãe Celeste consola-vos, encoraja-vos, forma-vos, conduz-vos, fortalece-vos e confirma-vos através da Palavra que vos dá para vos indicar o caminho.

- Oh! Como é necessária, hoje, para vós, a Minha Palavra Materna.

- É por isso que a faço jorrar do Meu Coração de maneira cada vez mais abundante.

- Tende dela um profundo desejo;

acolhei-a com humildade e docilidade;

meditai-a no coração;

ponde-a em prática na vossa vida.

- A Minha Palavra é, antes de mais nada, uma Flor de Sabedoria que faço descer do Céu.

- Ela tem origem na Sabedoria Eterna, no Verbo.

- Ele é a Sabedoria Incriada, que revela o Desígnio do Pai, do Qual é a Imagem Perfeita.

- Esta Sabedoria, Encarnada no Meu seio virginal, sendo Palavra, tornou-Se Homem e tem a missão de dar sempre aos homens o Dom da Verdade Eterna.

- Esta Palavra Divina, contida na Sagrada Escritura e sobretudo no Evangelho, é a Única Luz que vos deve guiar.

- Mas hoje Ela está rodeada por muitas dúvidas, porque se pretende interpretá-la segundo o modo humano de raciocinar e de ver as coisas, não sendo apresentada, frequentemente, na sua integridade.

- Os erros difundem-se e, quando vos aproximais do desígnio de Deus, sois impedidos de compreende-la na sua plenitude, porque vos servis de uma atitude demasiado humana, pretendendo compreender só através da razão.

- Esta é uma atitude de Soberba, a menos indicada para vos aproximar do Grande Mistério de Deus.

- Para compreender a Sua Verdade é necessário ser pequenino;

para vê-la na sua justa Luz e necessário ser pobre;

para guarda-la na sua integridade é preciso ser simples;

para dá-la aos outros, no esplendor da sua autenticidade, é preciso ser humilde.

- É por isso que vos formo com a Minha Palavra, na humildade, na simplicidade, na pequenez.

- Quero levar-vos a ser como muitas crianças porque só assim é que vos posso falar.

- A Minha Palavra é uma Flor de Sabedoria que vos forma através do Espírito Santo,

que vos foi dado pelo Pai e pelo Filho, e

que vos leva a uma compreensão cada vez mais integra e profunda do Evangelho.

- No meio das trevas que desceram hoje em toda a parte,

a Minha Palavra de Sabedoria torna-se um raio de Luz puríssima,

que vos indica o caminho a percorrer e a estrada pela qual deveis seguir para permanecerdes sempre na Verdade.

- As trevas entraram na Igreja como uma densa e fria nuvem, obscurecendo-a no esplendor da Sua Verdade.

- Por isso, a Minha Palavra forma-vos, cada dia, no Espírito de Sabedoria, a fim de poderdes ver sempre, na Luz, a Verdade que o Meu Filho vos ensinou e para anuncia-la com coragem a todos na integridade.

- Chegou o tempo em que só as crianças, Consagradas ao Meu Coração Imaculado e entregues completamente a Mãe Celeste, terão o Dom de se manterem integras na fé e de levar a verdadeira fé as almas que lhes foram confiadas.

- A Minha Palavra é também uma Gota de Orvalho que faço cair sobre a terra,

que se tornou um imenso deserto, sobre a vida humana, que se tornou árida pelo pecado e pelo sofrimento.

- Quantos dos meus filhos são como árvores secas e sem vida.

- Quantos entre os meus prediletos, se deixaram tomar pela aridez e pelo desânimo na Igreja.

- Continuam a exercer o seu ministério, mas sem entusiasmo e sem alegria, porque são bloqueados pelas dificuldades e esmagados pelo peso enorme da Purificação que estais vivendo.

- Tendes necessidade que a Minha Palavra faça descer sobre o vosso coração, que se tornou árido, uma chuva de ternura materna, de frescor, de abandono filial, de esperança pelos belos dias que vos esperam, na Nova Era, que já está para florescer no deserto dos Últimos Tempos.

- A Minha Palavra é, portanto, como uma Gota de Orvalho que faço cair do Meu Coração Imaculado sobre o vosso coração, a fim de que possa abrir ao calor da nova vida que cultivo em vós, para vos oferecer, como flores perfumadas e finalmente desabrochadas, para a perfeita homenagem a Santíssima Trindade.

- A Minha Palavra é uma Fonte de Graças, que derramo sobre vós:

para abrir de par em par a vossa alma a um novo esplendor de beleza e de santidade,

para vos lavar até da mais pequena mancha de pecado, porque vos quero belos, puros e luminosos, abertos ao Dom Divino da Graça,

a fim de que posso florescer na vossa vida a Plenitude do Amor e da mais perfeita caridade.

- As minhas graças chegam até vós através do Dom da Minha Palavra, que vos torna:

Luz para a mente,

vida para o coração e

amparo no vosso caminho.

- No tremendo e sangrento período final da Purificação que vos espera e que se fará sentir de modo particularmente doloroso precisamente nestes anos, Eu vos preparo para receberdes com maior docilidade o Dom materno da Minha Palavra.

- Assim, no meio da Grande Escuridão, podereis caminhar na Luz da Sabedoria;

na aridez podereis ser sempre consolados pela minha ternura, bálsamo que se derrama sobre tantas chagas abertas e sangrentas.

- Em todas as circunstâncias da vossa existência podereis obter a Graça de responder ao Amor de Jesus e de cantar hoje a Glória da Trindade Divina, seguindo pelo caminho duma santidade que quero que se torne cada vez maior.

- Nestes mesmos anos da Grande Purificação, quero oferecer-vos a Igreja como um sinal cada vez mais visível do Meu triunfo Materno.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 09.02.85

Clique aqui e veja também:

Reparar os pecados desta hora

A Besta semelhante a um cordeiro

Falsos sinais e falsos profetas

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário