domingo, 20 de setembro de 2020

Peço a todos a Consagração

 


Peço a todos a Consagração

- Olhai para o momento inefável da Anunciação do Arcanjo Gabriel, enviado por Deus para colher o “Meu Sim” para a realização do seu eterno desígnio de Redenção e do grande mistério da Encarnação do Verbo no meu seio virginal.

- Então compreendereis porque vos peço para consagrardes ao Meu Coração Imaculado.

- Sim, Eu mesma manifestei a minha vontade em Fátima, quando apareci em 1917.

- Pedi esta Consagração várias vezes a minha filha, Irmã Lúcia, que se encontra ainda na terra, para cumprir esta missão que lhe confiei.

- Nestes anos, pedi-a insistentemente através da mensagem confiada ao Meu Movimento Sacerdotal.

- Hoje peço novamente a todos a Consagração ao Meu Coração Imaculado.

- Peço-a antes de mais nada ao Papa João Paulo II, primeiro filho predileto que a realiza por ocasião desta festa, de maneira solene, depois de ter escrito aos Bispos do mundo inteiro para a fazerem em união com ele.

- Infelizmente, o convite não foi acolhido por todos os Bispos.

- Circunstâncias particulares ainda não permitiram que Me fosse consagrada expressamente a Rússia, como pedi várias vezes.

- Tal como já disse, esta Consagração ser-Me-á feita quando acontecimentos sangrentos já estiverem em vias de se realizar.

- Bendigo este ato corajoso do “meu” Papa, que quis confiar o mundo e todas as nações ao Meu Coração Imaculado;

Eu o acolho com amor e gratidão e, em atenção a ele, prometo intervir para abreviar muito as horas da Purificação e para tornar a provação menos pesada.

- Mas Eu peço esta Consagração também a todos os Bispos, a todos os Sacerdotes, a todos os Religiosos e a todos os fiéis.

- Esta é a hora em que toda a Igreja se deve recolher no Refúgio Seguro do Meu Coração Imaculado.

- Porque é que vos peço a Consagração?

- Quando uma coisa é Consagrada, fica subtraída a qualquer outro uso, para ser destinada só para o uso sagrado.

- Assim acontece com um objeto quando é destinado ao Culto Divino.

- Mas o mesmo pode acontecer também com uma pessoa, quando ela é chamada por Deus para lhe dar um Culto Perfeito.

- Deveis compreender por isso, que o verdadeiro Ato da Vossa Consagração é o Batismo.

- Com este Sacramento instituído por Jesus, vos é comunicada a Graça que vos insere numa ordem de vida superior a vossa, isto é, na Ordem Sobrenatural.

- Assim, participais da Natureza Divina, entrais numa Comunhão de Amor com Deus e as vossas ações passam a ter, por isso, um novo valor, que supera o da vossa natureza, porque possuem um verdadeiro valor Divino.

- Depois do Batismo, já estais destinados a Perfeita Glorificação da Santíssima Trindade e Consagrados a viver:

no amor do Pai,

na imitação do Filho e

na plena comunhão com o Espírito Santo.

- O que caracteriza o Ato de Consagração é a sua totalidade:

quando vos consagrais, ficais totalmente Consagrados e para sempre.

- Quando vos peço a Consagração ao Meu Coração Imaculado é para vos fazer compreender que vos deveis entregar a Mim, completamente, de maneira total e contínua, para que Eu possa dispor de vós segundo a Vontade de Deus.

- Deveis entregar-vos de modo completo, dando-Me tudo.

- Não deveis dar-Me alguma coisa e reter ainda qualquer coisa para vós; deveis ser verdadeira e exclusivamente todos meus (totus tus).

- Além disso, não deveis entregar-vos a Mim um dia sim outro não, ou por um certo período de tempo, só até quando quiserdes, mas para sempre.

- É para sublinhar este importante aspecto de completa e duradoura pertença a Mim, vossa Mãe Celeste, que Eu peço a Consagração ao Meu Coração Imaculado.

- Como deveis viver a Consagração?

- Se olhardes para o mistério inefável que a Igreja hoje (Festa da Anunciação de Maria Santíssima) recorda, compreendereis como deve ser vivida a Consagração que vos pedi.

- O Verbo do Pai entregou-Se completamente a Mim por amor.

- Após o “Meu Sim”, desceu ao Meu seio virginal.

- Entregou-Se a Mim com a Sua Divindade.

- O Verbo Eterno, a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, depois da Encarnação, escondeu-Se e recolheu-Se na pequena morada, preparada milagrosamente pelo Espírito Santo, no Meu seio virginal.

- Entregou-Se a Mim com a Sua humanidade, de maneira tão profunda tal como cada filho se entrega a mãe, de quem tudo espera: sangue, carne, respiração, alimento e amor para crescer cada dia no seu seio e depois do nascimento continua, ano após ano, sempre ao lado da mãe.

- Por isso, assim como sou Mãe da Encarnação, assim sou também Mãe da Redenção, a qual já tem aqui o seu admirável inicio.

- Eis-Me assim intimamente associada ao Meu Filho jesus.

- Colaboro com Ele na Sua Obra de Salvação, durante a Sua infância, na adolescência, nos trinta anos da Sua vida oculta em Nazaré;

no Seu ministério público, durante a Sua dolorosa Paixão, até a Cruz, onde ofereço e sofro com Ele e recolho as Suas Últimas Palavras de amor e de dor, com as quais Me entrega como verdadeira Mãe de toda a humanidade.

- Filhos prediletos, chamados a imitar Jesus em tudo, por serdes os seus ministros, imitai-O também nesta sua completa entrega a Mãe Celeste.

- Por isso vos peço que vos ofereçais a Mim com a vossa Consagração.

- Poderei ser para vós Mãe atenta e solicita em fazer-vos crescer no desígnio de Deus e realizar na vossa vida o grande Dom do Sacerdócio a que fostes chamados.

- Levar-vos-ei cada dia a uma imitação cada vez mais perfeita de Jesus, que deve ser o vosso único modelo e o vosso maior amor.

- Sereis seus verdadeiros instrumentos, colaboradores fiéis da sua Redenção.

- Hoje, isto é necessário para a salvação de toda a humanidade, tão doente e afastada de Deus e da Igreja.

- O Senhor pode salvá-la com uma intervenção extraordinária do Seu Amor Misericordioso; e vós, Sacerdotes de Cristo e meus filhos prediletos, sois chamados a ser os instrumentos do triunfo do Amor Misericordioso de Jesus.

- Hoje, isto é indispensável para a Minha Igreja, que deve ser curada das chagas da infidelidade e da Apostasia, para voltar a uma renovada santidade e ao seu esplendor.

- A vossa Mãe Celeste quer curá-la através de vós, meus Sacerdotes.

- Em breve o farei, se Me deixardes agir em vós, se vos entregardes com docilidade e simplicidade a minha ação materna misericordiosa.

- Por isso, ainda hoje, peço a todos com aflita súplica, que vos Consagreis ao Meu Coração Imaculado.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 25.03.84

Clique aqui e veja também:

Consagração a Jesus Cristo por Maria

Maria, Medianeira de Graças

As minhas crianças mais pequeninas

Indisciplina, segundo sinal

Nenhum comentário:

Postar um comentário