segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Um rio de águas

Um rio de águas

- Filhos prediletos, hoje é a vossa festa porque é a Festa do Coração Imaculado da vossa Mãe Celeste, a quem vos consagrastes.

- Passai-a no recolhimento, na oração, no silêncio, na confiança.

- Já imprimi o Meu sinal na fronte de cada um de vós.

- O meu adversário nada mais pode contra aqueles que foram marcados pela Mãe Celeste.

- A estrela do abismo perseguirá os meus filhos, por isso eles serão chamados a sofrimentos cada vez maiores; muitos oferecerão a própria vida.

- Será com o seu sacrifício de amor e de dor que Eu poderei obter a minha maior vitória.

- Sou a “Mulher vestida de sol”.

- Estou no intimo da Trindade Divina.

- Enquanto não se reconhecer o lugar onde Me quis a Santíssima Trindade, Eu não poderei exercer plenamente o Meu poder na Materna Obra de co-redenção e de universal mediação de graças.

- Foi por isso que enquanto a batalha entre Mim e o Meu adversário entrava na sua fase decisiva, ele tentou obscurecer por todos os meios a missão da vossa Mãe Celeste.

- O Dragão Vermelho pôs-se a perseguir antes de mais nada a “Mulher vestida de sol”, para conseguir dominar a terra.

- Da sua boca, a serpente lançou atrás da Mulher um rio de aguas, para submergir e fazer com que fosse arrastada pela corrente (Ap 12,15).

- O que é este rio de águas senão o conjunto daquelas novas teorias teológicas, com que se tentou fazer descer a vossa Mãe Celeste do lugar onde a colocou a Santíssima Trindade?

- Assim, conseguiu-se obscurecer-Me na alma, na vida e na piedade de muitos dos meus filhos;

chegou-se até a negar parte dos privilégios com que fui adornada pelo Meu Senhor.

- Para escapar a este grande rio de águas, foram dadas a Mulher as “asas da grande águia” e assim Ela pôde encontrar o seu lugar no deserto.

- O que é o deserto senão um lugar escondido, silencioso, afastado e árido?

- O lugar escondido, silencioso, tornado árido por tantas lutas e tantas feridas, em que a Mulher encontra agora o seu lugar, é a alma e o coração dos Meus filhos prediletos e de todos os que se consagraram ao Meu Coração Imaculado.

- Realizo os maiores prodígios no deserto onde Me encontro.

- Realizo-os no silêncio, no escondimento, para transformar a alma e a vida dos meus filhos que se entregraram completamente a Mim.

- Assim, todos os dias faço florescer o seu deserto no Meu jardim, onde Eu ainda posso realizar plenamente a Minha Obra e onde a Santíssima trindade pode receber perfeita glória.

- Filhos, deixai-vos transformar pela minha poderosa ação de Mãe, Medianeira de graças e Co-redentora.

- Não temais, porque Eu Me refugiei no deserto do vosso coração e coloquei nele a Minha morada habitual.

- Vivei na alegria e na confiança, pois fostes marcados por Mim com o selo e passastes a fazer parte da minha propriedade.

- Hoje acolho os vossos pequenos corações no Coração imenso, Imaculado e Doloroso da vossa Mãe Celeste, que olha para vós com complacência e vos abençoa com o Papa, o Meu primeiro filho predileto, que tanta luz dá a toda a Igreja.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 14.06.80

Clique aqui e veja também:

A marca na fronte e na mão

As duas asas da grande águia

Nenhum comentário:

Postar um comentário