quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Anúncio da Nova Era

 


Anúncio da Nova Era

- A Luz da Minha Divina maternidade, começai este novo ano na oração a na confiança.

- Sou verdadeira Mãe de Deus.

- Aquele que nasce de Mim, na Santa Noite de Natal, e é deposto com muito amor na manjedoura, rodeado por tanta desolação e por uma grande pobreza,

é o verdadeiro Filho de Deus,

o Verbo do Pai Encarnado no meu seio virginal,

a Imagem da Sua Substância,

o Esplendor da Sua Glória.

- Por vontade do Meu Filho Jesus, tornei-Me também vossa Mãe.

- Como Mãe, estou ao lado de cada um de vós para vos ajudar a realizar, no tempo que vos é concedido, o desígnio do vosso Pai Celeste.

- Este desígnio é que a sua Vontade Divina seja cumprida por vós.

- E a Vontade Divina é que vos torneis Santos.

- Por isso, vos ajudo a caminhar pela estrada da santidade, para que a Vontade Divina seja cumprida por vós de maneira perfeita e possais dar, assim, na vossa vida, a maior Glória a Santíssima Trindade.

- Como Mãe, estou ao lado da Igreja, minha filha amadíssima.

- Nestes tempos, a Igreja é chamada a viver:

as horas da agonia e do Getsemani;

as horas da Paixão Redentora;

as horas da sua Sangrenta Imolação no Calvário.

- No inicio deste novo ano, Eu encontro no caminho do Calvário todos os meus filhos:

o Papa, por Mim, particularmente amado, guiado e defendido,

os Bispos,

os Sacerdotes,

os religiosos e

os fiéis.

- Que pesada Cruz tem de carregar hoje estes meus amadíssimos filhos.

- A cruz da Apostasia e da falta de fé;

a cruz dos pecados e dos inúmeros sacrilégios;

a cruz do abandono e da rejeição;

a cruz da condenação e da crucifixão.

- Está próximo para minha Igreja, a hora do derramamento de sangue e da sua cruenta imolação.

- Sobretudo nestes tempos, Eu estou sempre ao lado desta minha filha sofredora e agonizante, tal como estive aos pés da Cruz em que Jesus era imolado pela nossa Redenção.

- Como Mãe, estou ao lado desta pobre humanidade doente e oprimida sob o peso da sua obstinada rejeição de Deus e da sua Lei de Amor.

- Como ela se afastou do Senhor.

- Quis-se construir uma civilização ateia e materialista;

foram propostos novos valores fundados na satisfação de todas as paixões, na procura de todos os prazeres, na legitimação de toda a desordem moral.

- Assim, o amor foi substituído pelo egoísmo e pelo ódio;

a fé pela soberba e pela incredulidade;

a esperança pela avareza e pela luxúria;

a honestidade pela fraude e pelo engano;

a bondade pela maldade e pela dureza dos corações.

- Satanás cantou a sua vitória porque fez com que o pecado entrasse nas almas e provocou a Divisão nas famílias, na sociedade, nas próprias nações e entre as nações.

- Assim, a paz nunca foi tão ameaçada como nos vossos dias.

- Começais este ano novo sob a grave ameaça de um conflito, que poderá tornar-se a faísca para a explosão da terrível Terceira Guerra Mundial.

- Rezai, filhos prediletos, fazei penitência, porque já entrastes no Tempo do Grande Castigo que o Senhor enviará para Purificação da Terra.

- Multiplicai por toda a parte os Cenáculos de oração que Eu vos pedi há tanto tempo e não vos deixeis tomar pelo medo e pelo desânimo.

- Tende grande confiança na poderosa obra de intercessão e de mediação da vossa Mãe Celeste.

- O Grande Sofrimento que vos espera é para vos preparar para o nascimento da Nova Era, que está para chegar ao mundo.

- Vivei este novo ano no Meu Coração Imaculado:

É o refúgio que Eu vos preparei para estes tempos cheios de sofrimentos para os indivíduos e para os povos.

- Então, não tereis medo.

- O vosso sofrimento aumentará a medida que aumentar a prova que já começou.

- Eu sou o Anúncio da Nova Era.

- Se viverdes comigo no meio da escuridão profunda deste vosso tempo,

conseguireis desde já entrever o clarão dos Novos Tempos que vos esperam.

- Olhai para esta Luz e vivei na paz do coração e da esperança.

- Se permanecerdes sempre no Meu Coração Imaculado, meus prediletos e filhos a Mim Consagrados, podereis começar, desde já, a Nova Era:

de santidade e de graça,

de luz e de pureza,

de amor e de paz.

- Assim, na hora da Grande Prova, dareis a todos o carisma da minha materna presença e sereis bálsamo suave e esperado para muitas feridas abertas e sangrentas.

- No inicio deste novo ano, que abre a porta para o último decênio deste século e que será marcado por acontecimentos graves e decisivos, encerro-vos no íntimo do meu Coração Imaculado e abençoo-vos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 01.01.91

Clique aqui e veja também:

Grande prova

Segundo Advento de Jesus

Após o Aviso e a Terceira Guerra Mundial

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário