sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Faculdades da Alma e os Sentidos

Faculdades da alma e os Sentidos
- É admirável como os perfeitos trazem bem ordenados os sentidos, sob as ordens da vontade.
- Por estarem fechadas as portas externas da alma, a pessoa toda emite uma harmoniosa melodia.
- Sua vontade acha-se fechada ao egoísmo e aberta ao amor por mim e pelos homens;
- Sua inteligência, fechada aos prazeres, deleites e misérias do mundo, que constituem uma tenebrosa noite, mas aberta a Luz da Verdade;
- Sua memória recusa as recordações pecaminosas e lembra-se dos meus benefícios.
- Com tudo isso, a pessoa emite uma harmonia alegre, uníssona, prudente, iluminada, toda orientada para a glória do Meu Nome.
- A essa harmonia das faculdades junta-se o som agudo dos sentidos corporais.
- Os imperfeitos emitem sons mortais quando acolhem os inimigos do homem;
- Os perfeitos emitem sons de vida, acolhem as virtudes, ressoam em boas obras.
- Cada um deles cumpre exatamente sua finalidade: os olhos, ao enxergar; /os ouvidos ao escutar; /o olfato ao cheirar; o paladar, ao saborear; a mão ao tocar e agir; /os pés, ao caminhar.
- Todos sentidos e faculdades- ressoam na mesma tonalidade:
  • para servir os homens,
  • para louvar-me e
  • para aperfeiçoar a alma com ações virtuosas.
- São instrumentos obedientes, por isso os perfeitos são pessoas agradáveis a mim, aos anjos, aos santos, que os aguardam alegremente no céu, para com eles partilhar a sua felicidade.

- De boa ou má vontade, até os pecadores admiram-nos e muitos deles –conquistados por semelhante harmonia interior- abandonam sua vida má e recuperam a vida da graça.
- Todos os santos conquistaram homens mediante tal instrumento da harmonia pessoal:
* O primeiro foi o Verbo Encarnado que, pela união da natureza divina com a humana, emitiu agradável melodia do alto da cruz; com ele redimiu a humanidade, derrotou o demônio e retirou-lhe o domínio que exercia depois do pecado original.
* Junto a tal Mestre todos vós deveis aprender semelhante harmonia, imitando os apóstolos, que espalharam a Palavra de Cristo por todo o mundo, os mártires, os confessores, os doutores, as virgens, que também salvaram almas.
- Minha providência concede a todos o instrumento, a partitura e a maneira de tocar. Tudo quanto permito nesta vida tem como finalidade aperfeiçoar tal harmonia no homem. A condição imposta é que a pessoa se aproxime da luz, dela não se afaste pelo egoísmo em busca de prazer e gostos pessoais.

(O Diálogo-Santa Catarina de Sena, pg336)

Nenhum comentário:

Postar um comentário