Mostrando postagens com marcador Semana Santa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Semana Santa. Mostrar todas as postagens

domingo, 12 de setembro de 2021

Ficai com Jesus na Cruz

 

Ficai com Jesus na Cruz

Dongo | Itália.

Sexta feira Santa.

- Estou aqui,

com o Apóstolo João que a todos vos representa,

Meus filhos prediletos,

aos Pés da Cruz,

em que o Meu Filho Jesus Vive as Horas Sangrentas da Sua Atroz Agonia.

- Cada gemido da Sua Dor transpassa,

como uma espada,

a Minha Alma Dolorosa.

- Cada Gota do Seu Padecer

é recolhida no cálice aberto do Meu Coração Imaculado.

- Estou aqui

a procura de um pouco de amor e de compaixão para oferecer,

a fim de aliviar a grande Sede de Jesus, que Agoniza.

Peço um pouco de amor

- Eu peço um pouco de amor,

mas a nossa volta há uma maldade desumana,

ódio profundo,

gritos e blasfêmias que saem dos corações

e dos lábios daqueles que assistem a Sua execução.

- E entre estes há um grito que penetra o Meu Coração,

ferindo-o e fazendo-o sangrar de dor indizível:

“Desce da Cruz.

 Se é o Filho de Deus, salva-Te a Ti mesmo.

 Desce da Cruz e então creremos em Ti.”

- Mas,

se foi para subir a esta Cruz que o Meu Filho nasceu, cresceu e viveu,

para Se tornar o dócil Cordeiro,

que Se deixa conduzir com mansidão ao matadouro.

Ele é o verdadeiro Cordeiro de Deus

- Ele é o verdadeiro Cordeiro de Deus,

que tira todos os pecados do mundo.

- Eu devo ajuda-lo hoje,

com a Minha Presença de Mãe,

a permanecer na Cruz:

para que se cumpra a Vontade do Pai e

para que possais ser redimidos e salvos por Ele.

Fica, ó Meu Filho, na Cruz

- Fica, ó Meu Filho, na Cruz.

- Estou aqui:

para Te ajudar a estender-Te no Teu Patíbulo,

para Te ajudar a sofrer e a morrer.

- Fica, ó Meu Filho, na Cruz.

- Só assim é que Tu nos salvas;

  só assim atrais a Ti o mundo inteiro.

Foi para isso...

- Foi para isso

que desceste do Seio do Pai

ao Meu Seio Virginal de Mãe.

- Foi para isso

que Te levei durante nove meses no Meu Seio

e Te dei carne e sangue para o Teu Nascimento Humano.

- Foi para isso

que nascestes de Mim em Belém e cresceste,

como todos os homens,

através do ritmo do Teu Desenvolvimento Humano.

- Foi para isso

que Te abriste, como uma flor,

durante a Tua Infância

e Te Formaste no vigor da Tua Adolescência.

- Foi para isso

que carregaste o peso do trabalho cotidiano na pobre Casa de Nazaré,

que foste assistido cada dia por Mim, Tua Terna Mãe,

com a preciosa ajuda do Teu Pai Legal, José.

- Foi para isso

que passaste três difíceis anos da Tua vida pública,

anunciando o Evangelho da Salvação,

curando os doentes,

perdoando os pecadores,

abrindo as Portas do Reino

aos pobres,

aos pequeninos,

aos humildes e

aos oprimidos.

- Foi para isso

que padeceste o julgamento

e a condenação do Tribunal Religioso,

legitimada por Pilatos,

que Te entregou a Cruz.

Oh! Cruz Bendita

- Ei Jesus hoje estendido no Trono da Tua Glória,

preparado pelo Pai Celeste para Ti, Seu Filho Unigênito,

Doce e Divino Cordeiro,

que tiras do mundo todo:

o pecado,

o mal,

o ódio,

a impureza e

a morte.

- Cruz preciosa e fecunda,

que levas em teus braços o Salvador do mundo.

- Lenho doce e salutar,

no qual está suspenso o Preço do nosso resgate.

- Cruz bendita e santificada pela Vitima Pascal,

que em ti hoje Se imola no Único Sacrifício,

que a todos redime e salva.

“Ficai com Jesus na Cruz”

- Filhos prediletos,

neste dia de Sexta feira Santa,

deixai que Eu vos repita também a vós:

“Ficai com Jesus na Cruz”

- Não cedais

as astuciosas tentações do Meu adversário,

as fáceis seduções do mundo,

as vozes daqueles que ainda hoje vos repetem:

“Descei da Cruz”

- Não!

O Desígnio Divino da vossa Oferta Sacerdotal

- Também vós, como Jesus,

deveis compreender o Desígnio Divino

de uma vossa pessoal Oferta Sacerdotal.

- Dizei também vós “Sim” a Vontade do Pai

e abri-vos a palavras de Oração e de Perdão.

- Porque,

também vós deveis ser hoje imolados,

como Jesus,

para a Salvação do mundo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano | Padre Stefano Gobbi | 24.03.89

Clique aqui e veja também:

Maria e os Apóstolos dos Últimos Tempos

(Quem serão esses servos, escravos e filhos de Maria?)

As ciladas do Meu adversário

A Hora da vossa imolação

Hora dos Apóstolos de Luz

"O Evangelho é força de Deus para a salvação daquele que crê” Rm 1,16

“A Devoção a Maria é uma arma de salvação que Deus dá aos que Ele quer salvar” Tratado §182

 “Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Mãe do Redentor

 

Mãe do Redentor

Sábado Santo:

- Vigiai Comigo, filhos prediletos,

neste dia em que fiquei sem o Meu Filho.

- Sou a Mãe do Redentor.

- A Sua Missão está cumprida.

- O Seu Corpo, cruelmente vilipendiado, ultrajado e crucificado, já repousa no Seu Sepulcro Novo.

- A Vitima foi Imolada.

- O Sacrifício da Nova e Eterna Aliança foi oferecido.

- A Nova Humanidade reconciliada com Deus nasceu no berço de um imenso padecer.

- Ficou ainda viva a Mãe.

- Eu vigio na dor que, Me toma e Me envolve totalmente, e continuo a oferece-la ao Pai Celeste:

numa Oração Incessante,

numa Fé firme,

numa Esperança que está para se tornar certeza.

- O Meu Filho Jesus, morto na Cruz e deposto no Sepulcro,

prepara-Se para ressuscitar no Esplendor da Sua Divina Glória.

- O Autor da Vida não pode permanecer na morte.

- Aquele que é a Luz do mundo não pode ficar sujeito as trevas.

- Não pode trazer em Si a consequência do pecado Aquele que vos libertou para sempre da Sua Maligna escravidão.

- Sou a Mãe do Redentor.

- Este dia da Minha Grande Dor prepara a Aurora da Maior Alegria para toda a humanidade.

- Porque o Meu Filho, que hoje jaz sem vida no Sepulcro:

é o vosso Único Salvador,

é o vosso Único Redentor.

- Então, passai este dia Comigo, vossa Mãe Imaculada e Dolorosa.

- Vivei-o na Fé na Sua Divindade.

- Vivei-o na Esperança da Sua Vitória definitiva.

- Vivei-o no Amor e na Graça que Ele vos doou.

- Hoje é o primeiro dia da Minha Nova e Universal Maternidade.

- Tornei-Me Mãe também de toda a humanidade.

- O Sepulcro que acolhe o Corpo do Meu Filho, torna-se o Berço do vosso Novo Nascimento.

- Entrai no Sepulcro Novo do Meu Coração Imaculado.

- Este é o Berço em que quero colocar todos os Meus Filhos.

- Aqui ajudo-vos a depor o Homem Velho 

  de Pecado e do Mal, 

  do Egoísmo e do Orgulho, 

  da Maldade e da Impureza.

- Aqui, Formo em vós o Homem Novo 

  da Graça e da Bondade, 

  do Amor e da Humildade, 

  da Santidade e da Pureza.

- Correspondei a Minha Ação Materna, que vos leva a uma semelhança cada vez mais perfeita com o vosso Divino Irmão Jesus.

- Então, Jesus vê com alegria desabrochar as flores perfumadas do Seu Padecer e pode colher em vós os frutos preciosos da Sua Redenção.

- Filhos prediletos, vivei Comigo este dia de Sábado Santo.

- Participai da Minha Dor Materna.

- Partilhai a Minha Forte Esperança.

- Que a Minha Fé Firme vos conforte.

- Aquele que jaz no Sepulcro prepara-Se para a Sua Maior Vitória,

no momento em que sair do Esplendor da Sua Glória Divina.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 29.03.97

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Voltai ao vosso Redentor

Nem só de pão

A Obra de Corredenção

“Que neste dia, todas as minhas ações sejam:

Por Maria, com Maria, em Maria e para Maria,

a fim de mais perfeitamente as fazer:

Por Jesus, com Jesus, em Jesus e para Jesus.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 5 de maio de 2021

No Seu maior abandono

 

No Seu maior abandono

Sexta feira Santa:

- Filhos prediletos,

ficai hoje Comigo aos Pés da Cruz.

- Estou ao lado de Jesus que morre,

para envolver com o Meu Amor de Mãe toda a Sua Imensa Dor.

- E sou perfeitamente associada a Ele no Beber o Cálice Amargo do Seu Grande Abandono.

- Aqui aos Pés da Cruz,

não estão os amigos nem os discípulos,

não estão todos os que foram de tantas maneiras beneficiados por Jesus.

- O Seu Olhar Divino está velado por esta interior e tão humana amargura.

- O Meu Olhar de Mãe volta-se, perdido, a procura de alguém, entre os presentes,

para Lhe oferecer,

para aplacar a Sua Dolorosa Sede de Amor:

“Procurei consoladores, mas não os encontrei” Sl 69,20

- Aqui aos Pés da Cruz,

não estão as multidões que Lhe cantavam hosanas,

nem o povo que O acolhia em festa,

nem as multidões por Ele alimentadas com o Seu Pão.

- Há um grupo de pobres filhos cegos pelo ódio e instigados pelos seus chefes religiosos a uma ferocidade desumana,

para Lhe tornar mais amarga a ingratidão e mais profundo o Seu Abandono.

- Assim,

para a Sua Dor, o escárnio;

para as Suas quedas, o desdém;

para as Suas feridas, os insultos;

para o Seu Corpo Imolado, o ultraje;

para os Gemidos da Sua Agonia, as blasfêmias e

para a Oferta Suprema da Sua Vida, o vilipêndio e a rejeição.

- O Coração do Meu Filho é Dilacerado por este Imenso Abandono,

antes ainda de ser Transpassado pela lança do Soldado Romano.

- O Coração da Mãe é ferido por uma Dor tão grande, que não pode ser aliviado pela presença de algumas pessoas fiéis.

- Aqui aos Pés da Cruz,

não estão os Seus Doze Apóstolos:

um O atraiçoou e já pôs fim a sua vida;

outro O renegou e chora ao longe;

os outros dispersaram-se e estão com muito medo.

- Mas ao menos um ficou Comigo: o Pequeno João.

- Eu sinto pulsar o seu coração inocente,

vejo o seu temor de criança desnorteada,

a sua dor de amigo sincero,

e aperto-o ao Meu Coração para o amparar no auxilio que é chamado a oferecer-Me.

- O Olhar de Jesus, prestes a morrer, no momento do Seu Supremo Abandono pousa intensamente, lá do alto da Cruz, sobre nós dois e ilumina-Se de um Amor Infinito:

“Mulher, eis o teu filho”

- Aqui aos Pés da Cruz,

onde o Meu Filho está agora morto,

aperto ao Meu Coração Imaculado o Meu Novo Menino,

já nascido de tamanha dor.

- Assim, tudo se cumpre.

- Aqui aos Pés da Cruz, onde vos gerei,

que vos quero hoje, Meus filhos prediletos.

- No momento em que a Igreja é chamada a viver as Horas da Sua Paixão e do Seu Grande Abandono, vós sois os filhos que Eu lhe dou, para que seja ajudada e consolada por Mim.

- Por isso, ficai todos com João,

aos Pés da Cruz de Jesus,

ao lado da vossa Mãe Dolorosa,

para que se cumpra o Desígnio do Pai.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 04.04.80

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

O Cálice do conforto

O Meu Coração sangra

O Sinal que Deus dá

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

terça-feira, 27 de abril de 2021

Hoje repete-se a Sua Paixão

 

Hoje repete-se a Sua Paixão

Sexta feira Santa:

- Filhos prediletos,

vivei hoje Comigo a Paixão do Meu Filho Jesus.

- Esta Dolorosa Paixão repete-se todos os dias.

- Entrai, Comigo, no íntimo do Seu Coração Divino para saboreardes:

toda a amargura do Seu Cálice,

o abandono dos Seus,

a traição de Judas,

todo o pecado do mundo que O esmaga sob um peso impossível e mortal.

- Esmagado neste lagar, saem as Gotas de Sangue, que cobrem o Seu Corpo e caem, regando a terra.

- Como pesa, ainda hoje, sobre o Seu Coração a facilidade com que muitos Lhe voltam as costas, para seguirem as ideias do mundo ou o caminho daqueles que ainda O Rejeitam e O Renegam.

- Quantos, entre os Discípulos, dormem todos os dias no Sono: 

da Indiferença, 

da Mediocridade Interior, 

da Dúvida, 

da Falta de Fé.

- Repete-se a Bofetada que o Servo dá no Seu Rosto, e a Bofetada ainda mais Dolorosa que na Sua Alma recebe do Sumo Sacerdote, quando este O acusa e O condena:

“Ouvistes a blasfêmia!

Proclamou-se Filho de Deus, por isso é réu de morte”.

- Há um outro Sinédrio oculto, que o Julga e condena todos os dias e que é formado, frequentemente, também por aqueles que estão revestidos de poder no seu povo.

- Continua a tentativa de O reconhecer só como homem;

a tendência, da parte de muitos, para negar a Sua Divindade,

para reduzir as Suas Divinas Palavras a uma interpretação humana,

para explicar em termos naturais todos os Milagres,

e até para negar o fato histórico da Sua Ressurreição.

- É este processo que continua;

é a mesma abominável e injusta condenação que se repete.

- Ei-Lo diante de Pilatos, que O julga e tem a imensa responsabilidade de decidir sobre Ele, Ele queria salvá-Lo..., mas, por vileza, submete-O a violências cruéis:

a horrível Flagelação, que Lhe dilacera a pele e transforma o Seu Corpo numa Chaga de Sangue;

a Coroa de Espinhos, a Condenação e a impossível Subida ao Calvário...

- Depois, o Patíbulo da Cruz, a Agonia e a Sua Morte ao lado da Mãe,

chamada a morrer com Ele na alma.

- Filhos prediletos,

vivei Comigo no Silêncio, na Oração e no Sofrimento estas Horas Preciosas da Paixão.

- Ela se repete na Igreja, que é o Seu Corpo Místico;

renova-se em todos vós, chamados a ser os Ministros do Seu Amor e da Sua Dor.

- Suportai Comigo o Juízo do mundo,

a Rejeição,

a Perseguição e

a Condenação da parte de uma sociedade que continua a renegar o Seu Deus e que caminha nas trevas da perversão, do ódio e da imoralidade.

- Levai Comigo, cada dia, a vossa pesada cruz.

- Derramai com amor o vosso sangue.

- Deixai-vos depor sobre o altar do seu próprio patíbulo.

- Mansos como cordeiros, permiti que as vossas mãos e os vossos pés sejam novamente transpassados pelos cravos;

amai,

perdoai,

sofrei e

oferecei-vos ao Pai, com amor, pela salvação de todos.

- Deixai depois que a vossa Mãe vos deponha no Sepulcro Novo do Seu Coração Imaculado,

na hora em que toda a Igreja é chamada a viver misticamente esta Paixão de condenação e de morte, esperando a Hora da Ressurreição.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 17.04.81

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Oferecidos a Glória de Deus

Hora das trevas

Estou vos indicando o caminho

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

quarta-feira, 21 de abril de 2021

As Suas Chagas

 

As Suas Chagas

Sexta feira Santa:

- Hoje subi Comigo ao Calvário, filhos prediletos, para serdes auxílio e conforto para o Meu Filho Jesus, condenado ao Patíbulo da Cruz.

- Conduzida pela mão de João, que Me ampara como um filho, encontro Jesus subindo com grande dificuldade para o cume do Gólgota.

- Neste instante, o Meu Coração é transpassado pela espada de um imenso sofrimento,

ao qual não sucumbo, porque como Mãe devo dar o extremo auxílio ao Meu Filho.

- Jesus ficou todo reduzido a uma Chaga, por causa da Flagelação.

- Os terríveis flagelos romanos provocaram no Seu Corpo profundas lacerações,

donde brota Sangue Vivo que O cobre totalmente.

- Os Espinhos da Sua Coroa abriram feridas em toda a Sua Cabeça, da qual saem Rios de Sangue que escorrem, cobrindo todo o Seu Rosto.

- No Gólgota, as Suas Mãos e os Seus Pés são transpassados pelos cravos e o embate da Cruz no solo provoca dores indizíveis a Jesus, fazendo brotar Sangue Vivo das Suas feridas abertas.

- Olhai hoje todos para Aquele que transpassaram.

- Contemplai hoje o Meu Filho Jesus, já reduzido a uma Única Chaga de Sangue.

- As Suas Chagas, Abertas e Sangrentas,

são o Sinal do Seu Amor por vós.

- São o preço do vosso resgate.

- São as flores de uma Nova Primavera de Vida.

- São o Dom Precioso da Divina Misericórdia, que vos dá a todos a Alegria Pascal da Redenção e da Salvação.

- Filhos prediletos, cobri as Suas Chagas de Amor e de Beijos,

Comigo, Mãe Dolorosa da Paixão e Mãe desolada da Crucifixão.

- Aproximai-vos com Amor Filial e deponde o beijo da vossa imensa gratidão sobre todas as Suas Feridas:

nas Feridas da Cabeça, abertas pelos Espinhos da Sua Coroa;

em cada Laceração da Sua Carne Imaculada provocada pela Flagelação;

nas Chagas das Mãos e dos Pés, infligidas pelos cravos, que O pregaram ao Patíbulo.

- Seja deposta em cada Sua Chaga a homenagem do Vosso Beijo de Amor, 

que Repare, 

ao menos em parte, o gesto de quem O Traiu, Renegou, Abandonou, Ultrajou e Crucificou.

- As Suas Chagas são para vós o Refúgio Seguro onde vos deveis abrigar da Tempestade do Pecado e do Mal.

- Nas Suas Chagas encontrais a vossa Morada Segura,

a Nova Casa que o Pai Celeste construiu para vós.

- A Nova Casa da Comunhão com Deus e da Salvação,

a Nova Casa do Amor e da Oração,

a Nova Casa da Confiança e da Esperança.

- Escondei-vos nas Suas Chagas,

do mundo e das Suas Seduções,

do Maligno e das Tentações,

a fim de viverdes em doce intimidade de vida com o Vosso Divino Irmão Jesus,

que hoje é Imolado por vós.

- As Suas Chagas tornam-se Fonte de Água Viva, que jorra para a Vida Eterna.

- Lavai-vos na Fonte da Graça e da Divina Misericórdia que brotou das Chagas Abertas e Sangrentas do Meu Filho Jesus, hoje elevado e morto na Cruz por vós.

- Assim, sereis lavados de toda a mancha,

libertados de toda a escravidão,

redimidos de todo o pecado,

subtraídos do domínio de Satanás,

levados a plena comunhão com o Pai Celeste,

abrir-vos-eis ao Amor e a Bondade,

sereis iluminados pela Graça e pela Pureza e

renovados na Fonte da Divina Misericórdia.

- Filhos prediletos, acorrei hoje, todos a Jesus Crucificado e Beijai Comigo,

vossa Mãe Dolorosa, com Amor e reconhecimento, as Suas Chagas;

escondei-vos no Refúgio Seguro das Suas Chagas;

lavai-vos na Fonte de Água Viva, que brota para sempre das Chagas Abertas e Sangrentas do Meu Filho Jesus.

- E com toda a Igreja Militante, Purgante e Triunfante,

suba da terra, do Purgatório e do Paraíso

a Jesus o nosso Ato de Profunda Adoração e de Imensa Gratidão:

“Nós vos adoramos e vos bendizemos, ó Cristo, porque

pela vossa Santa Cruz redimistes o mundo e

pelas Vossas Santas Chagas fomos curados”

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 05.04.96

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Mortificai-vos nos Sentidos

Alegria Pascal

A Besta semelhante a uma Pantera

O Meu Coração será o teu Refúgio

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

terça-feira, 20 de abril de 2021

Ao lado de cada altar

 

Ao lado de cada altar

Sexta feira Santa:

- Sou a vossa Mãe, tão Dolorosa.

- Encontro-Me ao lado do Meu Filho Jesus, no momento em que sobe ao Calvário, esgotado por um imenso sofrimento e pelo peso da Cruz, que carrega com Mansidão e Amor.

- Os Pés deixam marcas de Sangue no chão;

as Mãos apertam a Cruz, que pesa sobre os Ombros Chagados;

o Corpo está dilacerado e contundido pelo padecimento da terrível Flagelação, Rios de Sangue escorrem da Cabeça, das Feridas abertas pela Coroa de Espinhos...

- Com que dificuldade sobe Jesus.

- Que sofrimento Lhe provoca cada passo que dá em direção ao cume do Calvário.

- Cambaleia, depois para, é abalado pelos tremores da febre e da dor;

inclina-Se como para recobrar novas forças;

não pode mais e cai por terra.

- Eis o Homem, Eis filhos, o vosso Rei.

- Queria socorre-Lo com o ímpeto do Meu Coração de Mãe,

ajudá-Lo com a força da Minha Dor,

ampará-Lo com o conforto da Minha Presença.

- Com o gemido da Minha Oração, O acaricio,

acompanha-O com a angústia de uma Mãe ferida,

conduzo-O ao cume do Gólgota, sobre o Meu Coração Imaculado, já unido ao Seu numa única oferta a Vontade do Pai.

- Estou ao Seu lado quando O despojam das Suas Vestes e, com um gesto de Mãe, compreendido e acolhido pelos carrascos, dou o Meu Cândido Véu para que seja protegido no Seu pudor;

olho para Ele, quando O estendem sobre o Patíbulo.

- Sinto os golpes do martelo nos cravos, que Lhe transpassam as Mãos e os Pés;

penetra na Minha Alma o terrível embate da Cruz no solo, que o faz estremecer de dor.

- Estou aos Pés da Cruz, nesta Sexta feira Santa, a viver com o Meu Filho as longas e terríveis horas da Sua Paixão.

- A Paz que desce do Seu Corpo Imolado envolve-Me como num Manto;

invade-Me como um Rio de Graça e sinto-Me abrir a uma imensa capacidade de Amor.

- A Minha Alma abre-Se a uma nova e maior vocação Materna, enquanto o Meu Coração Imaculado recolhe cada Gota Preciosa da Sua Dor, durante as horas da Agonia.

- Ó Meus filhos, esta Sexta feira Santa Iluminou verdadeiramente cada dia que o Senhor vos concedeu do vosso terreno peregrinar, porque foi Neste Dia que fostes Redimidos.

- Olhai todos para Aquele que transpassaram.

- Deixai-vos lavar pelo Seu Sangue,

penetrar pelo Seu Amor,

gerar pela Sua Dor,

esconder nas Suas Chagas,

abrigar pelo Seu Resgate,

Redimir pelo Seu Novo e Eterno Sacrifício.

- Esta Sexta feira Santa repete-se quando Jesus Se Imola ainda por vós, embora sem derramamento de Sangue, no Sacrifício da Santa Missa.

- Renova-se misticamente para vós o Dom Supremo deste dia.

- Mas junto com Jesus, que Se Imola,

repete-se também a oferta Dolorosa da vossa Mãe Celeste,

que está sempre presente ao lado de cada Altar em que é Celebrada a Santa Missa,

tal como esteve durante esta longa e Dolorosa Sexta feira Santa.

- Que a vossa Confiança seja grande e inabalável.

- O mal, todo o mal, e o espírito do mal, Satanás, vosso adversário desde o princípio, foi vencido e já está reduzido a perpétua escravidão.

- Não vos apavore nem vos perturbe o seu grande agitar-se de hoje em dia.

- Vivei na alegria e na paz de Jesus,

doce e mansa Vitima oferecida na Cruz ao Pai, como preço do vosso eterno resgate.

- Agora que a escuridão desceu novamente sobre o mundo e a noite envolve a Humanidade transviada, olhai, nesta sua Sexta feira Santa, para Aquele que transpassaram, para compreenderdes como a vitória sobre o mal, sobre o ódio e sobre a morte que já vos foi obtida para sempre pela força do Amor Misericordioso de Jesus, vosso Divino Redentor.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 20.04.84

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Nada perturbe a vossa paz

Os perfeitos consoladores

Dois Exércitos

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”

sábado, 17 de abril de 2021

No Calvário deste Século

 

No Calvário deste Século

Sexta feira Santa:

- Subi Comigo, filhos prediletos, o Calvário deste século e vivei, com a vossa Mãe Dolorosa, os momentos Sangrentos da Paixão, Crucificação e Morte do Meu Filho Jesus.

- Participai também vós do Seu Padecer.

- Revivei na alma todas as Suas Dores:

a traição,

a renegação,

o julgamento e

a condenação por parte do Tribunal Religioso.

- Aqui a Sua contínua marginalização atinge o ápice mais doloroso com a Sua Rejeição Oficial, até o ponto de ser Condenado a Morte.

- Segui Jesus quando é conduzido para o processo, diante de Pilatos, e é ultrajado, vilipendiado, flagelado, coroado de espinhos, conduzido ao Patíbulo e Crucificado.

- Revivei Comigo estes momentos,

que já estão acima do tempo, porque fazem parte de um Divino e Eterno Desígnio de Amor.

- Subi Comigo o Calvário deste vosso século,

para compreenderdes como ainda hoje se repete a Paixão.

- No Calvário deste século, Jesus ainda é abandonado por todos aqueles que se rebelam contra Deus e repetem as horríveis palavras da Sua Rejeição:

“Não queremos que Esse reine sobre nós”

- Como é grande, hoje, o mar da Negação de Deus;

como é inumerável a multidão daqueles que querem viver prescindindo Dele.

- No Calvário deste século, Jesus ainda é atraiçoado por aqueles que não são fiéis aos Compromissos do Próprio Batismo.

- Deixam-se guiar por Satanás e tornam-se vitimas de todas as suas fáceis Seduções.

- Assim, seguem pelos Caminhos:

do mal, do prazer, do egoísmo, da soberba, do ódio, e da impiedade.

- Jesus é atraiçoado também na Igreja pelos Pastores que se afastam da Verdadeira Fé e da Verdade do Evangelho, arrastando atrás de si um grande número de almas para o Caminho da Infidelidade.

- No Calvário deste século, Jesus ainda é renegado por muitos dos Seus Discípulos, que não tem a coragem de dar Testemunho d’Ele diante de todos e que, por medo de perderem a consideração e a estima e de serem ridicularizados e marginalizados, repetem continuamente:

“Não conheço esse homem”

- Jesus é Flagelado no Seu Corpo pela Difusão dos Pecados de Impureza,

por esta onda de lama que tudo submerge e por tantas ofensas que se cometem contra a dignidade da pessoa humana.

- Jesus é ainda Coroado de Espinhos pelos erros que se propagam e pela perda da Verdadeira Fé por parte de muitos.

- No Calvário deste século, Jesus é continuamente Crucificado e Morto nos milhões de crianças inocentes, que são subtraídas a vida ainda no seio das próprias mães e em todas as outras vitimas do ódio, da violência e das guerras.

- Jesus é Crucificado nos pobres, nos explorados, nos fracos, nos oprimidos, nos perseguidos.

- Jesus é ainda espancado nos pequeninos, nos marginalizados, nos abandonados, nos doentes e nos moribundos.

- No Calvário deste século, indiferente e cruel, Jesus repete ainda a Sua Sangrenta Paixão.

- Mas aos Pés da Cruz deste século, está sempre presente a vossa Mãe Dolorosa.

- Como João, ficai também todos vós Comigo, Meus filhos prediletos.

- Acolhamos nos nossos Braços Jesus que é deposto da Cruz, no Calvário, e rodeemo-Lo de Amor e de Terna Piedade.

- Depositemo-Lo no Sepulcro Vazio, cavado na rocha dura e gelada deste vosso século,

marcado pelo triunfo de Satanás e pelo seu tenebroso reino de ódio e de morte.

- E vigiemos na Oração, na esperança e na espera.

- Vigiai sempre Comigo, vossa Mãe Dolorosa, 

que ainda mantém acesa, 

na Noite Profunda (Deep Night) deste século, 

a Luz da Confiança e da certeza do Seu Glorioso Retorno.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 17.04.87

Clique aqui e veja também:

Ato de Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Renovação das Promessas do Batismo

Dois Exércitos

O Meu Refúgio Seguro

O mal do vosso século

“Senhor, que vosso Amor, Sofrimento, 

Sangue derramado e Morte na Cruz,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, 

Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”