quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Instrumentos da Minha paz

 


Instrumentos da Minha paz

- Meus filhos prediletos, como Me agradou a homenagem que Me oferecestes esta noite, ao concluir uma semana em que estivestes todos reunidos aqui, no Refúgio precioso do Meu Coração Imaculado.

- Jamais, como nestes tempos, o Meu Coração Imaculado é, para cada um de vós, o Refúgio e o caminho seguro que vos leva até Deus.

- Tudo o que predisse em Fátima, a Minha filha Irmã Lúcia, torna-se hoje uma realidade.

- A humanidade e a Igreja têm muita necessidade do meu Refúgio materno e Imaculado, pois todos vós viveis nos Meus tempos.

- Estes são os tempos dolorosos preditos por Mim, em que todas as coisas se encaminham para o Seu mais doloroso e sangrento cumprimento.

- Por isso vos quis aqui novamente, neste monte, numa Semana de Exercícios Espirituais, tão extraordinária em graça.

- Estes exercícios tem uma grande e particular importância, que só mais tarde compreendereis.

- Nestes dias, formei-vos na oração.

- Ensinei-vos a rezar, a rezar bem, Comigo, através da oração que vem do coração –a vossa Oração do Coração- na qual, com a mente, com a vontade, com o coração e com a alma, deveis sentir e ver a realidade que invocais com a oração.

- A vossa Mãe Celeste quer formar-vos cada vez mais na Oração do Coração, para que esta oração se torne o caminho que vos leve a Paz do Coração.

- Quero obter para cada um de vós o Dom da paz do Coração.

- Vós viestes com os vossos corações cheios de dificuldades, de dores, de esperanças, de preocupações e de expectativas.

- Eu recolhi tudo no Meu Coração Imaculado e dou-vos a Paz do Coração.

- Parti com a Paz nos vossos Corações e tornai-vos instrumentos da Minha paz, difundindo-a a vossa volta.

- Para isso, reuni cada vez mais as almas em Cenáculos de Oração intensa e profunda, para que Eu lhes possa dar a Paz do Coração.

- No momento em que a Paz se afasta cada vez mais dos homens, das famílias, das nações e da humanidade, o sinal do Meu materno Triunfo é a Paz, que Eu quero levar, desde já, ao Coração de todos os Meus filhos: daqueles que Me escutam, Me seguem e se Consagram ao Meu Coração Imaculado.

- Por isso vos peço que continueis ainda nos vossos Cenáculos de Oração, porque quero dar aos Meus filhos hoje –por meio da Graça que jorra do Meu Coração e que vos leva a uma plenitude de amor para com o Meu Filho Jesus- o Dom precioso da Paz dos Corações.

- Aqui ensinei-vos também a amar-vos.

- Como se sente feliz a Mãe quando vos vê como muitos pequenos irmãos que se amam, que querem crescer no amor, não obstante as dificuldades que dependem das vossas limitações, dos vossos numerosos defeitos e das astuciosas insídias que o Meu adversário vos arma, o qual procura apenas roubar a Paz do Vosso Coração e disseminar discórdias, incompreensões e Divisões entre vós.

- Assim como por meio da Oração Eu vos levo a Paz, assim também com a Minha presença materna vos levo a Fraternidade.

- Deveis crescer mais no vosso amor recíproco, deveis saber amar-vos mais.

- A Mãe alegra-Se quando vos amais, quando depois da mais pequena quebra deste amor vos sabeis reconciliar, das as mãos, caminhar juntos, porque Eu amo-vos um a um e também a todos juntos.

- Não podeis vir a Mim sozinhos.

- Se virdes sozinhos, Eu pergunto-vos:

“Onde estão os vossos irmãos?”

- Deveis vir ao Meu Coração todos juntos, ligados pelo vínculo Divino de uma caridade recíproca cada vez mais perfeita.

- Como o Meu adversário vos arma muitas insídias neste caminho, quero que, antes de descerdes deste monte, Me façais uma promessa:

a promessa de vos amardes cada vez mais, de caminhardes todos juntos, de mãos dadas, porque num mundo onde o Meu adversário consegue dominar com o egoísmo, o ódio e a Divisão, o sinal do Meu Triunfo é este amor entre vós.

- Quero que este amor se torne ainda maior, como antecipação do Mundo Novo que estais preparando e que vos espera e que será um mundo aberto de par em par unicamente a perfeita, imensa e verdadeira capacidade de vos amardes uns aos outros.

- Mas antes de descerdes deste monte, acolho também o Dom do vosso sofrimento pessoal.

- Tal como vos predisse no País onde ainda apareço, quase como antecipação e preparação materna daquilo que vos havia de esperar, Eu purifiquei profundamente o Meu Movimento neste ano; carreguei-o como uma Cruz profunda, realmente profunda, e cujo pessoa ainda sentis, a fim de que esta Minha Obra fosse purificada e pudesse corresponder cada vez mais ao Meu desígnio.

- Não desanimeis.

- Tende muita confiança em Mim.

- Algo de grande e de novo está para acontecer também na Minha Obra, porque já entrastes na plena fase da sua realização.

- Quanta dor ireis encontrar pelos caminhos do mundo.

- Ao descerdes deste Cenáculo, onde vos reuni, levai por toda a parte o reflexo materno da Minha assistência misericordiosa;

derramai bálsamo sobre tantas feridas abertas e sangrentas,

comunicai a Minha suave Palavra a todos aqueles que caminham na aridez, na escuridão, no desânimo e no desespero.

- Vós sois o sinal da Minha presença materna,

os raios de Luz que saem do Meu Coração Imaculado para descer sobre a humanidade devastada e sobre a Igreja obscurecida e Dividida.

- Em breve esta Divisão se tornará aberta, forte e difundida, e vós devereis ser então os laços que unirão aqueles que querem permanecer na Unidade da Fé, na Obediência a Hierarquia e, através de inúmeras provas, querem preparar os Novos Tempos que vos esperam.

- Não vos deixei partir sem vos dizer a Minha Palavra materna e sem vos dar o conforto que desce do Meu Coração Imaculado.

- Eu estou sempre convosco.

- Sentir-Me-eis sempre próxima de vós.

- Eu sou a vossa terna Mãe que vos conduz a Jesus e vos leva a Paz.

- Com alegria e gratidão por tudo o que de bem fizestes e pelo conforto que destes a profunda dor do Meu Coração Imaculado, a todos agradeço e abençoo esta noite, como Mãe, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stéfano Gobbi / 05.07.85

Clique aqui e veja também:

Desígnio do Amor Misericordioso

Desejo Santo

Orando por seus entes queridos 

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário