terça-feira, 29 de outubro de 2013

As Famílias que se Consagraram a Mim


As Famílias que se Consagraram a Mim

- Como me sinto consolada por este dia transcorrido em oração, em simples e cordial fraternidade, com esta família que se Consagrou a Mim e que Me pertence.

- Quero agora dirigir-vos Minha Palavra Consoladora, que seja de conforto para vós entre as dificuldades cotidianas da vossa existência.

- Eu vos amo, estou presente no meio de vós, falo-vos e conduzo-vos, porque sois os instrumentos da Minha Vontade Materna.

- Eu olho com amor as Famílias que se Consagraram a Mim.

- Nestes tempos, Eu reúno as Famílias e as introduzo nas profundezas de Meu Coração Imaculado, para que possam encontrar Refúgio e Segurança, Conforto e Defesa.

- Como amo ser invocada Mãe e Rainha dos Meus Sacerdotes,

também amo ser invocada como Mãe e Rainha das Famílias que se Consagraram a Mim.

- Eu sou a Mãe e Rainha das Famílias.

- Vigio sobre sua vida, coloco no Meu Coração os seus problemas, interesso-me, não apenas pelo seu bem espiritual, mas também pelo bem material de todos os seus membros.

- Quando Consagrais uma Família ao Meu Coração Imaculado, é como se abrísseis a porta de casa à vossa Mãe do Céu e a convidásseis a entrar e lhe désseis espaço para Ela poder exercer sua função materna de maneira sempre mais acentuada.

- Eis porque quero que todas as Famílias Cristãs se Consagrem ao Meu Coração Imaculado.

- Peço que Me abrais as portas de todas as casas, para que Eu possa entrar e estabelecer Morada Materna no meio de vós.

- Então, Eu entro como vossa Mãe, fico morando convosco e participo de toda a vossa vida.

Em primeiro lugar cuido da vossa Vida Espiritual:

- Procuro levar as almas dos membros da Família a viverem constantemente na Graça de Deus.

- Onde Eu entro, o Pecado sai;

onde Eu permaneço, estão sempre presentes a Graça e a Luz Divina;

onde Eu habito, habitam comigo a Pureza e Santidade.

- Eis porque a Minha Primeira Função Materna:

é a de fazer com que os membros de uma Família vivam em Estado de Graça,

é fazê-los crescer na Vida de Santidade, por meio da prática de todas as Virtudes Cristãs.

- E, visto que o Sacramento do Matrimônio vos concede a Graça Particular de fazer-vos crescer juntos, Minha Tarefa é a de Cimentar, profundamente, a União de uma Família;

levar Marido e Mulher a viverem em Comunhão Espiritual sempre mais profunda,

a aperfeiçoarem o seu Amor Humano, torná-lo mais perfeito, introduzi-lo no Coração de Jesus,

para que possa assumir nova forma de maior perfeição, cuja expressão é a Caridade Pura e Sobrenatural.

- Eu reforço sempre mais a União nas Famílias,

levo-as a uma maior compreensão recíproca,

faço sentir as novas exigências de uma Comunhão mais delicada e profunda.

- Conduzo seus membros pelo Caminho da Santidade e da Alegria,

Caminho que eles devem construir e percorrer juntos,

para que possam chegar a perfeição do amor e, assim, gozar do precioso Dom da Paz.

- Eis como Eu Formo as almas dos Meus filhos e através do Caminho da Família, conduzo-as ao vértice da Santidade.

- Quero entrar nas Famílias para vos Santificar,

para vos Conduzir a Perfeição do Amor,

para Permanecer Convosco,

para tornar vossa União Familiar mais fecunda e forte.

Depois cuido também do bem material das Famílias que se Consagram a Mim:

- O bem mais precioso de uma Família são os filhos.

- Os Filhos são sinal de uma particular predileção de Jesus e Minha.

- Os Filhos devem ser desejados, acolhidos, cultivados como as Pérolas Mais Preciosas da Propriedade Familiar.

- Quando entro numa Família, Eu logo tomo conta dos Filhos, eles se tornam também Meus.

- Tomo-os pelas mãos,

levo-os a percorrerem o Caminho da Realização do Desígnio de Deus,

que foi claramente delineado sobre cada um desde a eternidade;

amo-os;

nunca os abandono;

tornam-se parte preciosa da Minha Propriedade Materna.

Cuido particularmente do vosso Trabalho:

- Eu nunca vos deixo faltar a Providência Divina.

- Tomo as vossas mãos e as abro ao Desígnio que o Senhor realiza, cada dia, por meio da vossa Colaboração Humana.

- Como a Minha Humilde, Fiel e Cotidiana Ação Materna, na pequena e pobre Casa de Nazaré, possibilitava o cumprimento do Desígnio do Pai, que se realizava no Crescimento Humano do Filho, chamado a realizar a Obra da Redenção para a vossa Salvação.

- Assim também Eu vos chamo a colaborar com o Desígnio do Pai, que se realiza com a vossa Participação Humana e mediante o vosso Trabalho Cotidiano.

- Vós deveis realizar vossa parte, como o Pai do Céu realiza a Sua.

- A vossa ação deve harmonizar-se com a da Divina Providência, a fim de que o Trabalho possa produzir o fruto daqueles bens que são úteis ao sustento da vossa vida,

ao enriquecimento da mesma família,

para que seus membros possam gozar sempre de bem-estar Espiritual e Material.

- Depois, ajudo-vos a realizar o Desígnio da Vontade de Deus.

- Assim, torno o trabalho espiritualmente mais fecundo, porque faço com que se transforme em fonte de merecimentos para vós e ocasião de salvação para muitos de Meus pobres filhos perdidos.

- Então, em vós,

a Ação se une ao Amor,

o Trabalho a Oração,

a Fadiga a Sede Ardente de uma Caridade cada vez maior.

- Deste modo, com a vossa Colaboração à Vontade do Pai, compondes a obra prima de uma Providência que, por vosso intermédio, se torna concreta e cotidiana.

- Não temais: onde Eu entro, comigo está a segurança.

- Nunca vos faltará nada.

- Eu Aperfeiçoo a vossa atividade;

Eu Purifico o vosso próprio trabalho.

Eu participo igualmente de todas as vossas preocupações:

- Sei quão numerosas são hoje as preocupações de uma família.

- São vossas e tornam-se Minhas.

- Tomo parte convosco dos vossos Sofrimentos.

- Por esta razão, nos Tempos tão difíceis da atual Purificação,

Eu estou presente nas famílias que se Consagraram a Mim,

como Mãe Preocupada e Dolorosa que participa realmente de todo o vosso Sofrimento.

- Consolai-vos, portanto.

Estes são os Meus Tempos:

- “Estes”, isto é, os dias que estais vivendo, são “Meus”,

porque são Tempos Assinalados por Grande e Forte Presença Minha.

- Estes Tempos se tornarão ainda mais Meus, na medida em que Minha Vitória se ampliar e se tornar mais forte que a Vitória que agora pertence ao Meu adversário.

- Esta Minha Presença se tornará tão forte e extraordinária, sobretudo nas Famílias Consagradas ao Meu Coração Imaculado.

- Será uma presença notada por todos e se tornará para vós fonte de particular consolação.

- Prossegui, então, a vossa caminhada:

com Confiança,

na Esperança, no Silêncio, no vosso Trabalho de cada dia, na Oração e na Humildade.

- Progredi sempre mais na Pureza e na Reta Intenção;

avançai comigo no difícil Caminho da Paz do coração e da Paz nas vossas Famílias.

- Se todos caminhardes pela estrada que vos tracei,

se ouvirdes e praticardes quanto hoje vos disse,

as vossas Famílias serão os primeiros Rebentos do Meu Triunfo:

Rebentos Pequenos, Escondidos, Silenciosos,

que já despontam no mundo inteiro,

quase a antecipar a Nova Era e os Novos Tempos,

que já estão às portas.

- A todos encorajo e abençoo.

MSM-Movimento Sacerdotal Mariano / Padre Stefano Gobbi / 23.07.87

Clique aqui e veja também:

Mãe do Segundo Advento

Fim dos Tempos 1º

Fiéis, prontos e Obedientes

Consagração a Jesus Cristo por Maria

Renovação dos Votos do Batismo

 “Senhor, que vosso Amor, Sofrimento e Sangue derramado,

não tenha sido em vão pelas nossas almas e

pelas almas dos Vossos Sacerdotes, Filhos Prediletos de Nossa Senhora.”

“Senhor, sou teu servo, filho de Tua Serva.”







Nenhum comentário:

Postar um comentário